Sangramento interno em cães: como saber?

Você quer saber como detectar um sangramento interno em um cachorro? Nós vamos te contar!
Sangramento interno em cães: como saber?

Última atualização: 16 Janeiro, 2021

O sangramento interno em cães, ou hemoperitônio, é uma hemorragia que ocorre dentro do animal, causando acúmulo de sangue no abdômen. Da mesma forma, essa hemorragia pode ocorrer dentro do crânio e se tornar craniana.

Na maioria dos casos, é uma situação muito perigosa que coloca a vida do animal de estimação em risco. Da mesma forma, às vezes, quando ocorre dentro do cão, não percebemos a situação até a perda se tornar quase irreversível, pois, embora o sangue não saia, está fora do aparelho circulatório, por isso não cumpre, entre outros, a sua função de oxigenação.

Causas da hemorragia interna em cães

Causas do sangramento interno em cães

As causas do sangramento interno em cães são múltiplas e algumas delas podem ser mais comuns do que outras.

Trauma

Uma pancada forte, como ser atropelado ou cair de uma grande altura, pode causar hemorragias internas. Esses acidentes são as causas mais comuns de sangramento interno em cães. Os ossos, ao se quebrarem, podem romper órgãos e tecidos que, ao sangrar, colapsam o abdômen. Se a hemorragia for lenta, o cão pode ter uma chance se o levarmos rapidamente ao veterinário.

Tumores e câncer

Certos tipos de tumores, sejam benignos ou malignos, podem causar sangramento interno, como o câncer de baço ou hemangiossarcomas. Estes últimos são tumores nos vasos sanguíneos que acabam se rompendo e causando hemorragias. Além disso, são tumores muito agressivos.

Problemas de coagulação

Assim como os humanos, os cães também podem ter problemas de coagulação sanguínea congênita. Nesse caso, uma batida mesmo que leve pode causar um sangramento interno.

Por outro lado, o consumo acidental de venenos ou outras toxinas causa uma hemorragia interna que acabará rapidamente com a vida do cão.

Sintomas de hemoperitônio

Um sangramento interno pequeno, mas constante, que não seja causado por trauma, põe em risco a vida do nosso animal de estimação. No entanto, os sintomas podem ser sutis e podemos não estar cientes da situação. Algumas das mudanças que podemos notar no animal são:

  • Polidipsia ou sede excessiva. Uma hemorragia, mesmo que não seja externa, causa perda de líquidos e, portanto, muita sede.
  • Fraqueza, anorexia e apatia. O cão mudará de atitude e não terá vontade de se mover, comer ou brincar.
  • Dificuldade para respirar. Notaremos que o cão tem dificuldade para respirar e, além disso, sua respiração fica entrecortada.
  • Distensão abdominalO abdômen do cão incha devido ao fluido acumulado em seu interior. Além disso, esse sangue é o que causa a anormalidade na respiração, pois pressiona o diafragma.
  • Realizar o teste de recarga capilar é positivo. Se apertarmos a gengiva do cachorro com um dedo e depois soltá-la, veremos como a cor rosa usual não aparecerá ou levará mais de dois segundos para retornar.
  • A urina ou as fezes podem conter sangue.

Sintomas de hemoperitônio 

Tratamento do sangramento interno em cães

O tratamento do sangramento interno em cães dependerá, em todos os momentos, da causa do problema. Às vezes, se o problema que estiver causando o sangramento for corrigido, o sangramento vai parar. Por outro lado, pode ser que o sangramento pare por conta própria, mas será necessário suporte ou reforço para manter adequadamente os sinais vitais do cão. Para isso, vários tratamentos podem ser aplicados:

  • Suporte vital com fluidoterapia. Através de uma via intravenosa é constantemente administrado soro ao animal, para evitar hipovolemia.
  • Transfusões de sangue. Nem todos os veterinários realizam esse procedimento, embora existam bancos de sangue para animais de estimação aos quais podemos recorrer.
  • Oxigênio. Se o cão estiver muito doente, será necessário conectá-lo a uma máquina de oxigênio.
  • Se a causa do sangramento for um trauma, pode ser necessária uma cirurgia de emergência e o uso de analgésicos.
Pode interessar a você...
7 acidentes domésticos que podem ser perigosos para um cachorro
Mis AnimalesLeerlo en Mis Animales
7 acidentes domésticos que podem ser perigosos para um cachorro

Choques elétricos, intoxicações e quedas estão entre os acidentes mais corriqueiros que põem nossos cães em risco, mesmo dentro de casa.



  • Bobadilla, J. A., & Miranda, J. D. E. (2015). Medicina Interna en un Perro Adulto. Clínica veterinaria: abordaje diagnóstico y terapéutico1(2).
  • Cadéac, C. Enciclopedia veterinaria: Patología interna: mediastino, corazón, vasos y sangre.
  • Jiménez Osorio, T. K. (2017). Estudio descriptivo de registros ecográficos abdominales en perros.