Os 7 melhores pais do mundo animal

Ao contrário da ideia que se faz dos machos no mundo animal, existem algumas espécies que se destacam por terem os melhores pais do mundo.
Os 7 melhores pais do mundo animal

Última atualização: 29 Abril, 2021

Muitas vezes, os animais são considerados seres desprovidos de emoções ou preocupações. No entanto, quando se trata do cuidado e da sobrevivência de seus filhotes, algumas espécies deixam claro que são os melhores pais do mundo animal. Como Darwin indica em sua teoria da seleção natural, todo ser vive e morre por e para a reprodução.

Por essa razão, os pais às vezes arriscam sua sobrevivência apenas para proteger sua prole: embora não seja um mecanismo altruísta consciente, o compromisso de alguns seres vivos com seus filhotes é muito impressionante. A seguir, você vai encontrar uma lista de 7 animais que se esforçam para ser um exemplo a seguir.

1. Cavalo-marinho

O cavalo-marinho macho (Hippocampus hippocampus) é exemplar. É a única espécie animal – além do peixe-cachimbo – cujo macho engravida e zela pela proteção dos filhotes. Após uma dança nupcial em que macho e fêmea entrelaçam suas caudas, a fêmea passa os ovos para o macho.

O macho possui uma bolsa ventral que é coberta por um delicado tecido, no qual cada um dos ovos fica separado. Depois de 50 a 60 dias, o macho se agarra com a cauda a um coral que lhe permite dar à luz. Mais de 400 filhotes de cavalo-marinho podem emergir do ventre do pai em várias explosões e entrarão e sairão do seu corpo durante os primeiros dias, dependendo do perigo.

Um cavalo-marinho.

2. Pinguim-imperador

Os populares pinguins-imperador (Aptenodytes forsteri) são a maior e mais pesada espécie de sua família, medindo 120 centímetros de altura e pesando quase 45 quilos. Suas aparições na televisão, nos filmes e documentários revelaram uma de suas maiores características.

Depois que a fêmea põe o ovo, é o macho quem cuida dele e lhe dá calor até a eclosão do filhote. Esse processo dura 2 meses, em pleno inverno antártico. Quando o filhote nasce, o pai o alimenta com uma coalhada composta por 59% de proteínas e 28% de lipídios. Quando a mãe volta de sua alimentação, ela e o macho fazem uma constante troca de turnos.

Durante a incubação, o pai protege o ovo com uma dobra de penas. Ele o apoio na parte superior das patas e, assim, evita que toque no solo.

Os pinguins são os melhores pais do reino animal.

3. Lobo-cinzento

Apesar do estereótipo de fúria e perigo transmitido pelos lobos-cinzentos (Canis lupus), eles são mamíferos que se dedicam fortemente à criação dos filhotes, principalmente os machos. Além disso, são responsáveis por proteger a fêmea após o parto e cuidar dos recém-nascidos por quase um ano, durante os quais os ensinam a caçar e brincar.

Um lobo-cinzento.

4. Gorila

Esse enorme primata é um dos melhores pais do mundo animal. Os gorilas adultos são caracterizados por sua força e liderança, além de suas lutas com outros machos para defender suas fêmeas. O macho zela pela alimentação e proteção dos filhotes até os 10 ou 11 anos, quando os jovens saem do grupo em busca de outro.

Quando a mãe morre e os filhotes ficam órfãos, o macho assume seu lugar e se encarrega de fornecer a alimentação diária necessária, que em um adulto pode chegar a mais de 20 quilos de comida.

Um gorila na selva

5. O sapo Rhinoderma darwinii

O sapo Rhinoderma darwinii tem uma peculiaridade que poucas espécies de animais apresentam. Como o processo de fertilização externa é um tanto complexo para as fêmeas e a reprodução parece ser escassa, os pais recorrem à introdução dos filhotes na boca até que se tornem girinos e possam sair.

Por meio da regurgitação, o pai expulsa seus filhotes, que podem ser muitos. Esse comportamento é um mecanismo de defesa contra os predadores. Outra espécie que exibe essa característica é o aruanã-prateado e alguns táxons de peixes.

O sapo Rhinoderma darwinii

6. Cisne-de-pescoço-preto

O macho dessa espécie (Cygnus melancoryphus) se caracteriza por estar presente no nascimento e na criação de seus filhotes. Após o acasalamento, os cisnes constroem um ninho bem próximo à água para os 3 ou 7 ovos que a mãe incuba. Porém, o pai fica muito atento ao ninho enquanto a mãe sai para se alimentar.

É aqui que o macho mostra seu lado mais agressivo se alguém tenta chegar muito perto de seus ovos. Outra característica da espécie é que, depois de nascer, os filhotes sobem nas costas dos pais para se protegerem do frio e dos predadores e se escondem sob suas asas em caso de perigo.

O cisne-de-pescoço-preto é um dos melhores pais do reino animal.

7. Raposa-vermelha

Tal como o lobo, a raposa-vermelha (Vulpes vulpes) é responsável por fornecer alimento e proteção aos seus filhotes e à fêmea durante os primeiros 3 meses. Geralmente, o macho busca alimento a cada 4 a 6 horas. Quando os filhotes estão um pouco mais velhos, o pai lhes ensina técnicas de caça e sobrevivência.

Os jovens deixam o ninho após 7 ou 10 semanas.

A raposa-vermelha é um dos melhores pais do reino animal.

Esses casos exemplificam pais que quebram estereótipos e se envolvem mais na criação de seus filhotes. Outras espécies que praticam comportamentos semelhantes incluem a ema, os jaçanãs, o bagre e percevejos aquáticos gigantes.

Todos esses animais compartilham um traço comum: a determinação demonstrada pelos machos da espécie em proteger com fervor seus filhotes e, portanto, ser um dos melhores pais do mundo animal.

Pode interessar a você...
As mães bonobo ajudam seus filhos a flertar
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
As mães bonobo ajudam seus filhos a flertar

O comportamento dessa espécie nos surpreende novamente, desta vez porque as mães bonobo tentam garantir a reprodução de seus filhos.