Por que os gatos afofam cobertores?

Quando os gatos afofam os cobertores, estão reproduzindo um comportamento instintivo desde a mais tenra infância: a amamentação. Aqui você pode aprender mais sobre esse comportamento tão fofo.
Por que os gatos afofam cobertores?

Última atualização: 18 janeiro, 2022

Quem mora com felinos domésticos já viu os gatos afofarem os cobertores sobre os quais repousam. E isso não ocorrem apenas com pedaços de pano: almofadas, barbas, o próprio tutor ou até mesmo o ar. Esse comportamento é instintivo e primitivo e geralmente indica que o felino está à vontade.

Se você observou seu gato afofando o cobertor, pode estar curioso para saber a que se deve esse comportamento. Portanto, neste espaço você encontra todas as informações necessárias para entendê-lo sem problemas, bem como indicações para reconhecer um possível comportamento patológico.

Por que os gatos afofam os cobertores?

O movimento em questão é denominado de afofar: o gato aperta o cobertor ritmicamente com as patas, flexionando e esticando os dedos. Também é comum que esse movimento seja acompanhado de ronronos e expressões corporais de calma.

O ato de afofar responde a um comportamento inato dos gatos: apertar os seios da mãe durante a lactação. Com esse movimento as glândulas mamárias maternas são estimuladas, favorecendo a expulsão do leite. Além disso, é um comportamento que gera sensação de bem-estar e tranquilidade nos filhotes.

Embora geralmente se observe os gatos afofando seus tutores quando recebem carinhos e mimos, às vezes eles podem ser encontrados fazendo isso sozinhos. Geralmente acontece quando estão em cima de um objeto sobre o qual estão prestes a se deitar, como um cobertor.

Um gato afofando um cobertor.

Por que os cobertores?

Quando o ato de afofar é direcionado para um cobertor onde o gato se encontra, é sinal de que o animal está preparando a superfície para se deitar. Ou seja, ele molda o cobertor para criar um ninho no qual possa descansar o mais confortavelmente possível.

Por outro lado, esse comportamento em gatos adultos também é uma técnica de marcação, pois com o afofamento eles impregnam com o próprio cheiro o cobertor sobre o qual vão se deitar. Dessa forma, eles marcam o local de descanso como seu.

O ato de afofar dos gatos não deve ser confundido com seu comportamento de afiar as unhas, no qual eles cravam intencionalmente as garras em uma superfície.

O afofar às vezes é confundido com o movimento de fêmeas não castradas quando estão prontas para acasalar. A postura é característica, já que o gesto rítmico é feito com as patas traseiras e os quadris elevados.

Devo me preocupar se meus gatos afofarem os cobertores?

A verdade é que é um comportamento natural que não indica nenhuma patologia. De fato, é um sinal de que o gato está feliz e satisfeito. No entanto, é verdade que o afofar pode ser sinal de um distúrbio de comportamento se for acompanhado por outros sinais. Nas linhas a seguir, você encontra alguns exemplos relevantes.

Transtorno de pica

A pica é um distúrbio comportamental que envolve mastigar, lamber ou ingerir qualquer coisa que não seja comida. Se você observar que seu felino, além de afofar o cobertor, o lambe e o mastiga, ele pode estar passando por um transtorno de pica.

Os gatos afofam os cobertores para aliviar o estresse

Visto que afofar é um comportamento que produz satisfação e tranquilidade no gato, é comum que eles façam isso quando se sentem estressados. Portanto, se você perceber que seu gato está fazendo esse movimento com muita frequência ou de forma obsessiva, é possível que esteja em constante estado de estresse e ansiedade.

Não seria incomum observar outros comportamentos destinados a aliviar esse estado de espírito, como se esfregar ou se coçar. Os gatos são propensos ao estresse e à ansiedade, pois são sensíveis às mudanças em seu ambiente.

Desmame prematuro

Filhotes separados da mãe antes do final do período de lactação não têm a oportunidade de que o comportamento de afofar diminua naturalmente com o desmame. Desse modo, é comum contemplar como esses gatinhos têm maior probabilidade de afofar tudo que está ao seu alcance do que aqueles que tiveram uma infância normal.

O que fazer se o seu gato afofar obsessivamente

Se você suspeita que seu felino está sofrendo de um distúrbio de comportamento e que o afofar de cobertores faz parte do problema, a primeira coisa a fazer é procurar um profissional que descarte doenças físicas e emita um diagnóstico adequado. Depois de localizar o problema e suas causas, você pode começar a agir.

Quando os gatos afofam cobertores obsessivamente, é bem possível que acabem mastigando-os e até engolindo pedaços, o que foi descrito anteriormente como transtorno de pica. O maior perigo dessa prática é a ingestão de corpos estranhos, que podem causar estragos no sistema digestivo do animal.

O mais fácil é retirar os objetos que seu gato afofa e escondê-los até que perca a obsessão por eles. Ao mesmo tempo, devem ser oferecidas alternativas adequadas para seu entretenimento, além de passar momentos de qualidade com ele. Sua companhia será o melhor enriquecimento que você pode dar ao seu gato.

Um gato debaixo de um cobertor.

No entanto, ir ao veterinário ou a um etologista felino é sempre uma boa opção quando você não pode corrigir o comportamento de pica em casa. Não tenha medo de pedir ajuda, pois no setor de serviços existem centenas de profissionais que podem aconselhar você de forma personalizada para garantir o sucesso da terapia.

This might interest you...
Por que os cães rodam em torno de si antes de se deitar?
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Por que os cães rodam em torno de si antes de se deitar?

Os cães rodam em torno de si antes de se deitar por instinto, para proteger seu espaço e deixá-lo mais confortável. É um ritual!