Tratamentos para anemia em cães

09 Janeiro, 2021
A anemia é uma doença em que a produção de glóbulos vermelhos diminui. Como eles são responsáveis ​​por transportar oxigênio aos tecidos, isso causa uma série de sintomas e problemas.

A anemia em cães é uma patologia comum que envolve uma diminuição do número de glóbulos vermelhos no corpo. Como as causas que podem provocar essa doença são variadas, é aconselhável conhecê-la melhor.

O que é anemia?

A anemia é uma doença causada pela diminuição da produção de glóbulos vermelhos na medula óssea. Isso, por sua vez, faz com que os tecidos recebam menos oxigênio.

Os glóbulos vermelhos ou eritrócitos são as moléculas responsáveis ​​pelo transporte de oxigênio por todo o corpo. Por essa razão, entre os sintomas mais representativos da anemia estão o cansaço e a maior dificuldade para praticar exercícios.

Tipos de anemia em cães

Existem diferentes tipos de anemia, que variam dependendo da causa e da gravidade. Além disso, são classificadas em dois grupos de anemias, dependendo de serem regenerativas ou não regenerativas.

Tipos de anemia em cães

Anemias regenerativas

Nesses tipos de anemias, a medula óssea produz um grande número de glóbulos vermelhos, mas não o suficiente para combater a perda de sangue. Por sua vez, a perda de sangue pode ser causada por vários motivos.

Entre esses motivos estão hemorragias decorrentes de acidentes, úlceras ou presença de pulgas ou parasitas intestinais. Outra razão pode ser a ocorrência de hemólise, ou seja, uma destruição maciça dos glóbulos vermelhos.

Anemias não regenerativas

Nas anemias não regenerativas, a medula óssea fica em uma situação em que é incapaz de produzir glóbulos vermelhos suficientes. As causas dessas anemias podem variar.

Geralmente, ocorrem devido a doenças que atacam diretamente a medula óssea. Um exemplo são as doenças autoimunes.

Outra opção é a medula óssea sofrer um ataque indireto. Isso pode ocorrer devido a uma deficiência de eritropoietina, um hormônio que apoia a produção de glóbulos vermelhos. Entre outras razões estão doenças hormonais ou deficiência nutricional.

Ademais, existe outra classificação dos tipos de anemia em cães. Essa doença pode ser hemolítica (o sistema imunológico destrói os glóbulos vermelhos), aplástica (produção incorreta de glóbulos vermelhos na medula óssea) ou hemorrágica (causada diretamente pela perda de sangue).

Causas da anemia em cães

Cada tipo de anemia é causado por um motivo específico. E entre as causas que podem levar à anemia estão os sangramentos. Um sangramento pode ser interno ou externo, provocando uma perda de sangue que, por sua vez, resulta em anemia.

Causas

Outras causas possíveis são as seguintes:

  • Doença imunomediada. Aquela em que o próprio sistema imunológico é responsável por atacar os glóbulos vermelhos.
  • Sangramento causado por inflamação grave no trato gastrointestinal.
  • Reação ou exposição a certos medicamentos, os quais podem interferir na produção de glóbulos vermelhos.
  • Doenças infecciosas, como as transmitidas por carrapatos.
  • Perda de sangue causada por infestações de pulgas.
  • Exposição a toxinas. Um exemplo é o envenenamento por chumbo.
  • Câncer. A anemia pode ser resultado do sangramento de um tumor ou de um sangramento gastrointestinal.

Portanto, as causas dessa doença são variadas. Em geral, ela pode surgir devido à perda de sangue, à destruição dos glóbulos vermelhos ou à própria incapacidade do corpo em produzi-los.

Tratamento da anemia em cães

A anemia apresenta sintomas muito característicos, entre os quais fadiga, diminuição do apetite ou dificuldade para praticar exercícios. Uma vez identificados os principais sintomas, são realizados os exames necessários para confirmar o diagnóstico.

É conveniente esclarecer que essa patologia não é contagiosa, embora também possa afetar outros animais domésticos, como os gatos. Porém, dependendo da gravidade, é necessário aplicar um tipo de tratamento ou outro previamente. O tratamento geralmente é determinado quando a causa da anemia é conhecida.

No caso de a anemia ter sido classificada como grave, o paciente provavelmente precisará de uma transfusão de sangueAs transfusões de sangue podem substituir os glóbulos vermelhos perdidos.

A anemia pode ser prevenida?

Algumas medidas podem ser tomadas para prevenir a anemia. Há momentos em que a anemia se deve a um déficit de nutrientes. Para solucionar essa falha, o mercado oferece diferentes tipos de dietas adaptadas a cada caso. Geralmente, se for esse o caso, o veterinário recomendará uma dieta rica em ferro, proteínas e vitaminas.

O ferro é um elemento que forma a hemoglobina, que por sua vez é uma proteína localizada nas células vermelhas do sangue envolvida no transporte de oxigênio. É por isso que o ferro é tão importante na dieta para reverter a anemia.

Não se esqueça de sempre procurar um profissional da saúde para confirmar o diagnóstico e, assim, poder aplicar o tratamento mais correto.