“Um rosto de cachorro”, um programa de TV que mostra a crueldade com os animais

Faz alguns dias que no canal espanhol “Quatro” foi exibida a primeira edição de um programa de TV chamado Um rosto de cachorro. Nele, tenta-se conscientizar os telespectadores sobre os maus-tratos que sofrem os animais. Saiba tudo sobre isso neste artigo.

Um rosto de cachorro nos deixou sem fala

Javi García Roche, mais conhecido como “o sucateiro”, é o apresentador deste programa de televisão. Em sua estreia, ele já conseguiu que as pessoas se inteirassem mais sobre os maus-tratos sofridos pelos animais.

Foram mostrados casos de cães abarrotados e escondidos atrás de lojas, sem comida e sem bebida, cercados pelo próprio excremento. Também cães de raças famosas por sua “fortaleza” (como o Dogo argentino), mas depauperados e aterrorizados. Inclusive uma cadelinha com o útero pendurando que devia ser operada com urgência, mas estava esquecida em uma jaula.

A venda de cachorros na Espanha e em todo mundo é um negócio milionário. Todos os pais desejam presentear a suas crianças com um cãozinho no Natal ou no aniversário, com um bonito laço, igual ao que ocorre nos filmes. No entanto, por trás deste presente tão bonito que aos pequenos encanta, há um mundo de maus-tratos, de abandono e descuido que não conhecemos e que o programa Um rosto de cachorro trouxe à tona.

Os criadouros de filhotes ganham muito dinheiro. E para que o lucro seja ainda maior, eles não se preocupam com o bem-estar dos animais. Além disso, obrigam as fêmeas a parirem uma vez atrás da outra, até que elas já não “sirvam” mais.

Os cães morrem nos criadouros pelos maus-tratos que recebem. Não recebem as vacinas necessárias e, até o momento em que são vendidos, não podem desenvolver seu sistema imune. Além disso, as mães estão tão debilitadas que não podem alimentar a todos. Por isso, 15% dos nascidos não passam de 45 dias de vida.

Segundo um membro da Polícia civil entrevistado no programa, “vendem muito e as multas são altas, mas eles não se preocupam, porque ganham bastante dinheiro neste negócio”.

No primeiro programa, viemos a saber sobre um mundo oculto por trás da venda de filhotes de raça.

Conhecendo o apresentador de Um rosto de cachorro

Javi García Roche é conhecido por todos como “o sucateiro”. Este ex-boxeador e amante dos animais, estreia na TV para que todos tomemos consciência e lutemos para pôr um fim nos maus-tratos contra animais.

Nacido em Barcelona, Javi tem 35 anos e o corpo repleto de tatuagens. Dedica-se, ao mesmo tempo que é pai, ao sucateio. Além disso, ele tem um local para o treino de boxe chamado “Chatarras Palace” (Palácio da sucata). Ali treinam jovens de baixa renda que, graças ao esporte, puderam sair da marginalidade e da delinquência.

Cão assustado atrás de grade

Com muito esforço, “o sucateiro” tem conseguido manter o seu negócio familiar. Mas em seu passado há uma mancha, que ele usa como experiência: ele esteve na prisão por alguns pequenos delitos. De acordo com as palavras de Javi, “me fizeram um favor quando me colocaram na prisão. Me dei conta de que aquele não era o meu lugar e que se eu me focasse no boxe, não voltaria nunca mais para lá. Mais boxe, menos briga”.

Sua outra paixão são os animais. Javi ficou conhecido em uma reportagem de um outro programa espanhol chamado “o clube da luta”. Quase todos os dias ele recebe pessoas que querem lhe informar sobre situações de abandono, maus-tratos ou problemas de saúde de cães, gatos, cavalos, etc. “Não posso negar ajuda a um animal. É um ser indefeso. Não suporto que alguém lhe cause danos”, afirma.

Este grande ativista dos direitos dos animais agora tem este programa de televisão onde o seu objetivo é conscientizar a audiência sobre o problema. Esperamos que tenha sucesso!

Fonte: album.mediaset.es

Recomendados para você