Tudo sobre a tosse em gatos

· outubro 30, 2018
É um sintoma que indicará diferentes problemas de saúde. Pode ser um sintoma de algo sem importância, ou algo grave, dependendo de como se apresente: seca, persistente...

Às vezes, não damos importância à tosse dos nossos gatos e, em algumas situações, ficamos com medo, principalmente se for um sintoma persistente. 

Na verdade, a tosse em gatos pode ser um sinal de diferentes doenças. O mais apropriado é a consulta com o veterinário.

Como surge a tosse? É uma ação reflexa involuntária, muitas vezes, porque o trato respiratório está tentando expulsar alguma partícula irritante.

A causa pode ser uma infecção bacteriana ou viral, a ingestão de um objeto estranho, uma reação alérgica, asma felina ou pressão no pescoço.

O som que nosso gato fará quando tossir não será, na prática, tão diferente do que a tosse dos humanos, portanto, é fácil identificar quando o problema ocorre.

As causas da tosse em gatos

Vírus

Alguns vírus afetam seriamente o sistema respiratório dos gatinhos que temos como animais de estimação.

Além da tosse, os sintomas podem ser secreções do nariz de coloração muito esverdeada. Pode vir acompanhada também falta de apetite, olhos lacrimejantes, febre, etc.

Efeitos irritantes

Embora às vezes não haja uma causa real de tosse em casa, ela pode ser causada por diferentes agentes bacterianos ou virais.

A fumaça do tabaco ou o forte aroma de um perfume podem ser um desses agentes.

Nesses casos, a solução é simples: basta evitar que o nosso gato entre em contato com esses elementos que irritam sua garganta.

Insuficiência cardíaca

Embora possa parecer uma tosse normal, sem febre ou coriza, pode haver uma causa mais séria.

Caso o animal tenha insuficiência cardíaca, a tosse aparecerá continuamente.

É muito importante nestes casos uma visita ao veterinário; só ele poderá diagnosticar e prescrever o tratamento mais apropriado.

Não se trata apenas de aliviar a tosse, mas de tratar o problema subjacente, a insuficiência cardíaca.

Presença de elementos estranhos

Os animais ficam muito curiosos com as coisas que encontram no jardim, no parque, etc.

Há muitos elementos que eles comem e que provocam uma reação em seu organismo ao tentar expulsá-lo.

A tosse é um sintoma de que estão tendo dificuldade em expulsar algum elemento estranho e irritante.

Coleira muito apertada

Por causa de um erro ou de um mau hábito do proprietário, a coleira do gato pode ficar muito apertada.

Essa pressão à qual é submetida seu frágil pescoço poderá causar uma tosse seca.

Gato de coleira

É muito importante que, ao colocar a coleira, haja espaço para introduzir dois dedos de uma pessoa entre ela e a pele do gato. Caso contrário, a saúde do gatinho pode estar em risco.

Parasitas e bactérias

Em algum momento da vida do nosso gato, alguns parasitas podem se instalar na parede do seu pulmão e causar tosse.

Entre outras coisas, este sintoma aparece porque ele sente dificuldade de respirar.

Há também bactérias que afetam os gatos, especialmente se forem filhotes.

Além da tosse, outros sintomas, como olhos lacrimejantes, espirros, febre, etc., podem surgir.

Asma

Quando a asma felina aparece, a tosse será acompanhada pela dificuldade do animal de respirar, além de uma deterioração geral e um cansaço excessivo.

Alergias

Certos medicamentos, picadas de insetos e até mesmo alimentos podem causar alergias em nosso gato.

Além disso, junto com a tosse, haverá inflamação do trato respiratório, pele e olhos muito vermelhos e lacrimejantes.

A tosse em gatos é séria?

Como vimos, se a tosse ocorre apenas algumas vezes, isso não importa muito. Mas se ela persistir, vá imediatamente ao veterinário.

Gato bocejando

Que tipo de tosse é séria?

  • Uma tosse seca, produzida ao mesmo tempo em que o gato estende o pescoço. Este tipo de tosse pode ser o sintoma de uma bronquite crônica no animal.
  • Quando a tosse é acompanhada por olhos vermelhos, secreções esverdeadas e espirros. Nesses casos, a causa mais provável é uma bactéria ou um vírus. Você deve consultar um profissional o mais rápido possível.
  • Uma tosse seca, com dificuldades respiratórias e “assovios” ou ruídos durante a respiração, pode ser um indicativo de asma felina.
  • A tosse causada depois de o gato fazer um pouco de exercício pode ser um sinal de bronquite aguda.
  • Em casos de tosse com o animal quieto, à noite ou mesmo dormindo, pode ser um sintoma de insuficiência cardíaca.

O tratamento da tosse em gatos

Existem muitos tratamentos, dependendo da gravidade da tosse e do agente que a originou.

A solução pode ser uma medicação injetável ou oral. Nós nunca devemos medicar nosso animal de estimação por conta própria, e sempre será o veterinário quem prescreverá o tratamento mais apropriado.