O que fazer se uma cobra morder um cachorro

· junho 7, 2018

Se você mora na zona rural, ou simplesmente gosta de fazer exercício com seu cão nas montanhas, é possível que se depare com essa situação descrita no título. Ainda que não seja algo muito comum, sem dúvida é algo que pode acontecer. Para que você esteja preparado, queremos lhe contar o que fazer se uma cobra morder um cachorro.

Ainda que possa parecer pouco comum, há estatísticas que demonstram que a cada ano 15 mil animais de estimação são mordidos por serpentes. Isso acontece pelo instinto dos animais de irem atrás de qualquer coisa que se mexa. Você já sabe que as cobras têm pouca paciência…

Ainda que pareça improvável, se você mora no campo ou gosta de passear pela natureza com seu cão, existe a possibilidade dele ser atacado por uma cobra. Quinze mil animais de estimação sofrem com isso a cada ano, e há uma série de sintomas e passos a serem seguidos se este acidente acontecer.

Sintomas quando uma cobra morde um cachorro

Em algumas ocasiões, é possível que você repare que isso aconteceu e, em outros, possivelmente, você não vai notar. Por isso, o primeiro a fazer é saber como identificar quais são os sintomas:

  • Letargia e desorientação
  • Taquicardia
  • Marcas de mordida
  • Inflamação
  • Excesso de saliva
  • Espasmos
Cachorro tomando soro

Fonte: http://www.diariodemexico.com.mx

Esses sintomas normalmente aparecem poucos segundos depois da mordida, por isso você deve agir rapidamente. O que deve ser feito então se uma cobra morder um cachorro?

Primeiros socorros

Siga esses conselhos:

  • Mantenha a calma: Se o animal notar seu dono nervoso, ele também ficará e isso não vai ajudar nenhum dos dois. Nervoso, você terá dificuldade em fazer algo pelo animal, e ele não deixará que você o toque.
  • Encontre a mordida: A inflamação fará com que esse seja um passo fácil.
  • Água e sabão: Não ponha álcool nem nada que possa irritar a pele do animal. Água e sabão para limpar a ferida serão mais do que suficientes neste caso. Não esfregue nem tente apertar a ferida. Faça somente uma limpeza superficial.
  • Não deixe que o animal se mova: Já que a maioria das mordidas de cobra produzem pulso e respiração acelerados, é necessário que o animal não faça nenhum exercício, e se possível, que nem sequer se mexa. Desse modo, também se evitará que as toxinas do veneno se espalhem para outras partes do corpo.
  • Tire a coleira: Se a mordida foi no pescoço ou perto, o inchaço pode fazer com que a coleira aperte seu animal a ponto de sucfocá-lo. Tire a coleira o quanto antes, antes mesmo de lavar a ferida.
  • Faça uma foto da cobra: Se possível, e com muito cuidado, tire uma foto da serpente que mordeu seu animal. Isso pode ajudar muito o veterinário a determinar o tratamento que será preciso iniciar.
  • Vá ao veterinário: Você já não pode fazer mais nada pelo cão. Leve-o ao veterinário e ele se encarregará do resto. Eles estão acostumados a tratar esse tipo de caso e saberão como deter as toxinas do veneno para que seu animal se recupere com rapidez.
Cachorro mordendo cobra

O que você não deve fazer

Não vá além desses conselhos. Há coisas que você não deve fazer, mesmo que já tenha visto em filmes ou que outras pessoas tenham aconselhado. Essas são algumas ações que você não deve fazer:

  • Torniquetes: Não faça isso, pois pode prejudicar o animal. Só os veterinários e especialistas são treinados para fazer essa manobra em animais.
  • Não “chupe” o veneno: Isso não ajudará em nada seu animal e inclusive você mesmo pode se colocar em perigo.

Dependendo do país em que você more, haverá diversos tipos de cobras, algumas que não serão venenosas. Caso a mordida seja de uma serpente não venenosa, o cão só sentirá dor.

Nesse caso, as precauções são menores, mas uma visita ao veterinário nunca será demais. Seja como seja, o melhor é que você esteja preparado e que possa agir com rapidez para salvar a vida do animal.