Zooveca: antiparasitário para animais

junho 1, 2020
Neste artigo, vamos falar sobre o Zooveca, um dos vermífugos mais amplamente utilizados atualmente.

A prevenção de doenças, juntamente com a higiene adequada, são duas ferramentas fundamentais na saúde animal. Hoje, os avanços na medicina veterinária podem oferecer soluções que facilitam muito o bem-estar de nossos animais. Uma delas é o Zooveca, e neste artigo trazemos mais detalhes sobre esse medicamento.

O que é Zooveca?

Trata-se de um produto com efeito antiparasitário, pesticida e acaricida. Ou seja, é efetivo no combate a larvas de moscas de várias espécies (Lucilia spp., Phormia spp., etc.), além de piolhos, carrapatos e ácaros. O Zooveca também é eficaz contra outras espécies parasitárias, como moscas, formigas e vespas.

Além disso, é especialmente recomendado para o tratamento e a prevenção da sarna. Nesse ponto, é importante destacar que, de acordo com as especificações técnicas, esse produto é indicado para uso em ovinos.

Como funciona?

A substância ativa do Zooveca é o diazinon, também conhecido como dimpilato. Esse composto químico é sintetizado artificialmente e o resultado final é um líquido oleoso de cor marrom e grande poder de combate aos parasitas externos.

Zooveca diazinon para o tratamento antiparasitário em ovelhas.

O Diazinon atua sobre um composto específico do parasita, a acetilcolinesterase, um composto presente na corrente sanguínea e no sistema nervoso. Sua inibição altera o desenvolvimento do parasita, impedindo-o de afetar o gado.

Como é administrado o Zooveca?

Como é um produto de aplicação externa, geralmente é aplicado no momento do banho ou sendo pulverizado sobre o corpo do animal. A forma de administração varia dependendo do parasita a ser tratado e da época do ano.

No entanto, em ambos os casos, a solução é misturada com uma pequena quantidade inicial de água. Depois disso, um certo volume de água é adicionado à solução e toda a mistura é agitada até ficar pronta para uso.

Ovinos: reprodução

Quais precauções devem ser tomadas?

Logicamente, como é um produto farmacêutico, uma série de medidas preventivas devem ser tomadas, tanto em animais quanto em seres humanos. No caso de animais, deve-se tomar cuidado para não administrar Zooveca a animais com menos de quatro semanas de idade ou em estado de convalescença, ou esgotamento.

Além disso, seu uso também não é recomendado quando o clima está úmido e chuvoso ou em temperaturas extremas. Por fim, não deve ser administrado a fêmeas cujo leite será utilizado por seres humano.

Ao aplicar Zooveca, o veterinário também deve tomar uma série de precauções: evitar contato repetido do produto com a pele, além de usar luvas e outras roupas adequadas ao manusear o produto. Além disso, é necessário realizar a aplicação em locais bem ventilados ou ao ar livre e descartar os resíduos de maneira adequada.

Sharpe, R. T., Livesey, C. T., Davies, I. H., Jones, J. R., & Jones, A. (2006). Diazinon toxicity in sheep and cattle arising from the misuse of unlicensed and out-of-date products. Veterinary record159(1), 16-19.