Tratamentos para a diarreia aguda em gatos

A diarreia aguda em gatos pode ter muitas causas diferentes. O veterinário deve fazer um diagnóstico para estabelecer o tratamento adequado.

Última atualização: 05 Fevereiro, 2021

A diarreia é um sinal de que algo está errado no intestino do gato. Os vômitos e a diarreia aguda em gatos, assim como os problemas urinários, são as causas mais frequentes de consultas no veterinário.

Vários problemas podem causar a diarreia em gatos e, por isso, é importante ir ao veterinário para verificar a causa.

Como identificar a diarreia?

Um gato que sofre de diarreia apresenta fezes moles ou aquosas, com coloração mais clara ou mais escura do que o normal, que também podem conter muco ou sangue fresco. Além disso, o animal pode precisar fazer mais esforço para defecar.

Os sintomas dependem da parte do intestino que foi afetada:

Caso o gato utilize uma caixa de areia, será mais fácil identificar a aparência das fezes para informar ao veterinário. No entanto, no caso de gatos que fazem as suas necessidades fora de casa, isso pode ser mais difícil. Podemos olhar a base da cauda e o ânus do animal para verificar se há fezes grudadas.

Causas da diarreia aguda em gatos

A diarreia pode ser causada por muitos tipos de doenças, por isso devemos descartar algumas causas, como, por exemplo, parasitas, por meio de amostras de fezes:

  • Superalimentação dos filhotes. Em gatinhos lactentes, o número excessivo de mamadas, principalmente se houver a utilização de mamadeiras, é uma causa muito comum de diarreia aguda, da mesma forma que a falta ou diminuição do leite materno pode causar esses problemas devido ao subdesenvolvimento do trato intestinal.
  • Mudança de dieta. Uma mudança repentina na dieta pode causar diarreia aguda, por isso é melhor introduzir o novo alimento gradualmente.
  • Intolerância alimentar a algum tipo de alimento. Geralmente, o alimento causador é descoberto por meio de dietas de eliminação.
  • Infecção por bactérias, vírus ou parasitas. As infecções geralmente são muito contagiosas, portanto, se você tiver mais de um gato em casa e observar diarreias, o melhor a fazer é isolá-los. Algumas infecções podem ser muito perigosas, como, por exemplo, a panleucopenia. Salmonella e Campylobacter são duas bactérias muito comuns que causam diarreia. Enquanto isso, entre os parasitas, giárdias, coccídeos e vermes são comuns em gatos pequenos.

Tratamentos para a diarreia aguda

A diarreia pode se tornar crônica. Em caso de diarreia aguda em gatos, o veterinário tentará conter os sintomas por meio de medicamentos e manter o gato dessa forma até que ele recupere o equilíbrio intestinal.

O tratamento depende da causa da diarreia aguda, já que existem testes para detectar a presença de certos parasitas, como a giárdia, e também de doenças como a parvovirose.

Verificar uma amostra no microscópio também pode ajudar o veterinário a identificar outros parasitas ou bactérias.

A duração da diarreia é importante para o diagnóstico e o tratamento. Às vezes, pode ser necessário reidratar o animal por causa da quantidade de água perdida nas fezes.

Após um período de jejum, recomenda-se uma dieta leve, que pode ser caseira, sempre seguindo as indicações veterinárias, ou com a utilização de latas de ração úmida para problemas gastrointestinais.

As mamadas devem ser curtas e oferecidas várias vezes ao dia: por exemplo, em três ou quatro mamadas para evitar uma sobrecarga do intestino.

Nos dias seguintes, de acordo com a evolução do gato, a dieta mole deve ser gradualmente trocada pela dieta normal, sendo necessário sempre cumprir com a duração da medicação para conter a diarreia.

Uma vez que o tratamento médico tiver terminado, observaremos se o animal volta a se adaptar bem à dieta e se a diarreia não reaparece.

A diarreia aguda em gatos é muito comum, mas também existem outras doenças que causam diarreia crônica, como, por exemplo, a doença inflamatória intestinal.

Pode interessar a você...
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Quanto de água meu gato precisa beber?

Você acha que seu gato bebe água suficiente? Cuidado, pois o gato (Felis catus) é um animal que costuma beber pouca água. Confira!