Você tem um cão preguiçoso? Dicas para estimulá-lo

Um estilo de vida sedentário pode prejudicar a saúde física e mental de um cão. O excesso de peso pode causar doenças, bem como problemas articulares ou ósseos, e o seu comportamento pode se tornar destrutivo.
Você tem um cão preguiçoso? Dicas para estimulá-lo

Última atualização: 15 Junho, 2018

Em geral, nossos cães são caracterizados por sua alta energia e pela alegria que eles trazem para a nossa casa. No entanto, alguns cães têm um comportamento mais sereno e, quando não são bem estimulados, podem desenvolver uma rotina sedentária. Se você tem um cão preguiçoso, nós te convidamos a conhecer algumas dicas para motivá-lo a se exercitar.

Cão preguiçoso e os riscos do estilo de vida sedentário

Não é nenhum segredo que os cães preguiçosos geralmente experimentam um estilo de vida sedentário, caracterizado por baixa ou nenhuma atividade física. A ausência de exercícios impede não só a gestão de seu peso, mas também prejudica o seu bem-estar físico e mental.

Cães inativos se tornam mais vulneráveis ​​à obesidade e a inúmeras doenças, como problemas cardiovasculares, diabetes e hipertensão.

Além do risco de doenças, o excesso de peso favorece o desenvolvimento ou agravamento de problemas ósseos e articulares. Portanto, se você tem um cão preguiçoso, estimulá-lo é um cuidado essencial para cuidar bem de sua saúde.

Cão preguiçoso

Como saber se meu cachorro é sedentário?

Os dois principais sintomas de uma vida sedentária em nossos animais de estimação estão relacionados e se retroalimentam, o que representa um risco para a saúde deles. Por um lado, observamos que o cão rapidamente engorda, devido ao déficit de atividade física em sua rotina diária.

Por outro lado, mudanças no comportamento e temperamento são notáveis ​​em cães preguiçosos que caem em uma rotina sedentária. Por não se exercitarem regularmente, acumulam tensão e podem descarregá-la negativamente, através de comportamentos destrutivos, agressivos ou depressivos.

Como acontece conosco, cada cão é um ser único e sua maneira de lidar com o estresse e a ansiedade pode variar. Alguns cães podem destruir móveis ou objetos domésticos durante a ausência de seu dono. Outros simplesmente dormem longas horas e exibem total desinteresse por seus brinquedos.

Nos casos mais graves, os cães sedentários também podem ser agressivos em relação a outros animais ou pessoas desconhecidas. Esse comportamento deve ser modificado o mais cedo possível pelos proprietários ou guardiões do animal.

Se você tem um cão preguiçoso e ele apresenta algum dos sintomas mencionados, é importante consultar o seu veterinário de confiança. A primeira coisa a fazer é descartar uma doença que possa influenciar seu comportamento habitual. Além disso, é interessante consultar um etologista canino para entender seu comportamento e estabelecer diretrizes.

Cão preguiçoso

Você tem um cão preguiçoso? Dicas para estimulá-lo

Se você tem um cão preguiçoso, é essencial estabelecer hábitos saudáveis ​​para despertar sua curiosidade e motivá-lo a se exercitar. Abaixo, resumimos algumas diretrizes fundamentais para “injetar” uma boa dose de energia na rotina do seu animal de estimação.

Brincadeiras para estimular seu corpo e sua mente

Atualmente, nossos pets podem ficar sozinhos em casa por longas horas. Se este cão não tiver brinquedos e jogos interativos que o estimulem, ele acabará dormindo ou liberando sua tensão negativamente. Além de expô-lo a uma rotina sedentária, favorecemos o desenvolvimento de comportamentos indesejáveis.

Se você tem um cão preguiçoso e ele fica muito tempo sozinho, recomendamos usar o Kong, para motivar sua inteligência e evitar a ansiedade por separação.

O Kong é um brinquedo totalmente seguro, que tem um buraco para colocar ração seca, comida úmida ou guloseimas. Seu objetivo é que o cão “descubra” como conseguir as guloseimas dentro do Kong, para ganhar seu merecido prêmio.

Estabelecer uma rotina de passeios regulares

Embora existam muitas brincadeiras caseiras para o seu cão, os passeios são importantes para exercitar e estimular suas habilidades cognitivas, sensoriais e sociais.

Em geral, recomenda-se fazer de duas a três viagens diárias para que seu cão gaste energia e se divirta. A necessidade de exercícios pode variar de acordo com a raça, idade, estado de saúde e temperamento de cada peludo.

Também é interessante propor ‘pequenas aventuras’ para motivar o seu melhor amigo: um dia na praia ou piscina, uma visita ao campo ou uma entrada para um parque de diversões canino. O objetivo é romper com a rotina e mudar o ambiente. Será um excelente remédio para combater o tédio e despertar sua curiosidade.

Dedicar tempo

Seus cães podem contar com todos os brinquedos do mundo, mas nada substitui sua companhia. Nossos melhores amigos são muito sensíveis e precisam de nosso carinho para se sentirem felizes, ativos e saudáveis. Um cão que se sente abandonado ou deslocado em sua própria casa pode sentir-se triste e tornar-se mais sedentário.

Fornecer uma nutrição equilibrada

Todos os cães necessitam de uma dieta completa e equilibrada para se manterem ativos, alegres e saudáveis. Antes de escolher o alimento de seu animal, ou de fazer qualquer alteração em sua dieta, lembre-se de consultar o seu veterinário de confiança.

Pode interessar a você...
Conheça as 8 raças de cães mais preguiçosas
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Conheça as 8 raças de cães mais preguiçosas

As raças de cães mais preguiçosas são justamente aquelas que necessitam de pouco exercício. Animais dessas raças podem ficar sem se exercitar caso ...