Lontras: características, comportamento e habitat

· agosto 1, 2018

As lontras são mamíferos aquáticos que vivem em rios e também no oceano. Muitos acreditam que são uma das espécies mais inteligentes da natureza, já que podem até construir ferramentas. As lontras são animais encantadores e, por isso, contaremos tudo sobre elas. Confira!

Características das lontras

As lontras são da família dos mustelídeos, ou seja, são parentes próximas dos furões e texugos. E ao contrário do que possa parecer, os castores são roedores e não possuem relação com as lontras.

As lontras são mamíferos aquáticos com um corpo grande, hidrodinâmico e ligeiramente aplainado. Podem medir entre 60 e 85 centímetros de largura, além da cauda, que pode chegar a quase metade do corpo. Suas patas são curtas e possuem membranas entre os dedos, que auxiliam a mergulhar e nadar.

A pelagem desses animais possui coloração marrom nas costas e cinza na barriga. Os pelos são impermeáveis, o que ajuda a conservar o calor do corpo enquanto estão na água. As lontras podem viver entre 8 e 15 anos, embora possam alcançar o dobro quando em criadas em cativeiro.

Apesar do que muitas pessoas acreditam, não se alimentam de frutos e vegetais. Sua dieta é composta principalmente de peixes, embora algumas espécies comam sapos e outras, que vivem em regiões tropicais, mergulhem até o fundo dos rios para encontrar camarões e caranguejos.

Habitat das lontras

As lontras podem ser encontradas em quase todo o planeta – com exceção da Austrália e Antártida – e costumam viver nas margens de rios ou lagos. Entretanto, existem algumas espécies marinhas que preferem a água fresca e morna dos oceanos.

Graças à pelagem impermeável e às diversas camadas de gordura, esses animais podem suportar águas mais frias. Vivem em águas pouco profundas, porque, embora sejam mamíferos aquáticos, passam muitas horas do dia em terra, tomando sol.

Normalmente, as lontras se agrupam em regiões pantanosas ou florestas cercadas de água, o que permite que elas se escondam de predadores. Vale ressaltar que não existem muitos predadores naturais: seu maior inimigo é o ser humano, que cobiça suas peles.

Apesar de serem animais aquáticos, constroem tocas em terra firme. Algumas cavam o chão na terra para fazer seu esconderijo, mas outras criam ninhos com galhos em encostas rochosas.

Quando não é época de reprodução, as lontras não vivem nas tocas e não têm um esconderijo fixo. Elas definem um território em que vivem e pelo qual vão se deslocando.

Podemos encontrar exemplares desses animais em lugares diversos, como Ásia, África e em águas tropicais. Na América do Norte existe um tipo de lontra marinha que também se alimenta de moluscos. No território sul-americano, é possível encontrar um tipo de lontra gigante que, embora esteja presente em vários países, é mais comum no Brasil, vivendo às margens do Amazonas.

Espécies de lontras

Existem 13 espécies diferentes desse mamífero marinho, embora também possamos considerar outro exemplar, a lontra Maxwell, que já está extinta. A seguir, listamos as mais conhecidas:

  • A lontra marinha pode ser encontrada na América do Norte e no oceano Pacífico. Tem uma cabeça mais redonda entre as espécies desse animal e se alimenta dos peixes que pesca em grupo.
  • A lontra europeia vive em água doce em diferentes partes da EuropaSão facilmente reconhecidas pela grande mancha cinza no ventre, mais extensa que nas demais espécies e que pode cobrir até metade do corpo.
  • A lontra gigante vive na América do Sul e sua população se concentra nas margens do rio Amazonas. Podem chegar a pesar entre 30 e 40 quilos e alcançam até dois metros de largura.
  • A lontra sem garras é um exemplar natural da África e uma das menores espécies de lontra. São bastante ágeis e se alimentam de pequenos caranguejos, sapos e vermes.

Comportamento das lontras

As lontras são animais dóceis que não costumam atacar sem aviso. São territoriais e podem inclusive brigar com membros da própria espécie, mas normalmente convivem com animais de outras espécies sem problemas.

Passam muitas horas do dia fora da água, nas margens, tomando sol. Suas horas de maior atividade são durante o período noturno, já que aproveitam o dia para se esconder de possíveis predadores.

As lontras são capazes de usar ferramentas para ajudar no manuseio de alimentos. Já foram vistas utilizando rochas para esmagar conchas que não foram capazes de abrir com as próprias unhas. São poucos os animais capazes de usar ferramentas, o que indica um sinal de grande inteligência.

Apesar de serem animais dóceis e que não têm medo dos seres humanos, é aconselhável ficar longe das lontras e não incomodá-las em seu habitat. Nem todas as espécies estão em perigo de extinção, mas lutamos pela sua conservação. Esses mamíferos são essenciais para os ecossistemas em que vivem.