Uma chinchila como animal de estimação: cuidados e conselhos

· agosto 27, 2018
Esses pequenos roedores requerem atenção específica, além da alimentação e higiene. É uma espécie de origem silvestre que precisa de um amplo espaço. Tem hábitos noturnos e é acostumado a uma temperatura moderada.

Ter uma chinchila como animal de estimação está se tornando cada vez mais comum. Esses roedores conseguiram conquistar os corações de muitas pessoas e é cada vez mais comum encontrar interessados em adquirir um. Por isso, é fundamental saber como cuidar dele adequadamente.

Gaiolas para uma chinchila de estimação

Embora não seja ideal, a maioria dos proprietários optam por uma gaiola para manter sua chinchila. É verdade que elas podem ter uma boa vida em uma instalação desse tipo. Mas o ideal é sempre ter uma pequena instalação que simule o ambiente natural ou um espaço adaptado.

Como essa não é uma possibilidade que muitas pessoas podem oferecer, existem grandes gaiolas com vários andares, o que pode ser bastante interessante para manter uma chinchila. De qualquer forma, a gaiola deve ter pelo menos meio metro de largura e profundidade, e mais de um metro de altura.

A gaiola deve ter plataformas em diferentes níveis e estar em uma área bem ventilada, mas seca. As chinchilas estão acostumadas a temperaturas frias, então, se você tiver um climatizador, pode ser uma boa ideia colocá-lo no local onde seu animal de estimação está, para que não exceda 20 ºC.

É importante que ele tenha uma caixa de areia e itens para roer, como pedra-pomes ou brinquedos de madeira. Como com outros animais silvestres, especialmente os noturnos, como a chinchila, é importante respeitar seus ritmos circadianos e saber que eles são provavelmente mais ativos à noite, por serem animais noturnos. Por isso, o ideal é que o local onde eles fiquem esteja livre de agitação e que seja iluminado com luz natural.

Banhos de areia

As chinchilas têm uma quantidade enorme de pelos em cada folículo; o que lhes confere uma das pelagens mais densas que existe. Na natureza, esta pelagem é cuidada por rochas vulcânicas, mas a chinchila criada como animal de estimação precisa de banhos de areia.

chinchila

O ideal é ter uma bandeja rasa com areia especial para as chinchila, onde elas costumam chafurdar todos os dias, o que também é um sistema ideal de enriquecimento ambiental, pois incentiva comportamentos naturais.

O enriquecimento ambiental para as chinchilas é feito através de brinquedos de madeira projetados para animais de estimação, que não contenham vernizes tóxicos. O uso de túneis, galhos, ninhos ou redes na instalação também é muito interessante

Saúde 

Embora as chinchilas geralmente não adoeçam com facilidade, as insolações durante o verão podem ser uma das principais preocupações a serem consideradas. Para evitá-las, você deve seguir as recomendações de temperatura e manter a gaiola em local ventilado.

O super crescimento dentário é algo que afeta várias espécies de roedores Deve ser evitado com feno, brinquedos de madeira e pedra-pomes, além de outros objetos. Se não cuidarmo dessa questão, esses nossos pets poderão ter que enfrentar uma cirurgia. É conveniente ter o nosso animal de estimação desparasitado e seguir as recomendações nutricionais para evitar problemas digestivos.

chinchila e alface

 Alimentando uma chinchila como animal de estimação

A alimentação desses roedores é baseada no uso de forragem, na forma de feno ou alfafa, juntamente com uma pequena porcentagem de alimentos especiais para esses roedores. Nozes, frutas e legumes devem ser consumidas apenas de vez em quando, principalmente como complemento.

É importante respeitar as porcentagens de fibras recomendadas na dieta, dada a sensibilidade digestiva desses animais.

Normalmente, na gaiola deverá sempre haver feno e água disponível; este último através de uma espécie de mamadeira, como a usada para outros roedores.