Patas inchadas em cães: causas e sintomas

março 29, 2020
Má postura, excesso de exercício e obesidade podem aumentar o risco de inflamação.

As patas inchadas em cães podem indicar desde uma lesão simples até uma doença crônica. Observar os possíveis sintomas associados ajudará a determinar a origem do desconforto do animal.

Existem muitos fatores que podem levar ao inchaço dos membros. Para determiná-los, é importante analisar como o processo ocorreu, o número de áreas afetadas e o tipo de inflamação. Dor local ou presença de líquido interno são dois dos desconfortos mais frequentes. No entanto, a gravidade de cada um deles é totalmente oposta.

Portanto, diante de um caso de patas inchadas em cães, a melhor opção será consultar um veterinário.

Causas e sintomas

Independentemente da causa, a dor e o calor local são sintomas recorrentes. Esse aumento de temperatura pode levar a um estado febril, que não necessariamente corresponde a condições mais graves.

Algumas das patologias que podem levar ao inchaço são:

  • Artrite. Além de dor e calor, é comum apresentar vermelhidão e claudicação. Essa patologia é muito comum nas articulações de cães mais velhos, embora também possa ocorrer em cães jovens com predisposição genética.
  • Entorses. Seja por trauma ou por um esforço físico contínuo, elas são os principais motivos de inchaço. Cães grandes são mais propensos a sofrer com elas; tornam-se evidentes pela claudicação demonstrada.
Cachorro com a pata imobilizada

  • Osteodistrofia hipertrófica. Esta doença óssea afeta filhotes de raças grandes durante o seu processo de desenvolvimento. É caracterizada por ser muito dolorosa, afetando vários membros e sendo acompanhada por episódios febris. Se não for devidamente tratada com anti-inflamatórios, cuidados de higiene e saúde e o repouso recomendado, pode provocar complicações graves.
  • Higroma. É definido como uma bolsa de fluido não dolorosa, formada nas articulações do cachorro. Geralmente se origina devido à pressão excessiva por causa das más posturas. Deve ser tratado para prevenir a sua infecção.  
  • OsteossarcomaO câncer ósseo é uma das doenças mais letais e afeta principalmente cães de grande porte. Quanto maior a progressão da doença, maior a inflamação, dor e calor local.

Tratamento das patas inchadas em cães

Para determinar a causa do inchaço, o veterinário irá fazer uma série de exames de diagnóstico, entre os quais se destacam a análise de sangue e urina, bem como raios-X dos membros. Caso estes últimos sejam inconclusivos, pode ser necessária uma ressonância magnética. Se houver suspeita de osteossarcoma, será realizada uma biópsia óssea.

Raio x de pata de cachorro

Para as condições mais leves, serão receitados anti-inflamatórios, repouso e, possivelmente, fisioterapia. Caso se trate de uma bolsa de líquido, pode ser necessário removê-la cirurgicamente. Quanto aos casos de câncer, além dos tratamentos quimioterápicos, o mais comum é optar pela amputação de membros.

Prevenir as patas inchadas em cães nem sempre é possível. No entanto, em relação à artrite, é importante controlar o peso do animal e permitir que ele faça exercícios moderados.

A atividade física sempre deve ser praticada de maneira equilibrada, já que o seu excesso é tão perigoso quanto a sua falta. Além disso, evitar as más posturas e as camas duras demais pode reduzir a probabilidade de sofrer higromas.

A adoção de um estilo de vida saudável e a realização de exames veterinários regulares vão permitir que os animais tenham uma menor probabilidade de contrair doenças. No entanto, caso isso aconteça, o tratamento deve ser administrado o mais rápido possível.

  • Harness, J. (2018). CutenessHow to Take Care of a Dog’s Swollen Leg. Recuperado de https://www.cuteness.com/article/care-dogs-swollen-leg
  • Wagwalking. Legs Swollen and Hot in Dogs. (S f). Recuperado de https://wagwalking.com/symptom/why-is-my-dog-legs-swollen-and-hot