Os olhos do meu cão doem, o que há de errado?

· janeiro 9, 2019
Ele pode não apenas sentir dor: talvez seus olhos também estejam lacrimejantes e vermelhos há muito tempo. O cão também pode piscar muito e coçar os olhos com as patas ou contra objetos.

Quando os olhos de um cão doem, as causas podem ser várias, embora todas tenham algo em comum: devem ser tratadas por um veterinário.

Como saber se os olhos de um cão doem?

Normalmente, quando os olhos de um cão doem, ele demonstra isso de várias maneiras: o olho geralmente fica lacrimejante e vermelho, e geralmente o animal pisca muito.

O cão pode até tentar coçar o olho com as patas ou contra objetos, o que pode ser perigoso e agravar lesões como úlceras, e devemos levar isso em conta.

A temida ceratite

Se os olhos de um cão doem, ele pode ter ceratite. A ceratite é uma lesão inflamatória primária na córnea, comum em cães e gatos, e tem múltiplas causas.

As causas mais frequentes de ceratite são infecções, traumatismos, lacrimejamento, problemas imunomediados (autoimunes) e doenças sistêmicas, isto é, doenças que afetam outros órgãos.

Um número significativo de ceratites é idiopático, ou seja, suas causas não são claras.

Além disso, dentro da ceratite, temos de falar sobre aqueles casos em que há perda de epitélio da córnea: úlcera de córnea ou ceratite ulcerativa.

Falamos sobre as temidas úlceras oculares, que podem colocar em risco a visão do nosso animal de estimação e podem ser a causa da dor nos seus olhos.

Veterinária colocando colírio nos olhos de um cachorro

Na córnea existem três camadas. À medida em que a ceratite se aprofunda e passa por cada camada, temos úlceras cada vez mais graves. 

Depois que a última camada é atingida, temos perfuração da córnea e a perda de visão está praticamente garantida.

A temida uveíte

A uveíte é uma inflamação da úvea, do globo ocular, entre a esclerótica e a retina, uma área com muitos vasos sanguíneos e que compreende a íris, corpo ciliar e coroide.

É um distúrbio raro, sério para a visão e difícil de resolver. A uveíte pode ser total ou parcial, e tem muitas causas infecciosas, tais como cinomose e leishmaniose, bem como causas imunitárias – doenças mediadas e tumores.

Quando há uveíte, os olhos de um cão doem e ele apresenta vários sinais que devem ser diagnosticados por um veterinário especializado em oftalmologia.

Especificamente, apresenta fotofobia, lacrimejamento, olhos vermelhos, diminuição da pressão intraocular, devido a menor produção de humor aquoso, e edema difuso e inconstante na córnea.

Conheça o glaucoma

O glaucoma em cães é uma doença que surge como resultado da pressão intraocular elevada, prolongado acima de níveis normais.

O efeito mais importante e precoce é que afeta o nervo óptico, que produz a deterioração da função visual, até levar à cegueira. 

Algumas das doenças que já vimos, como a uveíte, podem levar ao glaucoma. No glaucoma agudo, os olhos de um cão doem. Porém, além disso, apresentam um edema corneano difuso de cor azulada. Uma midríase ocorre devido à paralisia do esfíncter pupilar, e temos perda de visão por causa da lesão do nervo óptico.

Spitz

O glaucoma é caracterizado principalmente pela pigmentação da córnea (os olhos se tornam opacos) e neovascularização.

Como saber por que os olhos de um cão doem?

Embora existam muitas causas possíveis para a dor nos olhos de um cão, o diagnóstico veterinário é imprescindível para encontrar o diagnóstico.

O veterinário deve examinar o olho e realizar alguns testes complementares no mesmo.

Um exemplo é o teste de SchirmerÉ importante conhecer a umidade do olho, pois muitas vezes a ceratite é causada pela alteração da lágrima.

O teste permite medir a umidade dos olhos através de uma tira de papel.

A fluoresceína tinge as úlceras da córnea de verde, portanto, é uma substância usada nos exames veterinários. No caso do glaucoma, o exame oftalmológico com oftalmoscópio é necessário, mas o instrumento vital no diagnóstico do glaucoma é a tonometria, que mede a pressão intraocular.

Todas essas doenças têm tratamento, mas primeiro elas devem ser diagnosticadas pelo seu veterinário. Vá até ele se os olhos do seu cão doerem, ou se ficarem lacrimejantes e vermelhos por muito tempo.