Você sabe o que é o canicross?

· janeiro 28, 2019

O canicross é mais apropriado para raças de médio ou grande porte, embora o mais importante a ser lembrado seja o estado físico do animal de estimação.

Essa atividade esportiva tem mais e mais seguidores em todo o mundo. O canicross consiste em correr com nosso cão amarrado à cintura. Falaremos mais sobre ele hoje!

O que você deve saber sobre o canicross

O canicross é um esporte cada vez mais consolidado na Europa. Além disso, embora possa parecer um esporte moderno, a verdade é que tem uma longa tradição no continente. E tem até uma federação oficial! Há atletas e cães campeões com um alto nível competitivo.

Basicamente, trata-se de correr com um cachorro usando um cinto e uma coleira amarrada à cintura.

Habitualmente as competições são realizadas em espaços naturais, como em terra, embora existam também algumas feitas na neve, com calçado especial (raquetes).

A equipe que forma um cão e uma pessoa pode ser imbatível e, além de ambos poderem se exercitar, haverá uma cumplicidade superior à de outros donos de animais de estimação.

Além disso tudo, você pode desfrutar da natureza e visitar montanhas, florestas ou praias durante a competição, acompanhado por seu cão.

Canicross

O que é necessário para a prática?

Para praticar o canicross, poucas coisas são necessárias. Algumas delas são: uma coleira especial (não para caminhar), um cinto largo para proteger as costas do puxão do animal e uma corda com amortecedor. E, claro, um bom amigo que quer acompanhá-lo na aventura!

Uma das questões mais comuns em relação a essa disciplina é qual cão é o mais adequado. É verdade que qualquer idade saudável é válida para treinar e competir.

Entretanto, cães de médio e grande porte, variando entre 20 e 35 quilos, são mais comuns nesse esporte.

As raças mais qualificadas para canicross são as mais resistentes e rápidas, como o Braco, Husky siberiano (ou cão nórdico), o Pastor Alemão, Border Collie, Labrador Retriever ou Pastor Belga. Além disso, mestiços também são muito utilizados.

Não são adequados para essa atividade os pertencentes ao grupo de molossos ou aqueles com focinho chato (braquicefálico), como pug, buldogue, pugilista, São Bernardo, Mastiff ou Bernese Mountain Dog. Suas condições físicas não permitem que eles façam esse tipo de exercício.

Como se preparar para o canicross

Além da raça do cão, o sucesso no canicross está relacionado ao treinamento que é feito e à sua constância. No entanto, ambos devem aproveitar a atividade.

Nessa disciplina, você tem que levar em conta que o cão é tão fiel que às vezes pode chegar a um extremo físico prejudicial à sua saúde pelo simples prazer de acompanhar seu dono.

Antes de começar a praticar o canicross, recomenda-se que tanto a pessoa como o animal sejam examinados por um médico e um veterinário.

Dessa forma, você pode verificar a condição física e descartar problemas cardíacos ou respiratórios.

Quando temos a aprovação dos profissionais, é muito importante ir devagar, principalmente se o cão não tiver exercido esse tipo de atividade antes.

Não podemos esperar correr a 20 quilômetros do primeiro dia. A progressão – e o prazer que sentimos durante a prática – é a chave.

Nunca treine nas horas mais quentes do dia. O preferível é pela manhã ou perto do pôr do sol, ou seja, quando a temperatura é amena. A hidratação de ambos é fundamental antes, durante e depois do treino e da competição.

aprenda sobre o canicross

Como são as competições?

Essas competições são disputadas ao ar livre, na montanha ou no campo. O percurso varia de 5 a 10 quilômetros. Dependendo do cenário, o solo pode ter mais ou menos irregularidades durante a corrida.

Antes de começar, o cão deve passar por um controle veterinário que o autorize a correr. Pode haver grupos ou duplas competindo. Há corridas com até 50 duplas participando!

Em qualquer caso, é vital que o animal respeite seu dono. Claro, entre as regras e sanções estão: o cão não pode ir atrás do atleta e o corredor não pode puxar a coleira.

Além disso, obviamente, o dono não pode fisicamente ou verbalmente abusar do animal em nenhum momento da corrida.

https://meusanimais.com.br/praticar-exercicios-com-o-seu-animal-de-estimacao/