Incontinência em gatos

· agosto 24, 2018
Esta doença é bastante comum nos gatos, especialmente quando atingem uma certa idade. Pode ter várias causas, mas geralmente o tratamento é simples. Situações mais complicadas podem requerer cirurgia.

Estes animais de estimação ocupam os primeiros lugares no ranking dos mais limpos. Os gatos são extremamente preocupados com sua higiene, sendo muito asseados. A incontinência é o reflexo de algum outro problema de saúde. Um desconforto emocional ou físico causa perdas involuntárias de urina.

Quando é detectado que o gato sofre alterações em sua micção, é necessário visitar um veterinário. Não devemos puni-los nem brigar com eles, pois é uma situação que não podem controlar. Na verdade, certamente o próprio felino se sente irritado e desconfortável quando se molha.

A incontinência em gatos é a incapacidade de controlar os esfíncteres. Embora seja mais comum em gatos mais velhos, todos os gatinhos podem sofrer com o problema. As causas da doença devem ser detectadas para se realizar um tratamento adequado.

Gato cego

Causas de incontinência em gatos

  • Gatos mais velhos muitas vezes começam a perder urina porque seus músculos estão enfraquecidos pela idade.
  • Malformação congênita. Se houver deformações em sua bexiga ou uretra, ele pode não ter controle total de seus intestinos. Nestes casos, a doença começa a se manifestar nos primeiros meses de vida.
  • Infecção urinária. Eles precisam ir para a caixa de areia o tempo todo e nada sai; ou então acontece de não chegarem a tempo.
  • Esterilização. Este processo suprime uma série de hormônios no animal. A ausência destes pode causar incontinência em gatos.
  • Estar acima do peso também tem uma influência negativa.
  • Leucemia felina. Tendem a não controlar sua uretra, especialmente enquanto estão dormindo.
  • Câncer felino. A pressão exercida por certos tumores em seu corpo causa incontinência.
  • Cálculos. Pequenas pedras que se formam com minerais entopem a uretra. Elas também produzem uma inflamação da bexiga. A saída da urina é parcialmente obstruída, por isso, o animal parece urinar “em gotas”.
  • Trauma de pelve, quadris ou coluna. Os golpes sofridos em algum acidente felino podem afetar o controle da urina.
  • Distúrbios emocionais. Mudanças no ambiente devido a uma mudança de casa ou um novo membro na família também os afeta. Se for detectado que o problema é emocional, ele deve receber mais atenção e carinho. Entretanto, se a incontinência persistir, deve-se buscar ajuda profissional.

O que os donos devem fazer diante da incontinência?

O animal está passando por um estágio que pode ser mais ou menos fácil de superar. O principal é que seu dono não o repreenda pela perda de urinaSua frustração poderia piorar a situação.

Eles precisam é de muita paciência, amor e apoio, como qualquer pessoa doente; sentir que seus donos se preocupam com eles e que podem reverter a situação. Colocar mais caixas com pedras higiênicas distribuídas pela casa é uma boa maneira de começar.

Gato na caixa de areia

As perdas de urina causam irritações de pele nos gatos; é necessário evitar essas situações, incrementando sua higiene. Toda vez que o encontrarmos molhado com sua própria urina, temos que lavá-lo e secá-lo.

Além do apoio afetivo, você deve visitar o veterinário para obter um diagnóstico. Detectar a verdadeira causa da incontinência em gatos permite prescrever o tratamento adequado.

Tratamentos para incontinência em gatos

O tratamento está diretamente relacionado à causa que dá origem ao problema. Na maioria dos casos, bons resultados são obtidos. Porém, o importante é não deixar muito tempo passar antes de pedir ajuda.

  • Suplementos hormonais. Eles geralmente são aplicados quando o gato foi castrado.
  • Antibióticos. A ingestão regular de medicamentos elimina as infecções do trato urinário e, além disso, pode controlar outras doenças que causam incontinência.
  • Cateter. Nos casos mais graves, um cateter permanente é colocado para evacuar a urina.
  • Cirurgias. São necessárias para fazer correções de algumas deformações na bexiga ou na uretra. Também para eliminar cálculos renais que não podem ser expelidos de outra forma.
  • Dieta dietética. Para gatos com excesso de peso, recomenda-se uma dieta com baixo teor de gordura. É difícil mudar seus hábitos alimentares, mas isso o ajudará a ter uma vida mais saudável e mais higiênica.
  • Injeções de colágenoUma nova terapia aplica várias injeções de colágeno ao mesmo tempo para fortalecer os músculos que controlam a uretra.

Não existem medidas preventivas para a incontinência em gatos; é simplesmente estar atento à sua saúde. Quando confrontado com um sintoma incomum, você deve ter paciência e recorrer a um profissional.