6 razões pelas quais a biodiversidade deve ser conservada

Se perdermos a biodiversidade na Terra, perderemos tudo, pois todos os seres vivos do planeta são essenciais para a manutenção dos ecossistemas e das sociedades.
6 razões pelas quais a biodiversidade deve ser conservada

Última atualização: 08 Maio, 2021

Para conservar a biodiversidade, é necessário primeiro entender sua importância. Esse conceito está relacionado à vida na Terra e à sobrevivência de todas as espécies que a habitam, incluindo os humanos.

Por isso é imprescindível conhecer esse termo e tudo que ele abarca. A seguir, serão apresentadas as diferentes razões pelas quais a biodiversidade deve ser conservada.

O que é a biodiversidade e por que ela é importante?

A palavra biodiversidade ganhou relevância nos últimos anos, mas ainda não conseguimos entendê-la completamente. A população em geral tende a associá-la aos conceitos de fauna, flora e meio ambiente, mas é comum esquecer um elemento essencial: o ser humano.

Em primeiro lugar, devemos saber o significado dessa palavra. Comumente, a biodiversidade é definida como “a variedade de espécies animais e vegetais em seu ambiente”. No entanto, os padrões naturais que constituem a Terra e a influência humana também devem ser incluídos.

Assim, o conceito de biodiversidade faz referência a todas as espécies que coexistem em uma mesma área geográfica. Por sua vez, sua presença foi influenciada por fatores históricos e evolutivos, presentes em todos os níveis organizacionais de espécies e habitats.

Conceito de mapa de biodiversidade.

6 razões pelas quais a biodiversidade deve ser conservada

Uma vez conhecido esse conceito, o próximo passo é entender os motivos pelos quais a variedade de espécies do planeta deve ser conservada. Por esse motivo, alguns desses motivos serão explicados a seguir.

1. É o nosso sustento

Graças à biodiversidade da Terra, os humanos podem dispor de fatores essenciais como os alimentos, a água e o ar. Se os ecossistemas falharem irremediavelmente, perderemos o acesso a todos os recursos naturais e os serviços essenciais para a vida.

2. Sinônimo de saúde

Uma biodiversidade adequada é sinônimo de saúde. A partir dos diferentes habitats que a compõem e das espécies que nela residem, podem ser obtidos vários benefícios. Um dos mais importantes é o desenvolvimento de medicamentos.

Os medicamentos, sejam eles baseados na medicina tradicional ou moderna, são essenciais para favorecer a saúde da população. Sem eles, doenças que eram mortais há um século não poderiam ter sido combatidas.

3. Impacto no estilo de vida

A biodiversidade tem influência significativa na redução do estresse e da ansiedade, transtornos graves na atualidade. Para isso, os componentes ecossistêmicos que nos rodeiam apoiam a realização de exercícios físicos, por meio das paisagens que os compõem.

A biodiversidade também aposta no fomento da união social, pois nos permite optar por encontros ao ar livre e na natureza. Tudo isso favorece a redução do cortisol — hormônio do estresse — e aumenta a produção de hormônios relacionados à felicidade na espécie humana.

4. Combate a poluição e regula o clima

Os ambientes naturais são um bom sistema antipoluição, pois são claros indicadores da situação da área em que se encontram. Também reduzem o efeito estufa, o que favorece uma melhor qualidade do ar e do clima.

Em particular, o clima sofre os efeitos derivados de ações da natureza, como tsunamis ou terremotos. Em todo caso, os eventos em que houve intervenção humana também não podem ser esquecidos.

5. Favorece o desenvolvimento econômico da comunidade

Muitas populações estão profundamente relacionadas com a natureza, com vínculos que persistem há séculos. Um maior conhecimento dessas culturas aumentará o senso de responsabilidade individual com o cuidado do planeta.

Da mesma forma, ambientes saudáveis são um fator importante de desenvolvimento econômico e social para essas comunidades, mesmo no nível de indústrias biossustentáveis. Portanto, a biodiversidade é essencial para a evolução da comunidade.

6. Sua vulnerabilidade

Infelizmente, a biodiversidade é vulnerável e a falta de cuidado levou à grave situação atual. Para conservá-la —e cuidar de todas as espécies e ecossistemas que a compõem—, devemos conhecer os fatores que hoje devemos considerar.

Como podemos conservar a biodiversidade?

Hoje, a biodiversidade começa a sofrer as consequências decorrentes das ações realizadas pelos seres humanos. Dentre todas elas, podemos destacar as seguintes:

  • O consumo excessivo e insustentável.
  • O significativo aumento demográfico.
  • A grande demanda por recursos.

Cada uma dessas ações, à sua maneira, levou à destruição de habitats. Isso, por sua vez, significou que várias espécies foram adicionadas à Lista Vermelha e que seu estado de conservação piorou em muitos casos.

Além disso, vários ecossistemas também foram afetados, o que diminui sua capacidade de fornecer recursos e afeta seu clima. Para evitar essa situação, devemos combater todos os fatores que participam da degradação ambiental de uma forma ou de outra, tais como:

Ainda podemos agir, mas apenas se interrompermos todas as ações citadas acima. Para isso, é fundamental uma boa sensibilização da população: promovendo a utilização de energias renováveis, conscientizando sobre os recursos naturais disponíveis e estimulando ideias sustentáveis.

Poluição da terra.

Em última análise, a biodiversidade é o resultado de milhões de anos de desenvolvimento e evolução. Portanto, é fundamental preservá-la, pois sem ela a vida no planeta não é possível.

Se mesmo com todas essas razões não tivermos convencido alguém, podemos pensar em outras mais práticas com impacto imediato, como o seu papel no desenvolvimento econômico ou social. A biodiversidade é fonte de bens essenciais à vida e das grandes paisagens que nos permitem viver.

Pode interessar a você...
5 países com a maior biodiversidade
Meus Animais
Leia em Meus Animais
5 países com a maior biodiversidade

Os países com maior biodiversidade são aqueles que hospedam uma grande quantidade de flora e fauna em seu território. Saiba quais são!