Pastor catalão: conheça esta antiga raça

julho 30, 2018

Esta raça, há muito tempo dedicada ao manejo do gado, é inteligente, cheia de energia, fiel e apegada aos seus companheiros, sendo um cão muito protetor. Tudo isto torna o pastor catalão um animal de estimação ideal.

O pastor catalão é uma das raças próprias da Península Ibérica. Sua função original era pastorear o gado na região dos Pirenéus, mas com o tempo ganhou o coração de muitas pessoas, se tornando atualmente um animal de estimação nas cidades.

História do pastor catalão

Como quase todas as raças de pastores europeus, não se sabe bem qual é sua origem. Supõe-se que foi se espalhando pelos territórios com as invasões bárbaras e o fim do Império Romano, mas não há provas que confirmem esta teoria.

Há restos arqueológicos de cães de milhares de anos que poderiam coincidir com o pastor catalão, mas os primeiros testemunhos aceitos de sua existência se situam há apenas dois séculos. Sabe-se que durante todo este tempo o pastor catalão tem desenvolvido seu trabalho nos Pirenéus, tanto com ovelhas, cabras e outros tipos de gado mais corpulento.

O reconhecimento oficial da raça foi em 1919. Previamente, sua população havia diminuído muito devido à introdução de outras raças de cães pastores, mas um grupo de criadores se propôs a revalorizá-la, conseguindo devolver seu prestígio.

Características do pastor catalão

O pastor catalão é considerado um cão de tamanho médio. Não há diferença de altura ou peso entre machos e fêmeas. Ambos medem entre 45 e 50 centímetros na cernelha e pesam cerca de 18 quilos.

Quanto às proporções gerais, os cães desta raça possuem um corpo ligeiramente mais largo que comprido, aparentando ser musculosos e ágeis. Entre todos os atributos, sua chamativa pelagem se destaca.

Sua cabeça é um pouco larga. Seu focinho é bastante curto e possui uma forma piramidal. Sua trufa sempre é preta e seus olhos são grandes e de expressão inteligente.

Pastor catalão
Fonte: http://www.actiweb.es/deiguna/

As orelhas são triangulares, finas e ficam caídas ao lado da cabeça. Sua cauda é de inserção baixa e também caída. Mesmo em posição de alerta, sua cauda não deve sobrepassar a linha das costas nem se enroscar sobre ela.

O pelo do pastor catalão é largo, liso ou ligeiramente ondulado. O toque da pelagem é áspera e pode-se observar que possui uma dupla camada de pelo. Seu sub-pelo é abundante, para protegê-lo do frio das montanhas. De longe, parecem ser de uma única cor, mas de perto podem ser vistas várias misturas:

  • Bege em tons claros e escuros.
  • Areia, também em diferentes tonalidades e até mesclada com pelos pretos.
  • Cinza, formada pela combinação de pelos brancos, cinzas e negros.

Comportamento do pastor catalão

O pastor catalão possui um temperamento e uma personalidade próprios de cães pastores: ele é vivaz, enérgico e inteligente. Embora seja amigável com desconhecidos, é um animal fiel e apegado à família, sendo muito protetor.

Como em outras raças parecidas, a inteligência se combina com a disposição para trabalhar. Deve-se destacar que não é possível educar ou adestrar este cão utilizando força bruta ou castigos. É necessária uma perspectiva positiva para conseguir bons e rápidos resultados.

Também devido à sua inteligência e energia, não podemos esquecer da estimulação mental para esses cães. São muitos trabalhadores e, se ficarem aborrecidos, tentarão explorar ou se entreter por sua conta, o que pode provocar problemas de comportamento.

Apesar de serem cães que trabalham nas montanhas pastoreando gado, não é necessário induzi-los a praticar esportes ou obrigá-los a praticar exercícios físicos. Com três passeios diários e tempo na rua para caminhar, suas necessidades energéticas estarão cobertas.

Fonte: http://www.actiweb.es/deiguna/

O pastor catalão é também um bom cão de guarda, gostando de proteger sua casa e sua família. Porém, sua maneira de afugentar estranhos é latindo, o que faz com que seja considerado um cão barulhento em zonas urbanas.

Cuidados com o pastor catalão

O pastor catalão tem a sorte ser um cão forte, sem doenças hereditárias. No entanto, não se deve descuidar das visitas ao veterinário, pois há tratamentos preventivos necessários para doenças comuns nesta classe de animais.

Como é um cão rural que geralmente caminha pelas montanhas, é importantíssimo seguir com cuidado o calendário de vacinação e desparasitação recomendado pelo veterinário. É também necessário lembrar de fazer explorações frequentes na pele em busca de parasitas, como carrapatos ou pulgas.

Devido à forma de suas orelhas e à abundância de pelos, é importante cuidar da higiene desta região. Afinal, é comum que apareçam infecções e fungos em cães com orelhas caídas.

O tipo de pelo que este pastor possui requer pelo menos uma escovação semanal para eliminar nós que possam ter se formado e retirar o pelo morto. Desta forma, a saúde de sua pele é garantida e elimina-se a possibilidade da formação de nós que provocam dor e mal-estar.

A pelagem do pastor catalão tem uma camada de sub-pelo lanoso que ajuda a protegê-lo do frio e do calor. Não é aconselhável cortar os pelos de cães como este no verão, já que isto elimina a sua proteção contra o sol e o calor.

O pastor catalão é um cão de pastoreio que trabalha nos Pirenéus, mas por, sua grande personalidade, consegue ser um ótimo animal de companhia. Com sua beleza particular e seu caráter vivaz, ele tem ganhado o coração de muitas famílias.

Recomendados para você