5 raças de gatos que não crescem

As raças de gatos que não crescem muito geralmente nascem através de um processo chamado endogamia, que mantém a pureza da linhagem. Embora isso expanda as escolhas de seus tutores ao escolher seu animal de estimação, a saúde de alguns deles também pode ser afetada.
5 raças de gatos que não crescem

Última atualização: 18 maio, 2022

Os felinos são famosos por sua bela aparência e comportamento único. Embora sejam reconhecidos por serem mal-humorados e solitários, são capazes de demonstrar profunda afeição por seus tutores. Além disso, o grande número de raças permite que existam gatos com diferentes cores, formas e tamanhos, já que alguns deles nem crescem muito.

Um dos maiores problemas ao tentar adotar um animal de estimação é o tamanho da casa, pois nem todos cabem em espaços tão pequenos quanto um apartamento. Nesses casos, raças de gatos que não crescem muito podem ser uma excelente opção. Continue a leitura para conhecer alguns exemplos desse tipo de felino.

Por que existem raças de gatos pequenos?

As raças de gatos pequenos aparecem devido a uma mutação genética que impede o crescimento normal dos ossos. Especificamente, esse problema causa instabilidade metabólica que afeta a produção do hormônio do crescimento, clinicamente conhecido como osteodistrofia.

A mutação de genes que produzem ou controlam o hormônio do crescimento é uma condição hereditária. Por esse motivo, os filhotes de gatos com essa aparência mantêm o tamanho característico de seus progenitores. No entanto, os humanos têm incentivado esse problema a ocorrer em diferentes raças por meio de endogamia, com o objetivo de obter um animal de estimação pequeno e adorável.

Gato branco deitado no chão

Embora os erros genéticos apareçam aleatoriamente, são os humanos que os fazem permanecer em certas raças para seu próprio benefício. No caso dos gatos, a aparência pequena, o nanismo, é uma condição que lhes confere vantagens no mercado pet, mas não os beneficia como espécie.

Isso fez com que vários criadores de gatos aproveitassem a situação e gerassem novas raças a partir dessa mutação. Portanto, hoje existe uma ampla seleção de felinos com tamanhos pequenos.

Raças de gatos com tamanho compacto

Apesar de terem uma mutação genética, é impossível negar que as raças de gatos pequenos são bastante carismáticas à primeira vista. Além disso, as características de cada um fazem com que qualquer família se apaixone, por isso é difícil ignorá-los. A lista a seguir compila os 5 felinos de tamanho compacto mais bonitos que existem.

1. Munchkins

O munchkin é um lindo gato nativo dos Estados Unidos que se caracteriza por ter membros bastante curtos. Embora possa não parecer, suas patas contam com músculos fortes que lhe permitem ser ágil e rápido. Portanto, esse aspecto não o impede de ter uma vida normal.

Esse felino também apresenta uma pelagem volumosa e macia, com uma grande variedade de cores como cinza, preto, vermelho, branco, marrom ou uma combinação das anteriores. Atinge um peso máximo de 4 quilos e a aparência de seu corpo lembra bastante a de um dachshund.

munchkins

2. Singapura

A raça de gato singapura é originária de Singapura, onde a população a considerava uma praga, que esteve prestes a desaparecer por volta de 1974. Atualmente, é bastante famosa na Grã-Bretanha e sua personalidade deslumbrou por ser muito carinhosa.

O nome comum para este felino era “gatos longkang“, que se traduz como “gato de buraco”. Isso se refere ao fato de serem tão pequenos que podem até entrar nos canos. Além disso, exibe uma pelagem curta e lisa com faixas de cores escuras, como preto ou marfim, mas é mais forte no dorso e mais clara na barriga.

3. Korat

O gato korat é uma raça tailandesa que apresenta uma bela pelagem monocromática azul prateada. Tem um tamanho médio que pesa cerca de 4 quilos em média, embora alguns possam ser menores. Conta com um corpo musculoso de aparência esbelta que o faz parecer fino e flexível. Como se isso não bastasse, esses gatos também têm olhos verdes que se destacam por seu físico.

4. Devon rex

A característica mais notável da raça devon rex é a forma particular de seu rosto, que é bastante semelhante aos gatos esfinge. Além disso, possui pelos encaracolados em todo o corpo que lhe conferem uma aparência curiosa e marcante, pois são tão curtos que em alguns exemplares podem ser vistas as dobras da pele. Quanto à sua cor, apresentam quase qualquer padrão existente, do monocromático ao tricolor.

5. Lambkin

O lambkin é um gato híbrido que vem da mistura entre um munchkin e um selkirk rex. Como consequência, obteve-se um felino de patas curtas (anão) que possui uma pelagem fofa e encaracolada semelhante à de uma ovelha. No entanto, os olhos de alguns exemplares podem se destacar demais e dar uma aparência assustadora. Mesmo assim, seu temperamento pacífico e afetuoso o torna uma excelente escolha como animal de estimação.

Como você pode ver, existem várias raças de gatos que não crescem muito e que podem ser uma boa escolha como companheiros. Não importa qual felino você escolha, sempre certifique-se de dar o cuidado que ele merece. Lembre-se de que ele só tem você como seu único e fiel aliado no mundo.

Pode interessar a você...
14 raças de gatos gigantes
Meus Animais
Leia em Meus Animais
14 raças de gatos gigantes

Embora não se destaquem pelo porte excessivo, existem algumas raças de gatos que podem ser consideradas gigantes. Confira aqui!



  • Silvestrini, P., Priviani, M. & Ruiz de Gopegui, R. (2008) Enanismo hipofisario congénito en un gato siamés. AVEPA, 28(3), 169-178.
  • Rueda, J. & Fernández, A. (1989) Osteodistrofias en el perro y en el gato. Revista ACEPA, 9 (1), 1-14.
  • The Cat Fanciers’ Association (2022) CFA Breeds. Recuperado el 16 de marzo de 2022, disponible en: https://cfa.org/breeds/
  • Kiat, S. & Peng, K. (2015) MINNAN (HOKKIEN) ANIMAL NAMES USED IN SINGAPORE. Lee Kong Chian Natural History Museum: Singapur.