Sintomas de picadas venenosas em cães

31 Dezembro, 2020
Existem vários animais que podem ferir um cachorro através de uma picada venenosa. Por esse motivo, os donos devem estar preparados para isso durante os passeios.

A curiosidade dos cães faz parte do seu acervo de virtudes, já que é muito divertido ver o animal cavar e farejar durante um passeio no campo. No entanto, isso às vezes pode não ser tão positivo, especialmente se, como resultado dessa qualidade, o cachorro levar uma picada venenosa de algum animal.

Às vezes, os sintomas de uma picada venenosa são difíceis de categorizar e conhecer. Felizmente, existem alguns padrões comuns que costumam estar presentes na maioria desses acidentes indesejados. A seguir, vamos explicar os sintomas gerais das picadas venenosas em cães.

A picada venenosa: um acidente comum

Infelizmente, tanto na natureza quanto no interior das casas, existem vários animais cujas picadas podem ser venenosas para os cães. De qualquer forma, esses animais – na maioria dos casos – não costumam utilizar suas armas desde que não sejam incomodados.

Lamentavelmente, os cães não entendem a regra de “não perturbar” e, por isso, a quebram de forma um pouco irresponsável. Essa situação pode fazer com que o cachorro, com a sua curiosa inocência de conhecer o mundo ao seu redor, receba em troca uma picada de algum animal que não quer ser incomodado.

Muitos animais tem picadas venenosas: desde aranhas, abelhas e vespas até cobras, passando até mesmo por animais aquáticos como águas-vivas ou alguns peixes. Como são tantos e tão variados, vamos tentar simplificar e reunir uma série de denominadores comuns a todas essas picadas venenosas.

Sintomas de picadas venenosas em cães

Picadas venenosas sem potencial letal

Nessa seção, vamos nos concentrar nos sintomas das picadas de animais não muito peçonhentos e sem risco potencial para a vida do animal, tais como formigas, abelhas e algumas aranhas. No entanto, é importante mencionar que, em determinadas circunstâncias, qualquer picada – venha de quem vier – pode ser fatal. Por exemplo:

  • Em cães com alergia conhecida a um determinado tipo de picada.
  • Se o número de picadas for muito grande.
  • Região das picadas: geralmente são mais perigosas na boca, pois podem causar algum comprometimento respiratório.

Sintomas de picadas venenosas leves

Desde que não estejam presentes as peculiaridades mencionadas acima, os sintomas de picadas venenosas – pouco peçonhentas – podem ser englobados nas seguintes lesões:

  • Ferimento, geralmente puntiforme, de tamanho e número variável. A lesão em forma de alvo é comum em picadas de aranhas venenosas.
  • Inflamação local associada. A área fica vermelha, quente, dolorida e inchada. Se ocorrer na região facial, a inflamação pode produzir um certo grau de desfiguração, com inflamação dos olhos e lábios.

Felizmente, a maioria desses acidentes é causada por picadas não venenosas. Nesses casos, a reação local geralmente regride e isso não representa um grande problema para o cachorro.

Picadas venenosas potencialmente letais

Nessa seção, o assunto fica mais sério, pois vamos falar sobre as picadas venenosas que representam um risco real para a vida do animal. Nas linhas a seguir, vamos nos concentrar nas picadas de animais peçonhentos, tais como certas serpentes ou algumas espécies de aranhas.

Nesses casos, as lesões locais podem ser semelhantes às anteriores, porém elevadas à sua potência máxima. A inflamação associada à picada de uma vespa será muito menor do que a reação à picada de uma aranha venenosa, como, por exemplo, as aranhas-marrom, comuns no continente americano.

O verdadeiro problema desse tipo de picada não vem das reações locais, embora elas possam causar lesões consideráveis. O risco real dessas picadas venenosas tem a ver com a reação sistêmica que pode colocar a vida do animal em perigo. Nesses casos, encontramos os seguintes sintomas:

Sintomas de picadas venenosas em cães

Conhecer para evitar

Conforme você pode ver, os sintomas produzidos por picadas venenosas podem ser variados, variando desde leves inflamações até complicações tão sérias quanto convulsões. A prevenção é complicada, já que esses acidentes acontecem quando o tutor menos espera.

Por esse motivo, é de vital importância sempre ter à mão o número de telefone de um veterinário de confiança e consultá-lo quando essas situações acontecerem. Nesses casos, a agilidade é essencial para o sucesso.