O seu gato precisa sair para passear?

julho 3, 2019
Certamente, se você tem um gato, já se perguntou mais de uma vez se ele precisa sair para passear. Vamos nos aprofundar neste assunto a seguir.

Antes de decidir colocar uma coleira no animal e levá-lo para a rua, devemos considerar se o gato em questão realmente precisa ou gosta de sair para passear.

Atualmente, é cada vez mais comum os donos optarem por levar seus gatos para passear. Embora os passeios sejam essenciais para os cães, não podemos nos esquecer de que os gatos são animais completamente diferentes.

Meu gato precisa sair para passear?

A princípio, todos os animais gostam de aproveitar os seus momentos de liberdade, nos quais eles podem se exercitar e interagir, bem como se divertir e se expressar livremente. Além disso, o confinamento e a solidão podem levar a inúmeras doenças e problemas comportamentais.

No entanto, nem todos os animais encontram nos passeios as condições ideais para se expressarem como gostariam e para interagir com outros indivíduos.

Para os cachorros, a hora de passear é um dos melhores momentos do dia, pois eles são seres altamente sociáveis. Porém, para muitas outras espécies, incluindo os gatos, sair para passear pode significar a exposição a situações de muito estresse.

Em resumo, nem todos os animais de estimação agem da mesma maneira ou têm as mesmas necessidades que os cães. Cada animal possui a sua própria personalidade e um organismo único.

Como donos, é nossa responsabilidade conhecer e respeitar as necessidades de nossos animais de estimação para, dessa forma, poder oferecer uma vida digna, saudável e feliz a eles.

Os gatos precisam sair para passear?

Isso significa que os gatos não gostam de sair para passear?

Não necessariamente. Como cada gato é único, com sua personalidade, necessidades e preferências próprias, é possível que alguns gatos gostem de passear com seus donos.

Isso costuma ocorrer principalmente quando eles são acostumados desde filhotes a sair para passear, e se forem socializados corretamente nos seus primeiros meses de vida.

No entanto, se nos guiarmos pelo comportamento da maioria dos felinos, devemos dizer que os gatos geralmente não gostam de sair para passear.

Basicamente, para os gatos, andar pela rua significa se expor a ameaças desnecessárias, tais como pessoas desconhecidas, possíveis predadores, ruídos altos, etc.

Para os felinos, apenas o fato de sair para a rua já significa pisar em um terreno totalmente desconhecido onde ele não consegue encontrar os seus próprios feromônios, que transmitem tranquilidade.

Além disso, estar exposto a uma enorme variedade de estímulos desconhecidos pode gerar muito estresse para um gato.

Certamente, isso não significa que os gatos não possam aproveitar a oportunidade de interagir com outros indivíduos. Eles simplesmente se sentirão mais confortáveis fazendo isso em um ambiente seguro, onde se sintam confiantes para se expressar e exercitar a sua curiosidade.

Além disso, devemos nos lembrar de que os gatos são animais territoriais que se apegam a uma rotina para se sentirem protegidos. Por isso, a introdução de outro indivíduo no seu ambiente, seja ele uma pessoa ou um animal, deve ser lenta e gradual.

Se apresentarmos o nosso bichano corretamente ao novo integrante da família, ele certamente se sentirá seguro para conhecê-lo e interagir. Esse seria o procedimento correto.

É benéfico deixar os gatos saírem sozinhos?

É benéfico deixar os gatos saírem sozinhos?

Muitos gatos gostam de sair e passear fora de casa, principalmente se puderem fazer isso sozinhos, sem coleiras e com total liberdade.

No entanto, deixar os gatos saírem sozinhos pode representar vários perigos para a saúde dos nossos felinos. Sem mencionar o risco deles escaparem e não voltarem…

Quando um gato sai para a rua, ele pode entrar em contato com inúmeros patógenos, tais como bactérias, vírus, parasitas internos e externos. Lembre-se de que as vacinas para muitas doenças contagiosas entre os gatos ainda não são 100% eficazes.

Além disso, a exposição às intempéries pode causar problemas respiratórios. Por outro lado, também é possível que o seu gato entre em brigas com gatos de rua, podendo assim contrair doenças e se ferir gravemente.

Por sua vez, se o seu gato não for castrado, deixar que ele saia sozinho pode contribuir para o aumento da população de gatos de rua. Por esta razão, vale lembrar a importância de manter um controle reprodutivo eficaz dos nossos felinos.

Então, seu gato precisa sair para passear ou não?

Em linhas gerais, um gato realmente não precisa sair para passear com o seu dono, pois isso poderia causar muito estresse. Por outro lado, deixá-lo sair sozinho para as ruas pode ser muito perigoso para a sua saúde.

Embora não tenham sido domesticados como os cães, os gatos aprenderam a conviver pacificamente com os seres humanos e a obter muitos benefícios dessa convivência.

A rotina doméstica evita que o felino tenha que se expor a vários riscos para se alimentar, descansar ou fazer suas necessidades.

No entanto, devemos nos lembrar de que os gatos precisam viver em um ambiente interessante, que estimule o seu corpo e a sua mente. Assim, o seu gato poderá se exercitar, se divertir e aguçar a sua inteligência sem a necessidade de sair para a rua.