Principais problemas de um aquário

· julho 14, 2018

Ter peixes em um aquário sempre foi algo atrativo. Estamos falando de animais de estimação que são relativamente fáceis de serem cuidados em ambientes que fazem parte da decoração da casa. No entanto, há aqueles que entram no mundo do aquarismo sem entender os principais problemas de um aquário.

Os aquários marinhos controlados podem ter desvantagens significativas que colocam a vida de seus peixes em risco. Alguns desses serão notórios, mas a solução nem sempre é tão simples.

O importante é aprender a lidar com essas situações para proteger a vida de nossos animais de estimação. O objetivo: ter um aquário que seja e pareça saudável.

Alta concentração de amônia

Este é um problema difícil de ser notado. Mesmo com uma porcentagem elevada, a água geralmente permanece da mesma cor e não há grandes variações observáveis ​​no aquário. No entanto, o peixe sofre sérios riscos de intoxicação quando isso ocorre.

A amônia aumenta quando enchemos o aquário pela primeira vez. Portanto, não é recomendável introduzir peixes nele nas primeiras duas ou três semanas após o enchimento. Mas, além disso, este composto aparece quando não trocamos a água ou quando há problemas com o filtro.

peixes no aquário

A melhor maneira de evitar isso é trocar uma porção de água de vez em quando e manter o filtro sempre ativo. Se um peixe morrer ou se colocarmos muitos espécimes no aquário, é provável que esse fenômeno indesejado ocorra.

Algas indesejáveis

Ter plantas marinhas é uma boa opção, mas, se de repente, aparecerem algumas algas, isso é ruim. A principal causa desta desvantagem é a alta concentração de fosfato, ou mesmo a exposição excessiva do aquário à luz solar.

água da torneira às vezes vem com uma certa quantidade de fosfato, que se concentra em água parada. Para combater esse problema, a primeira coisa é realizar um teste para detectar se os níveis deste composto estão altos.

Mas, se quisermos que as algas desapareçam, temos duas alternativas práticas que nos ajudarão a longo prazo: a primeira é a incorporação de peixes e outros animais que comam algas e, a segunda opção, colocar plantas marinhas. Estas são úteis para absorver o fosfato.

Água de cor verde

Este é um dos principais problemas de um aquário. E, de fato, mais do que um inconveniente, é a consequência de algo que mencionamos anteriormente: o aparecimento de algas. Para ser mais preciso, isto é o que está causando essa coloração na água.

Existem produtos especiais que são usados ​​para que esses resíduos caiam diretamente no substrato do aquário. No entanto, o principal a fazer é atacar a origem do aparecimento das algas, ou seja, a alta concentração de fosfato, a luz solar, etc.

Posicionar o aquário em um local onde a luz solar não o atinge diretamente pode evitar esta situação.

Fungos de aquário

Entre os principais problemas de um aquário está o crescimento de fungos. Estes afetam diretamente o peixe, aderindo à sua boca e a outras partes de seu corpo. Além disso, eles são visíveis a olho nu, porque aparecem como pontos ou manchas brancas que invadem certas áreas escamadas.

Podemos classificar esse problema como uma doença que atinge este tipo de animais de estimação. A melhor maneira de evitar esse mal é a manutenção habitual do aquário: troca da água, implementação de filtro, etc.

Há antibióticos fornecidos em gotas que podem fazer com que um peixe afetado volte ao normal.

aquário

O mau cheiro é um dos principais problemas de um aquário

Isso se destaca entre os principais problemas de um aquário e, muitas pessoas, passam por isso pelo menos uma vez. Em geral, o mau cheiro é causado pelo excesso de comida, ou quando há muitos peixes para as dimensões do aquário.

As soluções dependerão da origem do problema. O melhor a fazer nesse caso é comprar um aquário maior, se pretendemos aumentar o número de peixes. Devemos também controlar aspectos como o excesso de comida e até mesmo a qualidade da mesma.

Outras ações, como trocar o carbono do filtro e substituir a água, podem resolver a situação. Devemos ter cuidado com o uso excessivo de sabão ao lavarmos o recipiente ou os elementos decorativos do aquário. Longe de contribuir, podemos envenenar os nossos animais de estimação e remover microrganismos úteis.

Outros problemas, como a alteração da cor da água para uma marrom, se originam quando colocamos troncos no habitat marinho. A conclusão lógica é que os principais problemas de um aquário se originam por falta de manutenção e cuidados.