Por que há tantos lagartos nas ilhas canárias?

· janeiro 7, 2019

Os lagartos nas Ilhas Canárias são especialmente visíveis na época de reprodução, que acontece entre os meses de abril a junho. Saiba mais a seguir!

Todos que visitaram alguma de suas ilhas notaram uma verdade óbvia: há muitos lagartos nas Ilhas Canárias.

É curioso que em todas as ilhas existam esses animais e que a quantidade não seja tão grande. Você gostaria de saber o porquê esse fenômeno?

Lagartos nas Ilhas Canárias

Especialmente, a ilha de Tenerife destaca-se por estes curiosos habitantes. O tipo de lagarto que é visto lá é conhecido como Gallotia galloti, que já é reconhecido como nativo. Como é esse lagarto?

Os machos são maiores que as fêmeas, já que a espécie apresenta dimorfismo sexual. Os machos, além disso, têm uma mancha azul no rosto, que adquire uma cor mais intensa durante o cio.

As fêmeas têm cores diferentes, com dois tipos: um com duas linhas cor de caramelo nas costas e outro com manchas.

Estes lagartos têm olhos bem amarelos e os machos podem chegar a 30 centímetros de comprimento. Outra característica que diferencia-os das fêmeas é que eles têm a garganta preta e escura.

A época de reprodução ocorre entre abril e junho. Por isso, se você está pensando em visitar as Canárias nessas datas, é muito provável que encontre vários lagartos.

Por que há tantos lagartos nas Ilhas Canárias?

Acredita-se que a existência desses lagartos tem a ver com a evolução das ilhas, como aconteceu no caso dos tentilhões nas ilhas Galápagos, que Darwin observou.

Além disso, a evolução insular é diferente da evolução que pode ser vista nos continentes, pois se limita aos primeiros espécimes que chegaram ao local.

Portanto, é fácil ver um número menor de espécies do que seria visto em outras áreas da Terra.

lagartos das ilhas canárias

Outro aspecto digno de nota da evolução da ilha é que espécies muito diferentes tendem a se desenvolver e se tornar únicas na área.

Dessa forma, mesmo comparando-as com as espécies mais próximas, ambas apresentam características muito diferentes.

Assim, acredita-se que, devido à evolução ocorrida há milhões de anos, esses lagartos se estabeleceram nas ilhas e evoluíram para se tornar o que conhecemos hoje. Será verdade?

O lagarto de Gran Canaria

Você pode ver na ilha de Gran Canaria uma variante de Gallotia que é capaz de atingir 80 centímetros de comprimento.

Por isso, é considerada a maior do arquipélago. Tem características mais peculiares, comparadas com as do de Tenerife.

Assim, sua cor varia do cinza ao vermelho escuro. No entanto, como acontece com muitos exemplares do lagarto de Tenerife, também tem listras perfeitamente desenhadas nas costas.

lagartos nas ilhas canárias

Apresenta dimorfismo sexual, já que a cabeça do macho é extremamente maior que a da fêmea.

Curiosamente, parece que esses lagartos se adaptaram ao longo do tempo à presença humana e começaram a reduzir de tamanho. Dessa forma, conseguem se esconder com mais facilidade.

Não há necessidade de temer este animal, pois eles são onívoros. No entanto, caso não encontrem alimento, muito provavelmente se devoram a si mesmos.

É algo realmente estranho de se ver em um animal não-carnívoro, razão extra pela qual esses lagartos são realmente especiais.

Se você já encontrou algum, provavelmente notou que são inquietos e assustados. Um dos motivos para isto é porque são presas de alguns animais, como a pequena coruja, o corvo, o abutre ou o francelho comum.

Dessa formadevem estar sempre alertas, o que faz com que ver um ser humano rondando por perto os deixe com muito medo.

É curioso conhecer animais que só conseguiram se desenvolver em pequenas ilhas, como o lagarto da Gran Canaria.

Você já sabe que, se quiser conhecê-los mais de perto, esse é o único lugar onde os encontrará. Tem coragem de fazer essa viagem?