Uma piscina em casa e seus animais de estimação

· agosto 2, 2018
Para desfrutar de uma diversão refrescante no verão, devemos ter em mente uma série de medidas de segurança e higiene.

Uma piscina em casa e seus animais de estimação podem ser de uma grande diversão. No entanto, também é necessário tomar as medidas necessárias para evitar acidentes em que animais de estimação, crianças e adultos idosos possam ser gravemente feridos.

Piscina em casa e seus animais de estimação: perigos

Uma piscina em casa e seus animais de estimação é uma combinação de diversão, mas também de riscos. 

Com o calor do verão, não só as pessoas gostam de mergulhar na água, mas também os animais de estimação.

Portanto, tenha muito cuidado, especialmente se o animal estiver sozinho na área da piscina.

Na prática, um dos maiores perigos que seu pet pode ter é o de cair na piscina. Na maioria dos casos, se ele não for resgatado a tempo, acabará se sufocando, daí a importância de tomar todas as medidas necessárias e evitar que esse tipo de infeliz acidente ocorra.

Piscina e animais de estimação: medidas para evitar acidentes

Dispositivos de segurança

Os dispositivos de segurança são um dos aspectos mais importantes para manter uma cerca de segurança ao redor das piscinas. Nesse sentido, existe uma grande variedade de cercas, telas e até mesmo sistemas automáticos para garantir a segurança do local.

Essas cercas ou dispositivos de segurança automáticos são essenciais para manter os animais de estimação, as crianças e os idosos longe dos perigos de uma piscina sem supervisão.

É importante que estes dispositivos sejam instalados por especialistas, a fim de garantir sua durabilidade e eficiência.

Riscos aquáticos e de higiene

Além dos acidentes mais comuns, você também deve levar em conta os diferentes riscos aquáticos que estão intimamente relacionados com a higiene adequada da piscina.

Para um banho seguro, é essencial que a água da piscina seja bem tratada, entre outras coisas, porque o cão engolirá água.

cão na piscina

O pH da água é um dos elementos-chave para manter a higiene da piscina. A água deve ser mantida limpa e clara, e o pH deve variar entre 7,2 e 7,6.

Além disso, você deve ter muito cuidado com a circulação da água, limpeza e adição dos produtos químicos necessários para manter a piscina em ótimas condições.

Kit de primeiros socorros

É aconselhável ter um kit básico de primeiros socorros no caso de você possuir piscinas em sua casa, além disso, é necessário ter flutuadores e salva-vidas à mão.

Também, sempre será necessário ter um telefone fixo ou celular para chamar por socorro, bem como anotar os números de emergência em um local visível na área da piscina.

Controle de acesso à piscina

O estabelecimento de um controle de acesso à área da piscina também é outra das principais medidas para manter toda a família segura, incluindo os animais de estimação.

Vigilância ativa

A vigilância ativa também deve fazer parte das medidas a serem levadas em consideração, para evitar acidentes. 

Portanto, quando a família, os amigos e os animais de estimação estiverem na área da piscina, é aconselhável nomear pelo menos um adulto responsável e capaz de nadar para cumprir esta importante função.

cão na água

Às vezes pensamos que os animais, especialmente os cães, podem nadar instintivamente.

Porém, muitas vezes não é este o caso, por isso é aconselhável estar muito atento quando eles são levados para às piscinas, lagos ou para o mar.

Além disso, é importante não forçá-los a entrar na água se eles não quiserem, porque essa experiência poderá traumatizá-los.

Diversão ao máximo

Animais de estimação muitas vezes apreciam a diversão que o verão traz consigo.

Nesse sentido, existem diferentes lugares que funcionam como parques aquáticos, especialmente projetados e destinados a cães e outros animais de estimação.

Por exemplo, em Madrid, na Espanha, há o parque Rodriguez Sahagún, que possui piscinas para cães, enquanto na Catalunha há o Parque Canino Can Jané Aqua Park, que possui inúmeras piscinas projetadas para diferentes raças e tamanhos de cães.

Também em Madrid, foi inaugurada a primeira piscina exclusivamente para cães. 

Ou seja, lá os donos não podem se banhar. É chamada de Campus Perruno e tem uma profundidade que oscila entre 80 e 90 centímetros.

Definitivamente, uma piscina em casa e seus animais de estimação resulta em muita diversão.

Portanto, tomando algumas medidas de segurança, essa diversão será garantida durante todo o verão.