As 12 raças de cães mais agressivas

Qualquer cão é agressivo sem educação adequada. No entanto, aqui você encontrará alguns dos cães que são mais propensos à agressividade devido à sua genética.
As 12 raças de cães mais agressivas

Última atualização: 30 abril, 2022

Não é fácil fazer uma lista das raças de cães mais agressivas, uma vez que todos os cães têm personalidade própria e o seu comportamento depende muito da educação que recebem. No entanto, certas variedades selecionadas para atuar como guardiãs ou guarda-costas têm maior tendência ao ataque e à territorialidade.

Um cão é considerado agressivo quando exibe comportamentos perigosos para humanos ou outros animais. Essa categoria inclui latidos, ataques, investidas e marcações territoriais. Seguimos com a lista dos cães mais conflitivos em um nível geral.

As 12 raças de cães mais agressivas

As raças que você vai ver a seguir não estão nesta lista pelo número de vezes que agrediram uma pessoa, e sim pela tendência à territorialidade e à superproteção de seus tutores. Ou seja, eles têm um correlato genético que os torna propensos a isso, mas um espécime não precisa necessariamente ser agressivo.

1. Chihuahua

O chihuahua, apesar de seu pequeno tamanho, cria um forte vínculo com seus tutores e tende a superprotegê-los. São cães de temperamento forte que tendem a ser reativos e territoriais caso não recebam uma educação adequada. Eles certamente representam a ideia de que o tamanho não importa.

Precisamente pelo seu pequeno tamanho, estranhos se sentem confiantes e os acidentes acontecem.

Um chihuahua agressivo olhando para a câmera.

2. Dachshund

Esses cães foram cruzados artificialmente para caçar o texugo, animal que se caracteriza pela ferocidade na hora de se defender. Portanto, uma educação ruim em um dachshund pode levar a um cão que não redireciona seu instinto de caça e mostra reatividade a estímulos que considera perigosos.

Um dachshund agressivo.

3. Chow Chow

Originário da China, esse cão tem sido utilizado como cão de caça e pastoreio, bem como como guardião. Portanto, tende a ser territorialista e dominante. Não são animais indicados para iniciantes na educação canina, embora se destaquem por possuírem um porte mais bonito e único.

Além disso, eles não têm uma boa visão periférica, por isso é fácil assustá-los.

Um chow chow e sua língua azul.

4. Doberman

O doberman está incluído na lista das raças de cães mais agressivas pelo mesmo motivo dos anteriores: é uma variante criada a partir do pinscher para servir de guarda-costas de cobradores de impostos na Alemanha. É por isso que tende a ser superprotetor e reativo.

Um doberman gigante.

5. Dálmata

O dálmata é um cão com um alto nível de atividade, o que, aliado ao seu tamanho médio e baixa educação e socialização, pode dificultar o seu manejo. Requer atenção e disciplina constantes para que essa energia não se transforme em reatividade.

Um dálmata olhando para a câmera.

6. Rottweiler

Um cão desse tamanho, criado para a caça de ursos e com alto nível de energia, requer atenção especial se for ficar em casa. Rottweilers tendem a ser territoriais e protetores de seus tutores, então precisam ser socializados desde cedo.

As diferenças entre o Rottweiler americano e o alemão são múltiplas.

7. Jack Russell Terrier

Em geral, os cães criados para caça são geralmente incluídos nas listas das raças de cães mais agressivas. No caso do jack russell terrier, seu pequeno tamanho era usado para caçar animais que fugiam para tocas, como raposas e texugos.

Essa raça é conhecida por ser teimosa e intolerante, por isso não é recomendada para famílias com crianças.

Um jack russell terrier de perfil.

8. Pastor-alemão

Embora seja verdade que o instinto de pastoreio é forte nessa raça, esses cães não se caracterizam por serem cães precisamente agressivos. No entanto, é verdade que essa tendência de defesa do “rebanho” pode se transformar em agressividade pela proteção se não for proporcionada uma educação e socialização adequadas.

Uma das raças de cães mais agressivas.

9. Pitbull

A robustez e força desse cão respondem a um fato muito doloroso: é uma raça criada para ser um cão de luta. Portanto, você pode imaginar que as características psicológicas que foram buscadas ao gerá-lo foram reatividade e agressividade.

Quando a briga de cães foi proibida nos Estados Unidos, uma nova linha genética de pitbulls foi criada com um caráter mais gentil e adequado para a vida familiar. No entanto, ainda são cães reativos e tendem a ser superprotetores com seus tutores, por isso precisam de atenção especial em sua educação.

Um dos cães mais agressivos do mundo.

10. Husky Siberiano

Criados para puxar trenós por horas nas terras inóspitas da Sibéria, os huskies tendem a ser territoriais e não se dão muito bem com outros cães se não forem socializados desde filhotes. A demanda por exemplares disparou após a estreia da série Game of Thrones e, a partir de então, os correspondentes abandono quando os filhotes se tornaram adultos com um caráter rude.

Um cachorro com focinho.

11. Akita Inu

Essa raça foi criada no Japão para ser um cão de guarda. É um cão forte, de caráter independente e que desconfia de estranhos. Portanto, um espécime pode se tornar agressivo se cair nas mãos erradas. Também não é uma raça adequada para iniciantes.

Um feliz Akita Inu.

12. Shar pei

Também independente e leal em caráter, o shar pei se caracteriza por seus problemas com estranhos, dada sua genética de cão de guarda. Porém, quem se acostuma com seu temperamento consegue fazer dele um cão educado e respeitoso.

O cuidado no Shar Pei é específico.

Como você pode ver, são 3 palavras que se repetem muito nesse espaço: guardião, pastor e caça. Já que falamos de raças puras, é necessário ressaltar que o perigo que esses cães representam vem do fato de que, em algum momento, algum ser humano desejou um cão agressivo. Se você pretende ampliar a sua família, escolha o cão que mais combina com você e eduque-o com base no carinho e no respeito.

This might interest you...
Os 10 animais mais agressivos do mundo
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Os 10 animais mais agressivos do mundo

Os animais mais agressivos se caracterizam por serem predadores ferozes, muito territoriais ou que devem se defender de inimigos perigosos.