Tipos de vômito em cães: o que observar

fevereiro 21, 2020
O principal aspecto a distinguir entre os diferentes tipos de vômitos em cães é a consistência. O vômito líquido pode ser um sinal de um grave problema subjacente, enquanto o vômito inteiro e o vômito granular estão mais relacionados à indigestão.

O vômito em cães pode ser tão preocupante para os donos quanto desagradável para os animais de estimação. Claramente, os diferentes tipos de vômito em cães podem ter muitas causas distintas e podem indicar uma grande variedade de doenças. Continue lendo para obter mais informações sobre esse problema comum.

Os cães vomitam por muitas razões. Algumas são graves, enquanto outras não são motivo de preocupação. Portanto, aprender a perceber a diferença pode ser complicado, mas é essencial para saber quando é preciso buscar atendimento veterinário o mais rápido possível.

Uma coisa importante a se ter em mente é que vômitos e regurgitação não são a mesma coisa.

Diferenças entre vômitos e regurgitação

O vômito pode conter bile amarela ou alimentos parcialmente digeridos: geralmente tem um cheiro ácido, causado pela azia. Além disso, os vômitos podem ocorrer horas após a ingestão dos alimentos. O ato de vomitar implica o evidente envolvimento dos músculos abdominais.

Por outro lado, em casos de regurgitação, a expulsão de alimentos não digeridos ocorre sem problemas: é um ato passivo, sem precisar fazer força. Geralmente acontece logo depois de comer.

Diferenças entre vômitos e regurgitação

Razões pelas quais os cães vomitam

Embora os cães vomitem por muitas razões, os problemas gastrointestinais estão entre os motivos mais comunsEsses problemas podem incluir:

  • Infecções por vírus, bactérias ou parasitas.
  • Gastrite ou dor de estômago por comer lixo, corpos estranhos ou alimentos estragados, bem como pela ingestão de plantas ou grama tóxicas.
  • Maus hábitos como comer muito rápido, exercitar-se após comer ou mudança abrupta de dieta.

Outras patologias que podem causar o vômito em cães

O vômito também pode ser um sinal de que algo mais sério está acontecendo. O vômito pode, por exemplo, ser uma reação secundária de uma doença inflamatória intestinal, de condições renais, hepáticas ou pancreáticas, bem como de um câncer intestinal.

É preciso notar que o vômito também pode indicar um problema neurológico, como um problema no ouvido médio, um tumor cerebral ou até meningite.

Pode até haver causas psicológicas, como medo ou ansiedade extremos, semelhantes ao que acontece com os seres humanos.

Tipos de vômito em cães: consistência

Observando o vômito, podemos perceber a sua consistência. Se você for capaz de distinguir o que o animal consumiu, ele provavelmente vomitou alimentos não digeridos. Se não distinguir o conteúdo, e se parecer cremoso, diz-se que o vômito é granular. Além disso, o vômito pode ser principalmente aquoso ou líquido.

  • Vômitos de alimentos não digeridos: esse caso geralmente ocorre devido a mudanças bruscas na dieta, alimentação excessiva, alergias ou intolerância a componentes da dieta, como excesso de componentes gordurosos. Nestes casos, é recomendável monitorar a dieta.
  • Vômito granular: essa consistência sugere que houve digestão e que os alimentos permaneceram no estômago por um tempo antes de serem vomitados. É especialmente importante observar se há presença de sangue.
Cachorro vomitando

Tipos de vômito em cães: cor

  • Vômito amarelo: se o vômito consiste em um líquido amarelado, pode ser devido a um aumento da produção de bile ou ácido estomacal. Nesse caso, é recomendado oferecer porções menores de alimentos e fazê-lo com mais frequência durante o dia.
  • Vômito de espuma branca: se o seu cão estiver expelindo espuma branca pela boca, isso pode não ser realmente vômito, mas ele pode estar expectorando, como quando tossimos catarro. O expectorado branco pode indicar tosse dos canis.
  • Vômitos com sangue (vermelho ou enegrecido): pode ser uma condição séria. Recomenda-se ir ao consultório veterinário rapidamente.

Por que o vômito líquido é diferente?

Em geral, vômitos líquidos, amarelos ou transparentes são sinais de um problema médico completamente diferente e que não tem conexão com os alimentos consumidos.

Frequentemente, o fluido que ocorre no vômito provém de condições em órgãos como rins, fígado, pâncreas ou gastrite grave. Requer atenção médica.

  • Elwood, C., Devauchelle, P., Elliott, J., Freiche, V., German, A. J., Gualtieri, M., … & Roura, X. (2010). Emesis in dogs: a review. Journal of Small Animal Practice, 51(1), 4-22.
  • Grahame-Smith, D. G. (1986). The multiple causes of vomiting: Is there a common mechanism?. In Nausea and Vomiting: Mechanisms and Treatment (pp. 1-8). Springer, Berlin, Heidelberg.