O que significam as lambidas do cachorro?

julho 21, 2017

Os cães apresentam diferentes formas de demonstrar o seu amor, lealdade e obediência. Uma delas é nos lambendo. As lambidas caninas são uma dessas formas de expressar afeto.

Mas o que significa cada lambida? A verdade é que os cães lambem por diferentes causas, e, quando começam a usar a língua, tratam de nos transmitir diferentes mensagens.

Sendo nós os seus líderes, é importante que saibamos interpretar o significado desse lambe-lambe. Devemos começar a saber as motivações que levam o cão a lamber. A seguir, vamos ver as causas disso.

As lambidas caninas, demonstração de humildade e submissão

Quando os cães andam em grupo e em matilhas, uma forma de demonstrar admiração ao líder é por meio das lambidas. É possível que essa função comunicativa e social própria dessa espécie seja utilizada pelos cães para se comunicar com os seus donos.

Como dono, lhes damos de comer e procuramos um terreno controlado para viver e uma ordem que eles aprendam a obedecer. É claro que nosso animal de estimação nos percebe como seu guia e nos demonstram seu respeito lambendo-nos com devoção e temor.

As lambidas na mão podem ser sinônimos dessa admiração.

Quando o animal não está bem

Essa é uma das razões pelas quais devemos estar inteirados do uso que o nosso cão dá à língua dele. Às vezes, significa que se sente mal, expressando isso através das suas lambidas. Se os olhos estiverem tristes e sua fisionomia parecer desanimada, uma lambida servirá para chamar a atenção.

E se, pelo contrário, lambe uma parte do seu corpo, é porque possivelmente esteja sentindo alguma dor na área onde aplica a própria saliva.

Não se trata somente de feridas abertas. Ele pode se lamber quando estiver sofrendo alergia, uma contusão interna ou, inclusive, uma infecção em algumas glândulas superficiais. Se for algo que cause dor nele, ele vai procurar se certificar com o uso da própria língua.

As lambidas caninas tentam nos consolar

Os cães conseguem perceber nossos estados de espírito. Alguns estudos afirmam que eles sabem muito bem se estamos tristes, incomodados ou deprimidos. Quando o baixo astral é notório, nosso animal de estimação virá em nossa direção para nos consolar com suas lambidas reparadoras.

Além disso, se estivermos um pouco nervosos, nosso animal de estimação perceberá isso e encontrará algum jeito de provar que está do nosso lado, com o objetivo de nos confortar. Quando estivermos nessa situação, percebermos que está irrequieto e ansioso, tratando de transmitir alegria e chamando a atenção de forma clara.

A verdade é que as lambidas são um dos métodos de comunicação mais arraigado nesses simpáticos amiguinhos de quatro patas.

Os cães querem demonstrar o seu amor com as lambidas

É claro que tudo o que foi dito anteriormente só pode significar uma coisa: nosso animal de estimação gosta de nós! O fato do cão lamber é uma forma de expressão de amor e apego. No caso dos desconhecidos, lamber será um ato de camaradagem pelo qual os cães demostram simpatia.

A frequência com a qual o cão lambe dá uma ideia de sua personalidade. Alguns lambem todo mundo e por isso se considera que são brincalhões, amáveis e carinhosos. Outros, apenas se limitam a lamber aqueles de seu convívio mais íntimo, de vez em quando.

Por que os cães lambem a si mesmos?

Nem sempre que o cão se lambe significa que ele está doente. Na verdade, eles podem lamber suas patas, genitais e outras partes do tronco se sentem que elas estão sujas. É normal que alguns façam isso quando pisam no chão ou em substâncias viscosas.

Como observamos, trata-se de um sistema de limpeza semelhante ao que utilizam os gatos para manter a higiene. No entanto, é óbvio que nos cães isso não é tão intensivo. Diferente dos felinos, os cães não têm tanto medo da água.

Medo de pegar alguma infecção por causa das lambidas dos cães?

Existem pessoas que gostam de ter cães, mas restringem o contato físico que mantêm com seu fiel companheiro. Falamos daqueles donos que não querem ser lambidos no rosto, ou que evitam que o cão suba em cima deles.

De acordo com um estudo científico realizado na Universidade do Arizona, no ano de 2015, os donos de cães que mantêm um contato direto com seus animais de estimação são mais felizes e desfrutam de uma saúde melhor que o restante das pessoas. Ao que parece, o organismo dessas pessoas é menos propenso a doenças.

Eles lidam com a hipótese de que os micróbios presentes no estômago e na saliva dos cães fortalecem nosso sistema imunológico.