Orangotango: características, comportamento e habitat

Saiba mais sobre essa espécie específica de primata: o orangotango.
Orangotango: características, comportamento e habitat

Última atualização: 12 Julho, 2018

Existem muitas espécies de primatas. No entanto, as mais conhecidas são o chimpanzé, o gorila e o orangotango, sendo esses dois últimos os maiores primatas da espécie. Hoje, queremos contar tudo o que sabemos sobre o orangotango. Você continua com a gente?

Tudo o que você precisa saber sobre o orangotango

Outro nome usado para se referir ao orangotango é Pongo, ele faz parte da família Hominidae, que significa “homem da selva”. Apesar de seu tamanho e de seu aspecto selvagem, passa muito tempo de sua vida em árvores, embora seja verdade que tenham mudanças repentinas de humor.

Características gerais

Seu pelo é longo e ruivo, embora não tenha pelos em excesso. Não possui pelagem alguma em seu peito, na barriga e na palma das mãos. Quando está em pé, pode chegar a medir dois metros de altura, embora isso seja uma exceção. Isso porque, via de regra, não passa de um metro e setenta e cinco de altura, menos do que seus braços, que podem chegar a medir até três metros quando estendidos. Na verdade, é senso comum a imagem de um orangotango caminhando sobre seus cotos.

Algo que se destaca no seu físico são as adiposidades ou acúmulos de gordura que se encontram em seu rosto e pescoço. Dizem que quanto maiores elas forem, mais alto é o lugar que ocupam no grupo. Seu peso pode alcançar os cem quilos.

Habitat e alimentação

O orangotango é um animal em perigo de extinção. Embora a maior parte de sua população se encontre em Sumatra e Bornéu, parece que foram encontrados fósseis que indicam que os primeiros orangotangos viviam há mais de dez mil anos na região central da China. Hoje, estima-se que exista por volta de vinte e cinco mil orangotangos em todo o mundo.

orangotango

Ele adora viver nas selvas tropicais, onde pode trepar em árvores frondosas que lhe proporcionam conforto, abrigo no inverno e frescor no verão.

Sua alimentação se baseia, principalmente, em frutas. E é por isso que ele adora as selvas. Nelas, ele pode conseguir todos os tipos de frutas que ele já conhece, de acordo com a estação do ano, e saber quais são as melhores para comer. Seu instinto funciona de forma surpreendente.

Além das frutas, também fazem parte de sua dieta folhas leves, flores e cascas. Dessas últimas, ele vai retirar os insetos que nelas habitam, como formigas, grilos e cupins.

Comportamento

São solitários. Na verdade, passam noventa por cento de suas vidas sozinhos. Não acontece o mesmo no caso das fêmeas, que vivem por vários anos com seus filhos, enquanto o pai não participa dessa convivência.

Por um lado, quando são filhotes fêmeas, elas sempre vão ter um forte vínculo que vai uni-las à sua mãe para o resto de sua vida. E, por outro lado, no caso dos filhotes machos, quando alcançam a idade adulta, afastam-se e cuidam de sua própria vida.

Enquanto houver alimento em abundância, eles gostam de reunir-se com outros para comer, inclusive, brincam de jogar comida uns nos outros. No entanto, surge um problema quando o alimento se torna escasso. Sabe-se muito bem a lei da selva: “o mais forte sobrevive”.

Os orangotangos não se submetem à uma hierarquia. Contudo, como dissemos antes, as adiposidades no seu rosto e pescoço marcam quem é o macho dominante. Eles não são conhecidos como animais agressivos, mas se alteram sim quando se sentem ameaçados por algo.

Uma curiosidade: foram observados alguns espécimes que usam folhas grandes de árvores para se abrigarem da chuva, para emitir sons que assustam os predadores e até para limpar o rosto. O que podemos dizer? Um animal realmente inteligente!

Como foi para você conhecer um pouco mais de perto esse maravilhoso animal? Nós adoramos ajudá-lo, pois quanto mais você conhecer sobre diferentes animais, mais você irá amá-los e respeitá-los, evitando assim sua extinção ao longo do tempo.

Pode interessar a você...
Os primeiros gêmeos de gorila da África Central
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Os primeiros gêmeos de gorila da África Central

Os gêmeos de gorila nasceram no sudoeste da República Centro Africana. Este tipo de gorilas está em extinção devido à caça e a perda de seu habitat natural.