Você consegue falar com o seu cão?

março 28, 2019
Sim, você pode conversar com seu cachorro e, de fato, isso é fundamental para educá-lo e ensiná-lo a respeitar suas ordens.

Uma das dúvidas mais frequentes dos tutores é como se comunicar com os cães para ensiná-los a obedecer certos comandos. Agora, veremos algumas dicas importantes para falar com o seu cão de maneira eficaz e facilitar o aprendizado.

Como falar com o seu cão para ensiná-lo?

Na hora de treinar nosso cão, a comunicação desempenha um papel fundamental. Nas sessões de adestramento, devemos conseguir que o cão se concentre e entenda claramente o que transmitimos a ele.

Para isso, será crucial saber usar as palavras certas para expressar cada ordem ou tarefa proposta ao falar com o seu pet.

No entanto, também é fundamental aprender a usar linguagem não verbal. Dessa forma, é possível usar nosso corpo para nos comunicar com nossos cães e, assim, facilitar o aprendizado.

Essas dicas foram pensadas para facilitar o treinamento, mas também são muito úteis para se comunicar diariamente com seu amigo peludo:

Dicas para falar com o seu cão de forma eficaz

  • Como chamar a atenção de um cachorro

Antes de começar a ensinar seu cão, será fundamental capturar a atenção dele. Portanto, tenha certeza de que ele está focado antes de iniciar o treinamento.

Por isso, o ideal é que ele já tenha aprendido a sempre responder quando você chama, seja usando o nome dele ou um sinal qualquer.

Caso seja um cão surdo, podemos bater levemente no chão para chamar a atenção do animal. Embora não escutem os sons, os cães com surdez percebem as vibrações perfeitamente.

Mas, se estivermos ao ar livre, o ideal é usar um colar vibratório para cães surdos, que emita apenas ondas vibratórias e não corrente elétrica.

Mulher falando com seu cachorro

Se precisarmos chamar um cão desconhecido, podemos usar sons suaves ou guloseimas para chamar sua atenção. Então, o ideal é ensiná-lo a atender ao chamado para facilitar a comunicação.

  • Defina uma palavra para cada pedido

Os cães têm uma incrível capacidade de entender as palavras que lhes ensinamos. Mas lembre-se de que eles usam principalmente a comunicação corporal.

Além disso, a linguagem dos animais não inclui a articulação de palavras. Portanto, é essencial que você use termos simples, claros e objetivos para facilitar o aprendizado ao falar com o seu pet.

Cada ordem que desejamos ensinar ao nosso cão deve ser representada por uma única palavra. O ideal é escolher termos curtos, que sejam fáceis de pronunciar e que não possam ser facilmente confundidos com outras palavras.

Inclusive, muitos tutores escolhem treinar seus cães com palavras em outro idioma para não confundir o animal.

  • Use linguagem corporal para falar com o seu cão

Durante o treinamento, cada ordem verbal pronunciada deve ser acompanhada por um gesto claro que simbolize o que estamos transmitindo.

Por exemplo, a ordem para “ficar” pode ser acompanhada pelo braço estendido e a palma da mão aberta na altura do rosto do cão.

No dia a dia, também será fundamental aprender a interpretar as posturas e expressões de seu cachorro, para entendê-lo.

Além disso, é necessário usar seu próprio corpo para se comunicar de maneira mais eficaz com seu melhor amigo.

Mulher falando com cachorro

  • Ensine apenas um pedido de cada vez

Normalmente, estamos tão impressionados com a capacidade de aprendizado de nossos cães, que queremos ensiná-los mil coisas de uma só vez.

Mas esse excesso de estímulos, muitas vezes, confunde o animal e impede a assimilação completa de cada ordem.

Ao ensinar seu cão, é essencial apresentar apenas um pedido por vez, com o termo e o gesto que escolhemos para representá-lo. Esta tarefa deve ser praticada individualmente até que o cão consiga assimilá-lo e reproduzi-lo perfeitamente.

Além disso, devemos reservar um dia na semana para revisar todos os comandos que nosso parceiro já aprendeu. Dessa forma, o seu cão não irá esquecer ou confundir os comandos que você dá a ele diariamente.

  • Nunca use violência para se comunicar ou ensinar

Eventualmente, nossos cães terão comportamentos que serão inadequados ou não tão agradáveis. Isso ocorre especialmente com filhotes ou cães recém-adotados que ainda estão se acostumando com a nova casa.

Quando um cão não se comporta adequadamente, nunca devemos usar a violência para censurá-lo por seu comportamento.

Métodos negativos, como repreender e punir, sujeitam o animal a emoções negativas, como medo e estresse. Portanto, esses métodos são perigosos e não são eficazes para ensinar ou comunicar o que esperamos do comportamento do animal.

Para educar seu cão e incentivá-lo a se comportar e obedecer, recomendamos o uso de reforço positivo. Ao recompensá-los por seus bons comportamentos, nós os encorajamos a assimilá-los. Assim, podemos melhorar nosso vínculo de confiança e amizade com nossos animais de estimação.