Períodos aleatórios de atividade frenética, o que são e por que ocorrem?

Os cães tendem a ter seus períodos aleatórios de atividade frenética durante o dia, enquanto os gatos os apresentam à noite.
Períodos aleatórios de atividade frenética, o que são e por que ocorrem?

Última atualização: 19 janeiro, 2022

Se você é o tutor de um cão ou gato, certamente já se deparou com momentos em que seu animal de estimação começa a correr ou girar sem motivo aparente. Esses eventos são chamados de períodos aleatórios de atividade frenética, que são o resultado de um aumento repentino de energia que faz os animais quererem se mover a toda velocidade.

Os períodos aleatórios de atividade frenética não são um perigo para o seu animal de estimação, pois são uma forma de liberar o estresse e o excesso de energia. No entanto, alguns cuidados devem ser tomados, uma vez que nem todos os animais podem medir os riscos de suas ações. Continue lendo este artigo para saber com mais detalhes o que são e por que esses eventos acontecem.

O que causa períodos aleatórios de atividade frenética?

Os períodos aleatórios de atividade frenética são causados por um aumento de energia e estresse no animal de estimação. Portanto, se seu companheiro animal não faz exercícios suficientes, ele fica mais suscetível a esse tipo de comportamento. Na verdade, esse evento não é totalmente aleatório, pois existem fatores específicos que podem desencadear o frenesi.

As ações que causam essa atividade frenética mudam em cada animal. Apesar disso, costumam ser tão simples quanto a presença do tutor, o estresse acumulado após um banho ou a emoção de um novo brinquedo. Consequentemente, não existe uma ordem dos gatilhos, então não é fácil evitar esses eventos frenéticos.

Os períodos aleatórios de atividade frenética são ruins para animais de estimação?

O frenesi que ocorre nesses momentos é uma forma de liberar o excesso de estresse e energia. Por esse motivo, os períodos de atividade frenética são muito saudáveis para o seu animal de estimação. Porém, lembre-se de que o animal não é capaz de pensar nas consequências de suas ações e você deve ter cuidado para que ele não se machuque.

Embora possa ser visto como um benefício para o seu amiguinho, é importante considerar a frequência com que esse evento ocorre. Em outras palavras, se seu animal de estimação passa por muitos períodos de frenesi, isso pode significar que ele está sob muito estresse. Graças a isso, você poderá identificar se seu parceiro precisa sair para brincar ou passear com mais frequência.

Como são os períodos aleatórios de atividade frenética observados em animais?

Esses eventos são bem conhecidos em animais de estimação, mas isso se deve à convivência próxima que eles mantêm com seus tutores. Na verdade, vários animais selvagens também podem apresentar eventos de frenesi. Alguns dos organismos domésticos e selvagens nos quais esse tipo de comportamento é conhecido são os seguintes.

Cachorro

Nesse animal de estimação os períodos de frenesi são mais efusivos e carismáticos. O cão geralmente fica parado antes de sair correndo em qualquer direção. Além disso, durante o trajeto, ele salta e muda de direção com muita graça. Esse processo é divertido e relaxante para o cão, e você não precisa se preocupar. Só vai durar alguns minutos, no máximo.

Mecanismos animais para se adaptarem ao frio.

Gato

O frenesi dos gatos geralmente é um pouco diferente do dos cães. Isso se deve ao caráter peculiar que cada um desses animais possui. No entanto, eles podem ser vistos correndo pela casa, embora sejam mais fáceis de avistar escalando com sua incrível flexibilidade. Além disso, outra diferença em comparação com os cães é a extensão do período de frenesi, já que na maioria dos casos dura alguns segundos.

Um gato pulando de um tronco de árvore.

Wombat

O wombat é um famoso representante da fauna australiana, pois sua aparência é bastante carismática. Como se não bastasse, esse bichinho também pode apresentar períodos aleatórios de atividade frenética, durante os quais começa a correr por todo o espaço disponível.

Um dos tipos de marsupiais.

Coelho

Os períodos de frenesi dos coelhos são muito particulares, já que eles usam seus pequenos pulos para se deslocar de um lugar para outro. Na verdade, de acordo com um estudo publicado no Journal of the American Association for Laboratory Animal Science, o estresse da gaiola não aumenta o número desses eventos.

Apesar das condições corretas de seu habitat, os animais continuarão apresentando períodos de frenesi.

Furão

O furão é outro dos animais de estimação (e selvagens) que também pode apresentar esse tipo de comportamento. Esses animais são muito curiosos, então eles gostam de escalar e se esgueirar pelos cantos. Consequentemente, é provável que seja difícil diferenciar um evento frenético de seu comportamento normal.

Um grande furão.

Preste atenção aos comportamentos do seu animal de estimação

Embora períodos aleatórios de atividade frenética não sejam ruins para seu animal, eles podem ser confundidos com outros problemas comportamentais. Por exemplo, se um cachorro está perseguindo o rabo com efusividade, isso pode significar que ele tem transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).

Isso pode levantar questões sobre quando um comportamento é ruim para o animal. No entanto, os tutores não são treinados para dar uma resposta a isso. Portanto, a melhor opção é levar o animal ao veterinário para que a situação seja bem analisada. Além disso, você também pode gravar um vídeo quando seu animal apresentar esse comportamento, pois isso pode ser útil para encontrar um diagnóstico preciso.

Os períodos aleatórios de atividade frenética não são uma preocupação para a saúde dos animais. Na verdade, é um evento benéfico que lhes permite gastar todas as suas energias e sentir-se calmos. Apesar disso, é sempre bom ficar de olho durante o frenesi, pois eles podem se machucar acidentalmente. Lembre-se de que, caso você ainda tenha dúvidas, o melhor é procurar um profissional de saúde animal para esclarecê-las.

This might interest you...
O que é a seleção genética em animais domésticos?
Meus Animais
Leia em Meus Animais
O que é a seleção genética em animais domésticos?

A seleção genética não ocorre apenas em cães, ocorre também em outros animais domésticos, como peixes, cavalos e até lagartixas. Confira!



  • Miller, P. (2008). Play with your dog. Dogwise Publishing.
  • Godlevski, M. Therapeutic Agility. Lulu. com.
  • Bays TB. (2012). Behavior of small mammals, p 545–556. In: Quesenberry KE, Carpenter JW, editors. Ferrets, rabbits, and rodents: clinical medicine and surgery, 3rd ed. St Louis (MO): Elsevier
  • Cler, K. (2020). Owner perceptions of cat-human communication.(Tesis de Maestria, Eastern Washington University).
  • Coda, K. A., Fortman, J. D., & García, K. D. (2020). Behavioral Effects of Cage Size and Environmental Enrichment in New Zealand White Rabbits. Journal of the American Association for Laboratory Animal Science, 59(4), 356-364.