Conselhos para levar seu pet ao veterinário

Fevereiro 9, 2018

Levar seu amigo ao veterinário pode ser um momento de muita angústia tanto para seu amigo animal como para você. Por isso, seja ele cão ou gato, apresentamos uma série de conselhos para levar seu pet ao médico de animais.

Ninguém disse que não é tedioso, mas é necessário que seu cão ou gato vá ao médico, sobretudo quando está doente. No artigo abaixo, daremos alguns conselhos para que levar seu pet ao veterinário seja algo tranquilo.

Por que levar seu pet ao veterinário?

Essa pergunta pode ser óbvia para alguns, mas é sempre bom lembrar as razões pelas quais levar seu pet ao veterinário é uma boa ideia. Às vezes, a falta de tempo ou de dinheiro e a crença popular de que “isso se cura sozinho” pode acabar em doenças graves ou difíceis de curar. Então, por que consultar esse profissional?

Cachorro e gato no veterinário

  1. Se seu animal está doente, você pode ficar doente

Existem diferentes doenças que os cães e gatos podem passar para as pessoas, portanto, se você não quer que ele fique doente, deve levar seu pet ao veterinário. Alguns parasitas, vírus e bactérias dos animais afetam os seres humanos.

  1. Quando não é tratado, o animal sofre

Talvez seu companheiro não demonstre com palavras, mas isso não quer dizer que ele não está sofrendo. Os animais são seres vivos que não merecem passar dificuldade alguma, e se depende de nós evitar essas dores… Por que não fazê-lo?

  1. Vai melhorar sua qualidade de vida

Não se trata de “ir por capricho” ao veterinário, mas sim de respeitar os controles anuais e cumprir o calendário de vacinação, para evitar doenças ou problemas que apresentem uma gravidade considerável.

  1. Você não pode medicá-lo

O único profissional capacitado para dar um diagnóstico e um tratamento é o veterinário, por isso é fundamental levá-lo à consulta. Ainda que pareça incrível, alguns donos cometem o erro de dar aos animais remédios para humanos, e isso pode ser ainda pior.

Dicas para levar seu gato ao veterinário

Dizem que “os gatos são de casa” porque não gostam de sair, a não ser que seja por seus próprios meios e interesses. Por isso, levá-los ao veterinário pode ser um grande estresse para o animal, sobretudo quando não sabemos como agir.

veterinário gato

A primeira coisa que precisamos é de uma caixa de transporte, que pode ser comprada em pet shops, e onde vamos colocá-lo talvez com algum “truque”, como por exemplo colocando comida ou um brinquedo lá dentro. Recomendamos que você não o coloque à força, porque isso pode machucá-lo e aumentar seu nervosismo.

Uma boa maneira de fazer com que o gato se acostume à caixa é deixá-la à disposição em todos os momentos em casa, por exemplo, ao lado de sua área de brinquedos. Assim, ela não será desconhecida para ele, porque terá deixado na caixa seus feromônios e aroma.

Se levamos o gato ao veterinário no carro, devemos fechar as janelas para diminuir o barulho, e a caixa deve estar com cinto de segurança para evitar acidentes. Ao voltar para casa depois da consulta, você deve deixá-lo na caixa por alguns instantes até que ele se dê conta de que está em seu lar novamente e, logo depois, abra a porta.

Como levar o cão ao veterinário

Se seu cão tem medo de ir ao médico, algo bastante comum, preste atenção aos seguintes conselhos para levar seu pet ao veterinário:

  • Acostume-o às viagens no carro, assim ele não as relacionará sempre ao mesmo destino.
  • Premie-o com um doce ou um brinquedo quando ele se comportar bem.
  • Tenha o hábito de cuidar de seu bem-estar através de brinquedos e mimos.
  • Mantenha a calma você também, já que os animais absorvem a angústia e ansiedade dos donos.
  • Chame o veterinário para ir a sua casa em casos extremos.
  • Fique sempre ao lado dele para que não pense que você quer abandoná-lo.
  • Aumente a quantidade de visitas rotineiras ao veterinário para evitar que ele as relacione com dor.
  • Faça uma viagem segura e cômoda a caminho da consulta.
  • Não brigue com ele caso faça as necessidades na clínica: ele pode fazer isso porque está assustado.
  • Coloque a focinheira só se ele estiver muito agressivo e possa ser uma ameaça para pessoas e animais.
  • Busque um veterinário de confiança e leve-o sempre ao mesmo para que não seja tratado por alguém desconhecido.

Fonte da imagem principal: mmmWolf

Recomendados para você