Principais características do rouxinol-de-cauda-ruiva

março 21, 2020
O rouxinol-de-cauda-ruiva, apesar de sua personalidade esquiva, é denunciado pelo seu canto harmonioso.

O rouxinol-de-cauda-ruiva é cientificamente chamado de Larvivora sibilans. Trata-se de uma das espécies de rouxinol com o canto mais harmonioso.

Principais características do rouxinol-de-cauda-ruiva

O rouxinol-de-cauda-ruiva pertence à família dos muscicapídeos, que reúne um grupo de pássaros passeriformes. Eles apresentam uma distribuição característica dos dedos, na qual três dedos estão voltados para a frente, enquanto um está voltado para trás. Os muscicapídeos se distinguem principalmente por seguir uma dieta insetívora, para a qual utilizam o seu bico curto e largo.

Em relação à sua constituição física, possuem dimensões em torno dos 14 centímetros, sendo cobertos por uma plumagem marrom na frente, enquanto a cauda possui tons avermelhados e a barriga tem um tom esbranquiçado.

Rouxinol-de-cauda-ruiva

Suas asas são alongadas e fortes e, ao contrário de outras aves, não há dimorfismo sexual aparente entre machos e fêmeas. Os primeiros se distinguem por apresentar um canto mais frequente e elaborado.

Habitat e comportamento

Assim como os outros rouxinóis, esta é uma ave migratória. Mais especificamente, esta espécie passa o inverno no sudeste do continente asiático, além de frequentar o sul da China.

Com a chegada da temporada de reprodução, ele se desloca para as florestas de taiga localizadas na Mongólia, no nordeste do continente asiático. Em geral, a sua presença na Europa Ocidental é pontual ou inexistente.

O rouxinol-de-cauda-ruiva geralmente é encontrado em baixas altitudes e passa a maior parte do ano em florestas tropicais pluviais, com vegetação densa e árvores caídas.

Floresta de taiga

O período de reprodução ocorre durante os meses de junho e julho, quando eles constroem os seus característicos ninhos em forma de tigela, usando folhas velhas e secas, musgos ou acículas de pinheiros e abetos.

As fêmeas põem cinco ovos em média, que têm a casca azul-acinzentada com manchas marrons. No final de agosto, quando os filhotes alcançam uma certa autonomia, ocorre a migração para a Rússia e, semanas depois, eles vão para a península coreana.

Quanto ao seu comportamento, esta se distingue por ser uma espécie esquiva, com tendência a se esconder entre os galhos, passando despercebida diante das ameaças e, ao mesmo tempo, alcançando um maior sucesso na captura de insetos. A sua dieta é composta basicamente por formigas, aranhas, besouros e outros invertebrados terrestres.

O seu canto, mais harmonioso do que o de outros rouxinóis por observar a repetição de padrões melódicos, geralmente atinge a sua expressão máxima durante a época de reprodução e as horas noturnas. Também se caracteriza por fazer um estalo peculiar com a cauda.

Estado de conservação

De acordo com a chamada Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas, preparada pela União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) para funcionar como um inventário da biodiversidade mundialo rouxinol-da-cauda-ruiva está em situação pouco preocupante (least concern).

A colocação nessa categoria ocorre principalmente porque, apesar de sua presença irregular devido às peculiaridades do habitat necessário para a época da reprodução, ele possui uma distribuição significativa no continente asiático, tanto em termos qualitativos quanto quantitativos.