O coelho selvagem e o coelho doméstico

· junho 5, 2018
Esse animal está se tornando cada vez mais popular como animal de estimação por causa de sua natureza afetuosa. Além disso, goza de uma expectativa de vida de 7 a 15 anos. Para isso, o ambiente e a alimentação são cruciais. Por fim, vale lembrar que existem diferentes raças, algumas mais ferozes e outras mais caseiras

Há várias diferenças importantes entre o coelho selvagem e o coelho doméstico. Entre elas, estão o tipo de raça e de alimentação, além da expectativa de vida. Esse animal ancestral, que foi domesticado durante a Idade Média, é um dos favoritos das crianças e dos adultos. É importante saber um pouco mais sobre esses animais a fim de lhes proporcionar os cuidados necessários.

O que você deve saber sobre o coelho selvagem e o coelho doméstico

O coelho é uma das espécies animais mais antigas. Portanto, sua domesticação começou na metade da Idade Média. Naquela época, os animais eram presos e colocados em gaiolas, assim sua carne começou a se tornar extremamente popular. No entanto, o coelho visto como animal de estimação, tem um história muito mais recente.

Geralmente, o coelho doméstico é definido como aquele criado em fazendas ou em cativeiro. No caso do coelho selvagem, os animais crescem livres no meio da natureza. Os selvagens costumam ter menos gordura que os animais domesticados, pelo simples fato de viverem em liberdade.

Dicas para cuidar de coelhos

Nos últimos tempos, o coelho foi alçado a categoria de animal de estimação. Cada vez mais e mais crianças se interessam pela companhia desses amigos curiosos. Entre outras coisas, porque são silenciosos, fáceis de cuidar e porque podem estabelecer um forte vínculo com o dono.

Raças diferentes de coelhos domésticos

Durante os últimos anos, um grande número de raças de coelhos domésticos surgiu. Algumas dessa raças estão em perigo de extinção. Isso se deve, em grande parte, à intervenção da mão do homem, que uniu diferentes raças e, como resultado, criou novas linhagens de coelhos.

Coelhos anões

Coelhos anões são extremamente populares entre as crianças. Como o nome sugere, eles são anões. Ou seja, não crescem praticamente nada depois dos dois meses de vida. Na hora de adquirir esse tipo de espécie, é necessário ser cauteloso. Isso porque às vezes animais que não são anões são comercializados como se fossem.

Coelho doméstico

Nesses casos, é melhor pedir um certificado. Um aspecto que diferencia os coelhos anões dos outros, é que suas orelhas são geralmente um pouco menores que a de outras raças. Ou seja, as orelhas dos coelhos anões crescem menos do que as das raças que continuam seu desenvolvimento normal.

Coelho angorá

Estes animais são caracterizados por um pelo muito brilhante e longo, bem como pela forma pontiaguda das suas orelhas. Quem adota esta raça de coelho deve ter um cuidado especial com o pelo, já que os nós podem ser muito prejudiciais.

Coelho Belier

Esses coelhos diferem dos demais por suas longas orelhas, que caem para os dois lados do corpo. Eles são uma das raças mais tranquilas. Por isso, são os mais indicados para quem quer adotar um coelho como animal de estimação. É essencial ter um cuidado especial com os ouvidos dessa raça, já que eles são tão longos que podem ser facilmente machucados.

Diferenças entre o coelho selvagem e o coelho doméstico

Embora à primeira vista possam parecer relativamente iguais, existem várias diferenças entre o coelho selvagem e o coelho doméstico. Uma das principais diferenças é a expectativa de vida. Enquanto os coelhos selvagens vivem entre cinco e sete anos, os coelhos domésticos podem viver até 15.

Socializando coelhos

Sendo assim, os coelhos selvagens geralmente sofrem muito estresse. Essa é uma das principais razões pelas quais sua expectativa de vida é menor.

Por outro lado, os domésticos, quando bem alimentados e desenvolvidos em ambientes favoráveis, vivem em média 10 anos, mas podem viver até 15 anos.

alimentação também varia entre o coelho selvagem e o coelho doméstico. No caso dos primeiros, eles se alimentam de plantas herbáceas, lentilhas e ervilhas.

Alimentação dos coelhos

O mais aconselhável para alimentar um coelho doméstico é fornecer feno e legumes. Isso ajuda no desgaste natural dos dentes e a manter o sistema digestivo o mais saudável possível.

Eles podem ser muito parecidos, mas existem diferenças importantes entre o coelho selvagem e o coelho doméstico. É essencial conhecer essas diferenças para poder adaptar os detalhes de acordo com as necessidades do animal.

O cuidado com esses animais é bastante simples, embora você precise conhecer a fundo as necessidades desses animais. O coelho é, sem dúvida, uma das espécies mais amadas por seres humanos. Em suma, uma boa alimentação, ambiente adequado e muito carinho são as chaves para ter um animal de estimação feliz.