O pós-operatório de um gato: conheça alguns cuidados básicos

novembro 8, 2019
Durante o pós-operatório do seu gato, você deve estar atento ao seu felino para garantir uma recuperação ideal e para que não ocorram complicações.

Depois de uma castração, esterilização ou cirurgia específica, os gatos passam por um período pós-operatório. Durante esse período, os felinos vão precisar de alguns cuidados específicos para que possam ter uma recuperação ideal. A seguir, vamos mostrar como deve ser o pós-operatório de um gato.

Por que é recomendável castrar os gatos?

Antes de falar especificamente sobre o pós-operatório, queremos lembrar a importância da castração ou esterilização. Além de permitir um controle reprodutivo eficaz, essas práticas ajudam a prevenir inúmeras doenças e problemas comportamentais dos gatos.

No entanto, é essencial enfatizar que estes são dois procedimentos diferentes. Na castração, os órgãos reprodutivos, ou seja, os testículos dos machos e os ovários ou o útero das fêmeas, são removidos.

Por sua vez, a esterilização tenta impedir que os gametas sexuais se encontrem para a fecundação. Assim, nas fêmeas é feita a laqueadura de trompas, enquanto nos machos são seccionadas as vias que conectam o pênis e os testículos.

Ambos os procedimentos são igualmente eficazes como controle reprodutivo, ou seja, para evitar ninhadas indesejadas e para controlar a superpopulação de rua.

No entanto, somente a castração é eficaz no combate ou prevenção de comportamentos relacionados ao desejo sexual, tais como fugas ou demarcação de território.

Gato tomando anestesia

Porém, antes de se decidir entre castrar ou esterilizar os seus gatos, é essencial consultar um veterinário. O profissional treinado também poderá orientá-lo quanto à idade mais apropriada para executar esses procedimentos.

O período pós-operatório de um gato

Depois de passar por uma cirurgia, o seu gato precisará se recuperar para retomar a sua rotina e as suas atividades diárias. A duração do pós-operatório do seu gato vai depender da complexidade da cirurgia, da idade, do tamanho e do estado de saúde do animal.

No entanto, os cuidados oferecidos pelos donos também podem acelerar ou retardar a recuperação dos seus felinos. O seu gato estará especialmente sensível durante esse período e, portanto, a sua dedicação será a chave para a sua recuperação.

Para te ajudar, vamos listar os principais cuidados durante o período pós-operatório do seu gato. Lembre-se de que o seu felino também deve ser acompanhado por um veterinário para garantir uma recuperação ideal.

Cuidados básicos para o pós-operatório de um gato

  • Recuperação da anestesia

O primeiro passo do pós-operatório do seu gato é a recuperação da anestesia. O tempo que o gato vai levar para acordar depende da sua estrutura física e idade, bem como do tipo de anestesia, que varia de acordo com a complexidade da cirurgia.

Cuidados básicos para o pós-operatório do seu gato

Em geral, a anestesia não representa um risco para a saúde dos gatos, de tal forma que o seu gato estará acordado em algumas horas. A partir de então, será essencial prestar muita atenção para que ele não tente remover os pontos da cirurgia.

Para que o animal não toque a área operada com a boca, muitos veterinários recomendam o uso de um colar isabelino durante o primeiro dia de pós-operatório do gato.

  • As primeiras horas após a operação

As primeiras 24 ou 48 horas após a cirurgia geralmente são consideradas as horas-chave do pós-operatório. Nestes primeiros dias, vamos permanecer bem atentos ao comportamento e à cicatrização dos nossos gatos.

Se identificarmos qualquer sintoma ou anormalidade, devemos ir à clínica veterinária imediatamente.

Depois de se recuperar da anestesia, o seu gato vai começar a se mover lentamente e, provavelmente, estará com fome e sede. Nas primeiras horas do pós-operatório, os gatos ainda estarão fracos e vão andar de forma instável.

Para criar um espaço adequado, podemos fornecer uma superfície acolchoada aos nossos gatos, impedindo assim que eles se machuquem quando caírem, além de proporcionar um maior conforto.

Gatos se recuperando da anestesia

Antes de dar comida, devemos oferecer água fresca e limpa, sempre em pequenas quantidades. Se beber muito líquido bruscamente, o seu gato pode vomitar e isso só vai dificultar a sua recuperação.

É possível que o seu gato não demonstre muito interesse pela comida, porque ele ainda está se recuperando do estado de anestesia. Idealmente, ofereça papinhas ou alimentos úmidos, que são mais fáceis de digerir e estimulam o apetite do seu gato.

  • Curativos

Outro cuidado fundamental durante o período pós-operatório do seu gato será manter o corte limpo e fazer os curativos necessários para a cicatrização. O veterinário vai te orientar quanto aos medicamentos e curativos de que o seu gato vai precisar durante este período.

Sem dúvida, é essencial seguir as instruções do veterinário para promover a recuperação do seu gato. Se o seu gato estiver muito ansioso e quiser tocar o corte constantemente, o melhor a fazer é recorrer a um colar isabelino.

Geralmente, os cortes levam de 10 a 12 dias para cicatrizar completamente. Após esse período, os pontos serão removidos, se necessário.

  • Carinho

Por último, mas não menos importante, devemos nos lembrar de que os nossos gatos vão precisar do nosso amor para que possam se recuperar adequadamente.

Assim, além de proporcionar um ambiente confortável e tranquilo, lembre-se de reservar um tempo especial para cuidar do seu gato e expressar o seu carinho.