O tucano e seu bico colorido

· novembro 5, 2018
O impressionante bico desta ave exótica pode medir até 20 centímetros e contém uma língua longa com a qual ele obtém comida.

Cada uma das aves que habitam este planeta tem uma característica marcante. No caso do tucano, seu bico grande e colorido é sua carta de apresentação. Saiba tudo sobre ele no artigo a seguir!

Características e habitat do tucano

A família dos ranfastídeos (mais conhecida como tucanos) é formada por 42 espécies diferentes, todas elas com bicos muito desenvolvidos e cores marcantes. O tucano da Amazônia é o maior e o araçari, o menor.

Eles vivem em selvas úmidas e tropicais, principalmente na América Latina (entre o México e a Argentina).

Mas também existem alguns que vivem em florestas temperadas e cordilheiras de até três mil metros de altura.

O tucano é um pássaro que também tem penas coloridas e pode medir cerca de 65 centímetros.

Dentro de seu grande bico de até 20 centímetros de comprimento, há dentes em forma de serras e uma língua bastante longa que termina em uma ponta.

Com essa ‘ferramenta’ ele consegue comida, descasca frutas e afasta os inimigos. No entanto, ele não pode lutar ou se defender com ela, pois é esponjosa e leve.

Algumas teorias indicam que o grande tamanho do bico é necessário para que ele possa regular a temperatura de acordo com suas necessidades.

bico do tucano

Além disso, possui asas pequenas e arredondadas, cauda quadrada, olhos pequenos e pernas curtas e muito fortes que permitem sua fixação aos galhos sem problemas.

Esta família não apresenta dimorfismo sexual; embora a fêmea possa ter um bico menor e mais reto que o macho.

Alimentação, reprodução e comportamento do tucano

Os tucanos são frugívoros, embora às vezes possam se alimentar de sementes, bagas e até mesmo insetos ou lagartos, principalmente durante a época de reprodução.

Obviamente, eles usam seus bicos grandes e em forma de gancho para se alimentar.

Por terem um estômago pequeno, precisam consumir alimentos ricos em água ou que sejam digeridos rapidamente.

É por essa razão que eles defecam meia hora depois de comer.

Quanto à sua reprodução, o tucano realiza um ritual em que um macho e uma fêmea trocam galhos, paus ou comida, jogando-os com seus bicos.

Como casal eles fazem o ninho e se reproduzem no final de janeiro. A fêmea coloca até quatro ovos brancos e os incuba por 20 dias.

Quando chocam, os filhotes não têm penas e mantêm os olhos fechados por três semanas. 

O desenvolvimento dos jovens é bastante lento e depois de dois meses eles podem procurar sua própria comida.

Os espécimes jovens têm um bico mais curto do que os adultos e estes amadurecem sexualmente aos quatro anos.

Tucano

Eles passam a maior parte de suas vidas entre as árvores, são sedentários e formam casais para a vida toda. 

Quando não estão migrando, formam pequenos bandos de cerca de seis indivíduos e cuidam uns dos outros enquanto dormem nas cavidades dos troncos.

Para se comunicar entre si, emitem um grito ou gorjeio que é ouvido a mais de um quilômetro de distância.

O tucano em perigo de extinção

Seus principais predadores são a onça, as cobras, o quati e as águias. Além disso, eles são caçados pelos índios para fazer ornamentos com penas e pelo homem branco por tráfico ilegal.

Além disso, devemos acrescentar o desmatamento da floresta, o crescimento das áreas urbanas e a poluição ambiental, que levaram o tucano a entrar em perigo de extinção.