Negão, o melhor empregado do posto de gasolina

maio 9, 2017

Quem pensaria que, ao abastecer seu carro num posto de gasolina, encontraria um empregado de quatro patas? Sem dúvida, seria muito divertido e curioso. Isso é o que devem dizer os que veem o “Negão”, um cachorro brasileiro que tem um emprego e está muito feliz com ele.

Negão e seu emprego no posto de gasolina

Os clientes se perguntam, como pode ser funcionário, se é um cachorro? É estranho, é verdade, porém, tudo muda quando o veem em ação. Negão pode atender sem problemas no posto de combustível, e isso lhe deu o apelido de “o melhor assistente de serviço ao consumidor”.

A história deste particular trabalhador começou há dois anos. Aconteceu quando uma mulher chamada Sabrina Plannerer, juntamente com seu marido, decidiu comprar um posto de gasolina em construção. O posto está localizado na cidade de Mogi das Cruzes, em São Paulo.

Quando chegaram à obra, deram-se conta de que havia algo adicional ao contrato. Ali se encontrava um inquilino de quatro patas que havia sido abandonado por seus donos anteriores. O casal não pôde abandoná-lo, nem levá-lo até um abrigo, já que, pelo visto, ele vivia há muito tempo no local.

Sabrina disse que o adotaram no mesmo momento. Prestaram a ele todos os cuidados necessários, incluindo uma visita ao veterinário a fim de vacinar e desparasitar o animal. Compraram um saco de ração, uma casinha especial para ele e uma coleira para poder levá-lo para passear.

O cão  ‘gasolineiro’

Quando finalmente o posto foi inaugurado, Negão tinha um novo lar. Estava rodeado de amor e… tinha um emprego! Quando os donos do estabelecimento perceberam o carisma do cão frente aos clientes, decidiram incluí-lo no negócio.

Segundo contam, o cachorro tem um talento natural: atrair clientes. Pelo seu trabalho no posto de gasolina, deram-lhe um crachá que o identifica como empregado da área comercial. Além disso, foi considerado o melhor na atenção ao cliente, já que sempre está abanando o rabo e cumprimentando os pedestres.

A proprietária afirma que ele espera que chegue um carro e logo se aproxima para cumprimentar. Alguns clientes assíduos levam para ele brinquedos ou comida. Negão se tornou a imagem publicitária de uma fundação do Grupo FERA. Esta tem como objetivo conseguir um lar para os cachorros de rua, graças ao apoio das empresas locais. Segundo o porta-voz da associação, as pessoas desfrutam mais com um colega de quatro patas porque lhes torna o trabalho mais tranquilo.

Levar os cachorros ao escritório

É cada vez maior o número de empresas que permitem a seus empregados levar seus cães. Elas fazem isso para reduzir o estresse e desfrutar de uma jornada mais produtiva. Segundo um estudo da Universidade de Commonwealth, da Virginia, nos Estados Unidos, os trabalhadores que compartilham seu dia com um cão consideram mais satisfatórias as horas em seu posto de trabalho e regressam a casa mais relaxados e felizes.

Permitir o acesso dos animais de estimação nas empresas eleva a moral e reduz a ansiedade. A boa noticia é que os benefícios não são somente para o dono do cão, mas também para seus companheiros de trabalho. A pesquisa analisou o estado de ânimo de um grupo de trabalhadores de uma fábrica que permite levar seus animais de estimação com eles. Segundo o estudo, que durou uma semana, o nível de estresse dos empregados diminuiu. Ao mesmo tempo, a satisfação laboral, o compromisso e o apoio entre colegas aumentou.

Durante o decorrer da jornada de trabalho, as pessoas pareciam cada vez mais felizes e menos cansadas quando tinham a companhia de um cão. Ter um animal de estimação no lugar de trabalho é uma grande vantagem, porque permite a cooperação entre colegas, reduz a tensão e aumenta a produtividade.

Desde que os cachorros sejam educados, não ataquem nem latam e se deem bem com desconhecidos, uma empresa pode permitir a seus empregados que, um dia por semana, levem seus animais de estimação de visita ao escritório, loja ou fábrica.