O primeiro controle remoto de televisão para cães

Já existe! O primeiro controle remoto de televisão para cães finalmente chegará ao mercado. Durante muito tempo se pensou que todos os animais eram incapazes de distinguir imagens emitidas por aparelhos tecnológicos. Graças ao avanço dos estudos científicos, essa concepção mudou radicalmente.

A tecnologia também chega ao mundo animal

Os avanços tecnológicos não somente mudam a vida dos seres humanos, mas também a vida dos animais que os acompanham. A introdução dos aparelhos de televisão nas casas afetou a todos. E tem transformado a dinâmica de convivência entre todos os integrantes da família, incluindo os animais de estimação.

Alguns cientistas da Universidade de Lancashire desenvolveram o primeiro controle remoto de televisão para cães. Será mesmo que esta invenção promete democratizar o uso da TV no lar?

Os cães podem assistir televisão?

Sem que fosse preciso realizar um estudo científico, muitos donos sempre afirmaram que seus cães assistem televisão e desfrutam desta experiência. Mas o que diz a ciência sobre isto?

O sistema ocular e a faculdade de visão dos animais funcionam de forma diferente da dos humanos. E isso faz com que eles também assistam televisão, mas de uma forma bem diferente.

Os gatos e os cães podem perceber mais rapidamente e com maior riqueza de detalhes uma maior quantidade de movimentos sincronizadosA visão humana é mais lenta e menos detalhista.

Alguns mitos sobre a visão canina

  • Os cães podem sim enxergar as cores, mas não distinguem tantas variedades de tons, como os seres humanos.
  • Sim, é verdade que os cães enxergam melhor que os humanos na escuridão. Isso se deve ao fato de que suas pupilas podem se dilatar mais e absorver uma maior quantidade de luz, melhorando a visão noturna deles.
  • Também é verdade que o campo visual dos cães é diferente do dos humanos. Enquanto sua visão periférica é muito melhor, enxergam distorcidos os objetos a menos de 30 cm de distância de seus olhos.

A televisão e o movimento

O que a televisão faz é basicamente “enganar” os olhos humanos. Para isso, cria-se o movimento ao passar uma imagem depois da outra muito rapidamente. De forma que os nossos olhos e o nosso cérebro pensam que veem algo contínuo, quando se trata de uma sucessão de partes consecutivas.

Para criar essa sensação de movimento aos olhos humanos, as imagens devem ser passadas a uma velocidade de 40 hz (imagens por segundo). Os animais, por sua vez, precisam de pelo menos 75 hz para “encontrar um sentido” em assistir à televisão.

Antigamente, uma televisão normal possuía uma velocidade de 50 hz, o que tornava improvável que um cão se interessasse em assisti-la. Mas, atualmente, os televisores atingem até 1000 hz, o que pode ser bastante interessante para os nossos animais de estimação.

Outros aspectos, localização e programação

Logicamente, o aparelho de televisão deve ser posicionado em um local confortável para os pets. Isso é para que eles possam olhar para a TV sem incômodos ou dores no pescoço. O ideal é que ela seja posicionada à altura dos olhos deles.

A programação deve gerar interesse, apresentando elementos que pertençam ao ambiente dos animais e que possam ser compreendidos por eles. Uma programação baseada na comunicação verbal e com temas cotidianos da vida humana, dificilmente captará a atenção prolongada dos animais.

Pensando nisto, já está no ar o primeiro canal com uma programação exclusivamente para os cães. Chama-se DogTv. Ele foi criado na Alemanha e até possui medição do número de espectadores por programas.

E como funciona o primeiro controle remoto de televisão para cães?

Os pesquisadores da Universidade Lancashire forneceram alguns dados: quando encontram com programações de seu interesse, os cães podem chegar a assistir até 9 horas de televisão. E eles preferem visualizar outros caninos e atividades comuns à sua espécie.

Os especialistas da mesma Universidade pensaram na independência do cão em relação ao seu dono e em como melhorar a relação entre os animais e os dispositivos inteligentes. Desta forma, o controle remoto tem botões “extragrandes” para que os cães possam mudar de canal usando suas patas. O controle remoto é sem fio e a distância, protegendo a visão do animal e a integridade do aparelho tecnológico.

Estas invenções contribuem muito para uma vida ativa dos animais sem depender da disponibilidade de seus donos. Até o momento, o controle remoto de televisão para cães é apenas um protótipo. Mas uma marca internacional de produtos para animais de estimação já anunciou seu interesse em comercializá-lo.

Fonte da imagem: www.europafm.com

Recomendados para você