Nossas dicas para se aproximar de um cão medroso

· julho 23, 2018
Deve ser levado em conta, especialmente, que um cão medroso poderá se tornar agressivo devido à sua própria insegurança. Se ele se sentir encurralado, poderá atacar.

Você já desceu a rua e tentou acariciar um cão, mas ele foge? As razões pelas quais o cão tem medo de você são variadas. Mas, geralmente, se devem a problemas de personalidade. Aproximar-se de um cão medroso exige muita paciência, calma e vontade.

Vale destacar que os cães assustados não são apenas os da rua, alguns deles são assim por natureza, e para muitos proprietários isso pode ser um problema quando se trata de socialização. Para esses casos, você também pode usar técnicas para abordar um cão medroso.

Por que ele está com medo?

Como os seres humanos, os cães têm personalidades diferentes que os caracterizam como seres individuais. Para ter um melhor controle sobre as personalidades dos cães, os treinadores criaram os termos submissos e dominantes, que servem para designar de maneira mais acurada os cães.

Cães medrosos ou assustados caem na categoria de cães submissos a maior parte do tempo. Eles geralmente são dominados pelo líder de um grupo ou por vários líderes. Graças a isso, alguns indivíduos podem ser mais agressivos que outros ou mais tímidos que outros.

É neste momento que nos deparamos com um cão medroso. Para abordar um cão medroso, não podemos fazê-lo da mesma maneira que com um cão normal. Cães medrosos são mais agressivos, para preservarem suas vidas diante do perigo.

Para detectar quando um cão tem medo ou não, basta observar a sua linguagem corporal. Uma cauda alta, a exibição de seus dentes ou uma olhos arregalados são símbolos claros de agressão iminente. Se esses comportamentos forem observados, o ideal é fugir imediatamente.

cão medroso

Nosso modo de abordar o animal influencia muito a maneira como ele reagirá. O que queremos dizer exatamente? Nós não podemos tratar um animal assustado como trataríamos qualquer outro. Você terá que se aproximar muito devagar e com calma, para não o perturbar ou provocá-lo.

Como se aproximar de um cão medroso

A principal coisa a fazer quando você quiser se aproximar de um cão medroso é estar sempre calmo. Os cães são capazes de detectar o nervosismo de uma pessoa quando se aproximam dela, o que também poderá deixá-la nervosa e acabar numa agressão inesperada.

Outra recomendação é agir como se o cão não estivesse lá. Um dos erros mais comuns ao se aproximar de um cão medroso é olhá-lo nos olhos ou ser muito dominante no espaço. Essa ação só faz com que o animal se sinta encurralado e recorra à violência como forma de defesa.

Aproxime-se com passos suaves e lentos sem olhar muito para a localização exata do cão. Deixe-o saber que você não é uma ameaça para ele e que só quer ser amigo. Alguns treinadores recomendam falar com o cão suavemente. Com isso, procura-se tranquilizar o animal e mostrar que se é amigável.

Outros aconselham a se nivelar na altura do cão, para evitar assim amedrontá-lo com a estatura humana. Nossa altura poderá assustar o animal, o que acabará sendo um símbolo de imposição para sua mente.

O que fazer se o cão fugir de medo?

Um dos melhores conselhos que podemos dar a você é não o perseguir, pois ele irá acreditar que, com isso, queremos machucá-lo, o que poderá acabar mal para ambos. Além disso, a perseguição poderá afastá-lo da área e prendê-lo em um local sem outros meios de fuga, o que não deixará ao cão outra alternativa além da agressividade.

cão agressivo

Agressão como defesa

Se você tentar se aproximar de um cão medroso e ele se tornar muito agressivoexistem apenas duas opções para continuar com o trabalho. A primeira é cessar a abordagem e deixá-lo sozinho.

Temos que lembrar que nossa segurança deve estar em primeiro lugar. Não vale a pena nos arriscarmos com doenças como o tétano e até perder um dedo por causa da mordida de um animal. A segunda opção que nos resta é sermos resilientes em nossa missão.

Embora o cão continue a mostrar sinais claros de agressão (exibição de presas, grunhidos ou costas arqueadas), a melhor opção é continuar nossa abordagem de forma amigável e calma. Devemos tomar cuidado extra ou cautela para evitarmos uma mordidaA chave é paciência. Com sorte, teremos sucesso e faremos um novo amigo e, talvez, até um novo membro da família.

Outras recomendações para abordar um cão medroso

  • Nunca force o encontro: deixe tudo se desenvolver naturalmente. O cão deve saber que você não é uma ameaça para ele e deverá entender que nem tudo significa perigo.
  • Em vez de ficar em pé, por que não de lado?  Deitar de lado é um sinal de brincadeira para os cães. Assim, daremos a entender que chegamos para sermos amigos.
  • Tente comida: tente dar um pouco de comida da sua mão. Se ele se tornar agressivo, por vários motivos, deixe a comida no chão. Para que ele entenda que apenas buscamos o seu bem-estar e que não o prejudicaremos.