Por que meu gato não ronrona?

O ronronar é um dos aspectos mais distintivos dos gatos. No entanto, existem vários motivos pelos quais um gato não ronrona.
Por que meu gato não ronrona?

Última atualização: 25 Junho, 2021

Uma das características mais características dos gatos é a capacidade de ronronar. Esse som é frequentemente associado a sentimentos de tranquilidade, alegria e calma do animal para com seus tutores. Porém, quando o gato não ronrona, pode ser um sinal de alerta. Essa situação desperta dúvidas sobre a saúde e o estado de espírito do animal.

Ao contrário do imaginário comum, é importante que cada tutor entenda que o ronronar do gato não é sua única forma de comunicação. Como espécie, os gatos têm comportamentos diferentes para expressar suas emoções e, como indivíduos, cada um deles tem hábitos diferentes. Se você quiser saber mais sobre o assunto, continue lendo.

Como o ronronar do gato é produzido?

O ronronar do gato pode ser explicado como um ronco suave e constante, sempre acompanhado por uma vibração. Essa vibração é mais intensa em uma região do pescoço, pois segundo uma das teorias mais difundidas sobre essa particularidade, o ronronar tem origem no tórax do gato, principalmente nos músculos da faringe.

Quando um gato inspira e expira, seu sangue se comprime, ao passar pelo hiato diafragmático, e seus brônquios se enchem de ar para amplificar a vibração.

Além dos mecanismos fisiológicos, a ciência provou que o ronronar do gato gera uma liberação de endorfinas. Esse fenômeno químico se traduz em um estado de espírito relacionado à felicidade no felino.

Um pequeno gato com pelo comprido.

Quando começa o ronronar nos gatos?

Quando os gatinhos nascem, levam apenas 2 dias para emitir seu primeiro ronronar. Essa forma de comunicação é muito comum durante a fase de amamentação, na qual eles usam as patas dianteiras para estimular o fluxo do leite. Por outro lado, esse som é usado pelos gatinhos para expressar quase todos os sentimentos, desde dor até plenitude.

O ronronar também ajuda os felinos a se curarem em estados patológicos, e existem até teorias que afirmam que o ronronar dos gatos pode ser usado em terapias com humanos para reduzir estresse e ansiedade, e tratar a depressão. Parece certo que as carícias de um tutor em seu gato resultarão em um ronronar, mas há casos em que isso não acontece.

Significados do ronronar do gato

Como mencionamos anteriormente, o ronronar do seu gato pode significar relaxamento, felicidade e bem-estar. Em contrapartida, os gatos podem ronronar para transmitir seu desconforto diante de uma possível doença ou para aliviar o estresse, então é comum ouvir que felinos consolam a si mesmos com esse ato.

Além disso, é importante esclarecer que o ronronar não está presente apenas nos gatos. Existem parentes selvagens, como o gato-montês e o leão, que também emitem uma série de ronronados. Independentemente da espécie de felino, o ronronar pode ter diferentes frequências e intensidades, que se traduziriam em um pedido do animal ao seu tutor.

Razões pelas quais um gato não ronrona

A correlação errônea gerada ao considerar esse ato como um sinal de felicidade é a causa das preocupações quando o gato não ronrona. No entanto, essa situação não é alarmante e apenas é necessário entender as razões pelas quais um gato não emite esse som em particular e outras vibrações.

Cada felino é um mundo diferente e sua personalidade é o principal fator que determina se ele vai ronronar ou não. Aqui estão alguns ‘tipos’ de gatos com base nessas afirmações:

  • Gatos com ronronar inaudível: é um ronronar presente em alguns gatos. O som é tão baixo que só pode ser ouvido se o tutor se aproximar o suficiente do animal. Ao colar a orelha no corpo do felino ou colocar a mão no pescoço do animal, é possível perceber o conjunto de vibrações.
  • Gatos que param de ronronar: a identidade e o comportamento de um gato variam ao longo dos anos. Por causa disso, um felino pode parar de ronronar, assim como os gatos que não ronronam podem começar a ronronar. No entanto, se o seu gato não ronronar após uma forte alteração em sua vida, como uma mudança de casa, é necessário procurar o veterinário.
  • Gatos que não ronronam de forma alguma: esse comportamento se deve ao caráter do gato, portanto não se traduz em nenhuma doença relacionada a não emitir o ronronar. Cada felino escolhe a forma de comunicação que mais lhe agrada, a partir da qual expressará seus sentimentos e emoções sem problemas.

Gatos que não ronronam, mas se esfregam

Outra forma de comunicação para um gato que não ronrona é se esfregar na parte do corpo de seu tutor que é mais acessível a ele. Normalmente, o rosto, as mãos ou as pernas são as seções mais próximas dos gatos. Esse comportamento faz com que o felino libere endorfinas e marque seus tutores com seu cheiro característico.

Gatos que não ronronam, mas mordem e miam

Outro dos sons mais conhecidos dos gatos são seus miados. Por meio desses sons, eles procuram transmitir aos seus tutores algum pedido ou sentimento específico. Da mesma forma, os gatos que não ronronam podem expressar sentimentos diferentes por meio de brincadeiras ou mordidas de alerta. Mostramos alguns tipos desses atos em felinos na lista a seguir:

  • Miados de atenção: expressam pedidos do gato para receber carinhos ou alimentos.
  • Mordida carinhosa: um gato pode pegar com a boca alguma parte do corpo de seu tutor, como um dedo ou o nariz, para expressar seu amor sem machucar.
  • Miados para sair ou entrar: manifestado quando o gato quer sair de casa ou entrar após um passeio.
  • Mordida de brincadeira: devido à natureza predatória do gato, é normal que ele morda durante as brincadeiras. Esse comportamento ajuda o gato a regular a força de sua mandíbula.

 

Um gato britânico de pêlo comprido.

Como você percebeu, o fato de um gato não ronronar não significa que ele tenha algum problema físico ou que isso seja sinal de alguma doença. É importante estar atento à personalidade e ao comportamento de cada animal e consultar um profissional caso seu gato pare de ronronar repentinamente.

Pode interessar a você...
Sons dos gatos: o que significam
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Sons dos gatos: o que significam

Entre os sons dos gatos há, em média, 100 vocalizações diferentes. É a maneira que eles expressam seus sentimentos e inclusive opiniões.



  • Albarracín, R. del Trabajo:¿EXISTEN EN LOS GATOS DOMÉSTICOS DIFERENTES TIPOS DE RONRONEO?. Applied Animal Behaviour Science64, 193-211. Recogido el 8 de junio de 2021 de: http://scait.ct.unt.edu.ar/pubjornadas2010/trabajos/299.pdf
  • Romero Raza, E. G. (2015). Correlación entre personas diagnosticadas con ansiedad que interactúan con animales domésticos y un grupo control (Bachelor’s thesis, Quito: UCE). Recogido el 8 de junio de 2021 de: http://www.dspace.uce.edu.ec/bitstream/25000/7055/1/T-UCE-0007-200c.pdf
  • Sissom, D. E. F., Rice, D. A., & Peters, G. (1991). How cats purr. Journal of Zoology, 223(1), 67-78.
  • von Muggenthaler, E. (2001). The felid purr: A healing mechanism?. The Journal of the Acoustical Society of America, 110(5), 2666-2666.