Benefícios do óleo essencial de lavanda para cães

outubro 12, 2019
O óleo essencial de lavanda tem muitos benefícios para os cães: acalma, reduz a inflamação e age como repelente natural.

As propriedades relaxantes do óleo essencial de lavanda são conhecidas por muitas pessoas, mas também oferecem vários benefícios para os cães. Ele é obtido a partir das flores da lavanda, uma planta muito comum nos países do Mediterrâneo. 

Propriedades do óleo essencial de lavanda

O óleo essencial de lavanda é um dos mais conhecidos. É utilizado desde a Antiguidade devido às suas múltiplas propriedades:

  • Calmante. É o seu efeito mais conhecido. Facilita o sono, relaxa os músculos e ajuda a diminuir os estados de ansiedade e estresse.
  • Antisséptico. A lavanda possui propriedades antimicrobianas: age contra vírus e bactérias.
  • Analgésico. O óleo essencial de lavanda pode ser utilizado para aliviar a dor, especialmente as musculares.
  • Anti-inflamatório. O uso do óleo essencial de lavanda sobre uma área inflamada reduz a inflamação.
  • Cicatrizante de feridas e queimaduras. Também serve para o tratamento da acne e da dermatite.

Quais são os benefícios do óleo essencial de lavanda para cães?

  • Relaxante natural. O seu aroma tem propriedades relaxantes: ajuda o cão a relaxar e descansar.
  • Repelente de insetos. O óleo essencial de lavanda – puro ou combinado com outros óleos essenciais, como o da artemísia (erva-de-são-joão) – é um repelente natural de insetos graças aos seus compostos químicos linalol e cuminaldeído. Você pode dispersar gotas desse óleo no tapete ou no chão para que atuem como uma barreira natural.
  • Calmante. O óleo essencial de lavanda é um calmante natural para os cães, aliviando o estresse. Também serve para aliviar a pele irritada por picadas ou dermatite, além de ser um ótimo anti-inflamatório e cicatrizante de feridas e queimaduras.
Cachorro relaxado

Preparar o óleo essencial de lavanda em casa

Se você tiver flores de lavanda em casa, é possível preparar o óleo essencial com elas. O processo é muito simples:

  1. Colher as flores frescas e deixá-las ao sol para que sequem.
  2. Depois de secas, triturar as flores em um pilão, mas sem esmagá-las muito.
  3. Aquecer as flores em um recipiente com água, ou outro óleo, em fogo baixo durante algumas horas.
  4. Coar o óleo essencial e conservar em um frasco protegido da luz.

Com esse óleo essencial caseiro, é possível fabricar sabonetes ou utilizá-lo como aromatizante de ambiente.

É claro que ele também pode ser adquirido na farmácia ou em uma loja de ervas. No entanto, quanto mais puro for o óleo essencial e menos aditivos tiver, melhor será a sua qualidade.

Também é importante ter em conta que, dependendo do grau de concentração do óleo essencial, será necessário diluí-lo – um pouco ou muito – para que possa ser aplicado. Leia as instruções antes de utilizá-lo.

Como aplicá-lo?

É muito importante que o óleo essencial não seja aplicado diretamente sobre a pele do cão. É necessário que seja previamente diluído em água ou outros óleos. Você pode começar testando em uma pequena área da pele para comprovar que o animal não tem alergia a essa substância.

Em um difusor cheio de água, coloque algumas gotas do óleo essencial para utilizá-lo como um aromatizante de ambiente natural da casa, nos móveis ou na cama dos animais de estimação, por exemplo. Desse modo, o óleo essencial pode ser utilizado como aromaterapia para o cão.

Também é possível aplicar o óleo essencial sobre a pele, de maneira suave. Nunca puro, e sim diluído. Lembre-se de evitar os olhos, nariz, boca e áreas genitais. Inclusive, é possível fazer massagens suaves sobre o tronco e a barriga do animal.

Cachorro recebendo carinho

Além disso, existem xampus e condicionadores com óleo essencial de lavanda em sua composição. Eles podem ser usados para dar banho no cachorro, desde que sejam xampus específicos para cães. Esses produtos costumam ser vendidos em pet shops e clínicas veterinárias.

Outros óleos essenciais indicados para cães são o de camomila, alecrim, manjerona, niaouli e hortelã. Todavia, é importante lembrar que os óleos essenciais não substituem os tratamentos médicos nem o diagnóstico do veterinário, e que devem ser aplicados de maneira adequada.

  • Cheryl Lans & Nancy Turner & Tonya Khan. Medicinal plant treatments for fleas and ear problems of cats and dogs in British Columbia, Canada, 2008.
  • Gabriela Barrera, Adriana Jakovcevic y Mariana Bentosela. Calidad de vida en perros alojados en refugios: Intervenciones para mejorar su bienestar, 2008.
  • The Bark, the dog culture magazine. Essential Oils And Dogs.