Principais doenças do cavalo

julho 4, 2018
Muitas dessas condições estão relacionadas aos hábitos alimentares. Problemas virais e infecção por picadas de insetos também podem ocorrer, o que pode ser muito sério.

O cavalo é um animal herbívoro que vive na terra há 50 milhões de anos. Existem mais de 400 raças diferentes, que habitam quase todos os países do mundo. Este equino vive na natureza em grupos e é um ser muito sociável. No entanto, eles são delicados, por isso, neste artigo, informaremos sobre as doenças do cavalo.

Por ter apenas um estômago, e muito pequeno, ele precisa comer a maior parte do dia. Seu sistema digestivo, característico de animais herbívoros, é a principal causa de algumas doenças do cavalo, como a cólica. No entanto, esta não é a única patologia que este belo e nobre animal pode ter.

Para prevenir ou curar as principais doenças do cavalo, você deve estar ciente de vários sinais, como respiração, mudança de comportamento, suas patas e pés, o aparecimento de anomalias em suas fezes, além do brilho do pelo, entre outros.

Cavalos comendo

Algumas doenças do cavalo

Tétano

Esta infecção é causada por uma bactéria que se aloja na ferida do animal. Como o tétano pode causar paralisia respiratória e, subsequentemente, a morte, é essencial ir ao veterinário imediatamente após a detecção de ferimentos ou de lesões no cavalo.

Alguns dos sintomas do tétano são rigidez nos músculos da mandíbula, patas traseiras e pescoço. Além disso, como a presença de feridas é comum em cavalos, o melhor investimento é vacinar o cavalo contra o tétano uma vez por ano.

Sendo mais frequente e popular em cães, a sarna também é uma das doenças mais típicas do cavalo. O ácaro é um parasita que provoca uma condição da pele conhecida como sarna, que causa diminuição do apetite, bolhas, crostas e feridas no animal.  

Muitas vezes, esse parasita parecido com uma traça, é resistente a tratamentos convencionais. Produzir sua eliminação requer um grande conhecimento sobre seu ciclo biológico.

O ácaro se aloja em lugares e climas úmidos, portanto, limpar e desinfetar o habitat do cavalo é uma das medidas mais eficazes para a prevenção da sarna.

Gripe

gripe também é uma das doenças habituais do cavalo. Esta patologia é a causa da febre alta, tosse seca, conjuntivite, cólica e fraqueza. Esses sintomas, por sua vez, geram uma diminuição no apetite e no consumo de alimentos e, se o quadro piorar, pode durar meses e levar à bronquite.

A gripe ou gripe equina é altamente contagiosa e, infelizmente, não há tratamento que elimine o vírus. Os antibióticos apenas ajudam a minimizar os sintomas secundários ou o agravamento dos sintomas. Se uma vacinação anterior atuar como prevenção, ainda assim isso não garantirá que o cavalo não venha a contrair uma gripe no futuro.

Caxumba

No caso da caxumba, esta é uma doença com alta taxa de infecção. Ela é facilmente identificada, porque os gânglios linfáticos do cavalo ficam muito inchados na área da mandíbula.

Cólica

Ao contrário do que acontece com os seres humanos, as cólicas são uma importante causa de morte de cavalos. No entanto, tanto suas origens quanto sua prevenção, encontram sua solução na qualidade da água e dos alimentos que são fornecidos ao animal.

Pôneis

Encefalite

A encefalite em cavalos é causada por uma infecção, geralmente por picadas de mosquitos, que gera uma inflamação cerebral e pode levar a convulsões e paralisia.

Atualmente, a encefalite é uma patologia grave com um prognóstico muito ruim. Portanto, é aconselhável tentar a prevenção através da vacinação, desinfecção dos locais utilizados como habitação do cavalo, e a separação e isolamento dos animais doentes.

A laminite

A laminite é uma inflamação no dedo do cavalo causada pela interrupção do fluxo de sangue para a lâmina do casco do cavalo. É necessário salientar que é possível prevenir essa doença tomando o cuidado de não superalimentar o cavalo.

Doenças derivadas de carrapatos

A picada de carrapatos, alojados na pele do cavalo, é a fonte de muitas de suas doenças. Este é o caso da doença de Lyme, de natureza bacteriana, ou da chamada erliquiose equina.

Outras patologias que são transmitidas ao cavalo por carrapatos são anemia extrema ou a chamada febre do carrapato do Colorado, uma infecção viral muito grave.