Pumi, uma nova raça de cães

Fevereiro 24, 2017

Recentemente, o Clube Canino Americano anunciou a raça de cães de número 190 no mundo. Oficialmente, já há um novo tipo de cachorro neste planeta. Essa nova raça de cães foi chamada de Pumi.

Os Pumis são originários da Hungria e, desde 2014, já tinham sido apresentados ao Clube Canino Americano, mas faz bem pouco tempo que sua existência foi oficializada. O novo “indivíduo” da lista tem uma aparência amistosa e atlética. Os membros desta nova raça podem ser excelentes colegas para aqueles que gostam de sair para passear ou até mesmo de fazer exercícios com um pet.

Quais são as características do Pumi, a nova raça de cães

Esta nova raça de cães tem uma aparência atlética e amistosa. É desses animais de estimação que todos queremos em nossos lares para brincar com eles, praticar exercícios, desfrutar de sua companhia e ou apenas agradá-los.

Uma ampla maioria dos exemplares de Pumis são cinzas ou com tons de cinza aceitos pelas exibições caninas. Os Pumis cinzas nascem pretos, mas começam a clarear gradualmente a partir de 6 ou 8 semanas.

O tom final pode ser predito pela cor de seus progenitores. É normal ver exemplares de cores pretas, brancas e maszkos fakó, que é uma cor entre o amarelo e o marrom.

O manto é encaracolado, de pelos grossos e longitude média. Aconselha-se que nesta nova raça de cães os pelos sejam desembaraçados a cada semana e que se corte os pelos a cada 2 ou 4 meses.

É bem conhecida a característica de suas orelhas, sempre alertas e muito vivas, erguidas e com a ponta dobrada para baixo. São cobertas de pelos mais longos que o resto do corpo.

Seu focinho é pronunciado, ocupa quase a metade da cabeça. Os olhos são pequenos, escuros e ligeiramente oblíquos, e seus movimentos são vivos e energéticos. Quanto a seu tamanho, o macho tem entre 41 e 47 cm de altura e pesa de 10 a 15 kg. A fêmea mede entre 38 e 44 cm e pesa de 8 a 13 kg.

A personalidade desta nova raça

raca-de-caes

O Pumi é um animal que pode ser muito protetor com sua própria família, mas é sempre reservado com os que não conhece. Por isso, a socialização deve começar desde o início de sua vida. Trata-se de uma raça viva e ativa, inteligente e que late facilmente. São moderadamente fáceis de treinar, sobretudo utilizando brinquedos e comida.

Se for escolhido para o trabalho em campo, o Pumi é muito atento, alerta, tenaz, incansável, valente (com animais maiores ou menores) e eficaz em suas tarefas.

Em casa, acompanhado de sua família, é muito alegre, leal e prudente com aqueles que não conhece. Talvez se entedie facilmente ou não fique muito tempo quieto. Se ficar muito tempo só, pode se tornar nervoso, compulsivo e destrutivo.

A saúde do Pumi

Em geral, estes cães desfrutam de uma boa saúde, com uma expectativa de vida de entre 12 e 14 anos, ainda que se saiba de casos de Pumis que viveram por 19 anos.

Como é uma raça “rústica” e apta para os trabalhos no campo, não costuma apresentar muitos problemas ou adoecer facilmente. É importante que se tenha muita atenção à pelagem, porque ele está propenso a sofrer com alergias, e também com os ouvidos, já que pode vir a apresentar infecções e fungos.

Entre as principais doenças do Pumi estão os problemas dos ossos, como as luxações e as displasias de quadril.

Se o deixarmos ao ar livre com frequência, é aconselhável analisar se ele não tem nenhum inseto, parasita ou espinhos em seus pelos ou patas.

Um animal dinâmico

Em sua origem, os Pumi sempre foram utilizados como cães pastores. Na atualidade, são utilizados em exibições, exercícios de agility, dog dancing e caça. Também podem ser treinados para detecção, busca e resgate.

O Pumi é conhecido na Hungria, Suécia e Finlândia. Fora destes países, é pouco conhecido. Requer uma boa quantidade de exercícios, passeios e atividades. Eles adoram brincar e correr. Adaptam-se tanto à vida rural como urbana, desde que cumpramos com seu treinamento físico.

Utilidades e capacidades

Trata-se de uma raça protetora da família, reservado com aqueles que não conhece, mas que costuma se socializar sem muitos problemas. O Pumi é muito vivaz, inteligente, ativo e costuma latir com frequência.

Recomendados para você