Qual é o espaço necessário para ter um cachorro grande?

julho 2, 2019
É verdade que um cachorro grande precisa de um espaço amplo para viver? A seguir, falaremos sobre todas as variáveis ​​que você deve levar em conta, dependendo do cão que escolher.

Na hora de adotar um cão, muitas pessoas têm dúvidas sobre o espaço necessário para ter um cachorro grande. Embora esta seja uma questão muito importante para uma adoção responsável, existem muitos mitos sobre a relação entre o tamanho do cão e a sua necessidade de espaço.

Logicamente, não é confortável ou sustentável ter um São Bernardo em um apartamento pequeno, por exemplo. No entanto, não é verdade que existe uma relação linear ou diretamente proporcional entre o tamanho do cão e o espaço de que eles precisam para viverem felizes.

A seguir, vamos tentar derrubar esse mito sobre o espaço necessário para ter um cachorro grande.

A necessidade de espaço não depende apenas do tamanho

Em geral, tendemos a pensar na necessidade de espaço que um cão tem de acordo com o seu tamanho. Ou seja, quanto maior o cão, maior o espaço que precisamos para cuidar dele.

É claro que a lógica e o senso de responsabilidade devem sempre nos guiar ao escolher o cão ideal para nosso lar e estilo de vida. O fato de ter um cão grande, como um Terra Nova ou um São Bernardo, faz com que eles precisem de algum espaço para se desenvolver e se mover livremente.

Se você mora em um apartamento pequeno, seria mais conveniente escolher um cão de tamanho pequeno ou médio. Se, por outro lado, vive em uma casa ou em um apartamento de boas dimensões, pode pensar em ter um cachorro grande.

No entanto, o espaço de que cada cão precisa para viver feliz e saudável envolve outras variáveis ​​além de seu tamanho. Por exemplo, a necessidade de exercício físico, personalidade e hábitos desempenham um papel central na determinação de quanto espaço um animal precisa.

Cão de apartamento

Border Collie: quando tamanho e espaço não andam juntos

Provavelmente, o Border Collie é o melhor exemplo de que tamanho e espaço nem sempre são proporcionais. Portanto, vamos usá-lo para explicar como a personalidade e as necessidades de cada cão são ainda mais importantes do que seu tamanho.

Apesar de ser um cão mediano e magro, o Border Collie é hiperativo e tem um forte instinto de pastoreio. Embora ele possa viver em um apartamento por causa de seu tamanho médio, dificilmente encontraria as condições ótimas para se desenvolver.

É quase impossível para o dono de um cachorro hiperativo suprir a necessidade de exercício físico desse animal enquanto vive em um apartamento. Para um Border Collie gastar toda a sua energia, por exemplo, seriam necessárias três a quatro caminhadas diárias de quase uma hora.

Por todas estas razões, recomenda-se ter cães médios ou grandes com muita energia em espaços maiores. Um Border Collie, por exemplo, geralmente aprecia mais viver em uma casa de boas dimensões que possua espaços abertos, como um jardim ou um quintal.

O espaço necessário para ter um cachorro grande varia de animal para animal

Cada cão possui uma personalidade que, em parte, está relacionada à sua linhagem e herança genéticaNo entanto, a educação e o ambiente fornecidos pelos donos são decisivos para o comportamento de cada cão.

Portanto, há cães naturalmente mais ativos, aventureiros e expressivos, enquanto outros são mais reservados, independentes ou calmos. Logicamente, os cães mais enérgicos precisarão ter um espaço razoável para poder se expressar livremente e gastar sua energia.

Cachorro com seu dono

Uma pessoa hiperativa que vive trancada ou uma que tenha uma rotina sedentária podem ter problemas comportamentais. Portanto, se queremos ter um melhor amigo ativo em um apartamento, é melhor optar por cães pequenos, como o Yorkshire, o Poodle ou um Cocker Spaniel.

Os cães familiares e brincalhões, como Labrador e Golden Retriever, muitas vezes também vivem bem em apartamentos espaçosos, desde que os seus responsáveis se comprometam a fazer caminhadas diárias e também a proporcionar-lhes uma estimulação mental adequada.

Devemos ter em mente que a companhia de seus donos é um aspecto essencial para que esses animais mantenham um comportamento equilibrado.

Em resumo: quando decidimos ter um cão grande, devemos olhar não apenas para seu tamanho, mas também para sua personalidade e suas necessidades.

Nem sempre um cão grande precisa viver em uma mansão para ser feliz. Com o amor e a dedicação de seus donos, esses animais impressionantes podem desfrutar de uma vida saudável e feliz, seja em uma casa ou em um apartamento.