Raças de cães que sofrem no calor

· setembro 23, 2018
Com a chegada do verão, as altas temperaturas são especialmente irritantes para alguns cães, por isso é necessário tomar precauções e alguns cuidados.
Por muitas razões, podemos dizer que os animais parecem pessoas. Eles também sofrem com as mudanças climáticas, como nós. Por exemplo, existem algumas raças de cães que sofrem no calor e realmente têm dificuldades no verão. Saiba quais são elas neste artigo.

Quais são as raças de cães que sofrem no calor?

A chegada do verão não passa despercebida para ninguém, nem mesmo para os animais de estimação. Muitos proprietários cometem o erro de querer passar mais tempo ao ar livre com seus cães quando está quente. Por conta disso, muitas vezes, os donos se esquecem das limitações dos seus animais de estimação.

Embora existam raças adaptadas a climas tropicais, também existem raças de cães que sofrem no calor. Eles precisam de mais cuidado quando as temperaturas estão altas. Por exemplo, uma tosa mais curta, ficar perto do ar condicionado ou banhos com mais frequência. Entre as raças de cães que sofrem no calor, estão as seguintes:

1. Buldogue Inglês

Um dos problemas que as raças braquicéfalas têm é a dificuldade para respirar. Por isso, esses cães sofrem muito durante o verão. O buldogue inglês – foto que abre este artigo – é propenso a choques térmicos devido à forma do seu crânio. Além disso, esse cão tem muita dificuldade de resfriar o corpo adequadamente.

Estes cães precisam estar sempre em locais frescos e arejados, à sombra e com boa quantidade de água disponível. Se você está pensando em adotar um buldogue inglês, tome os devidos cuidados com seu cão durante o verão.

2. Chow-chow

O principal problema deste cão que parece um leão e tem a língua azul é a quantidade de pelos. Por ter sido criado para ambientes com neve ou baixa temperatura, esse animal também possui uma camada dupla de gordura. Por isso, ele sofre com o calor quase sempre, mesmo depois de tosado!

Chow-chow

Os donos de chow-chow optam por tosá-lo no verão, embora isso também possa ser prejudicial à saúde do animal. Se estiver exposto ao sol, não poderá reduzir a temperatura corporal. Além disso, poderá sofrer queimaduras na pele. Por esse motivo, recomenda-se cortar o pelo e deixá-los à sombra e com água durante toda a estação quente.

3. Pequinês

Esta raça “combina” os problemas das duas anteriores. Por isso, é uma das que mais exigem cuidados no verão. É um braquicefálico com nariz achatado e curto, por isso tem dificuldade em respirar. Além disso, também tem uma grande quantidade de pelo que não cai muito quando o verão começa.

Pequinês

A melhor maneira de evitar que um pequinês sofra insolação é não levá-lo para passeios durante o dia. Também é preciso evitar exercícios, mesmo moderados, porque podem ser letais para o coração do animal. Além disso, é necessário deixá-lo na sombra ou semipenumbra, especialmente ao meio-dia.

4. Boiadeiro de Berna

Este cão grande proveniente dos Alpes suíços é outro que sofre mais com o calor, devido, principalmente, ao seu pelo desgrenhado. Esta raça foi criada para pastorear ovelhas ou cabras na neve. Portanto, quando é retirado do seu habitat natural, esse cão sofre muito.

Boiadeiro-de-Berna

Todas as raças de pelos longos e densos, como o Boiadeiro de Berna ou São Bernardo, não são recomendadas para locais com temperaturas altas. Mesmo se cortarmos o pelo do corpo, a camada de gordura deles não permite que se resfriem adequadamente.

5. Lulu-da-Pomerânia

O último da lista de raças de cães que sofrem no calor é da Polônia, apesar de seus ancestrais virem da Finlândia. De tamanho pequeno, o lulu-da-pomerânia tem uma boa quantidade de pelo – uma juba similar a de um leão. E, portanto, prefere dormir em superfícies frias, mesmo no meio do inverno.

Lulu da pomerânia

Além disso, esta raça tem uma pele bastante sensível, com tendência a apresentar a dermatite e o eczema. Essas condições podem aparecer pelo contato com o sol ou pela tentativa dos donos de molhá-los quando estão muito quentes.

Há outros cães que sofrem muito no verão com as altas temperaturas, entre eles: o staffordshire bull terrier, o boxer, o pug, o shih tzu, o husky siberiano e o cavalier King Charles spaniel.