10 esportes equestres

· novembro 30, 2018
Graças à inteligência e docilidade, os equinos são utilizados em diversas práticas esportivas, como adestramento, polo e até corridas de cavalos.

Todas as práticas esportivas que incluem um ou vários cavalos são conhecidas como esportes equestres. Podem ser de velocidade, saltos, com bola, de tração ou de lances. Descubra quais são as modalidades mais conhecidas no artigo de hoje.

Quais são os esportes equestres?

Dentro dos esportes equestres, podemos formar diferentes grupos: olímpicos, paralímpicos, corridas, salto, combinados, de equipe, de bola, de adestramento ou de tração. Entre eles, destacamos:

1 – Saltos equestres

Dentro da equitação, este esporte (representado na imagem que abre este artigo) consiste em realizar movimentos sincronizados com o cavalo.

O animal deve pular certos obstáculos, seguindo um trajeto pré-determinado. Trata-se de um dos esportes mais populares e, além dos mundiais, faz parte dos Jogos Olímpicos.

Existe uma tabela de penalizações que desconta pontos pelos erros que a animal comete: derrubada de obstáculos, queda do cavaleiro, excesso de tempo de prova ou erro no percurso.

2 – Doma clássica

Também conhecida como “adestramento”, é outro dos esportes equestres olímpicos. O objetivo é que o animal obedeça o cavaleiro e realize as provas com harmonia e equilíbrio. 

Os cavalos que praticam doma costumam ser tranquilos, flexíveis e atentos apenas às ordens de quem os guia. As raças escolhidas geralmente são os cavalos de “sangue quente“, que têm esse nome por não serem tão dóceis.

Equitação

3 – Cross-country

A prova de “corta mato” integra a doma e o salto e pode ser praticada separadamente em algumas competições locais.

Nesse esporte, a velocidade, capacidade de salto e resistência dos cavalos são testadas em uma corrida com obstáculos (água, muros, sebes etc).

4 – Corrida a galope

O turfe ou corrida hípica é um dos esportes com cavalos mais antigos que existem: datam da Grécia Antiga. Nessa modalidade, os espectadores podem apostar nos seus animais favoritos.

As raças escolhidas para esse esporte são os “puro sangue” e os “quarto de milha”. Essas corridas costumam incluir galope com salto e os cavalos são guiados por um cavaleiro, ou jockey.

Esportes com cavalos

5 – Polo

É um dos esportes equestres praticados em equipe, com quatro cavaleiros em cada time. O objetivo é golpear uma bola com um taco ou malho e levá-la até a baliza adversária. 

É jogado em um campo medindo 270 por 170 metros. Surgiu há 2 mil anos, na Ásia Central. O jogo dura duas horas, divididas em seis “chukkas”.

Polo

6 – Pato

Este esporte foi criado na Argentina e surgiu como entretenimento para os gaúchos que usavam cavalos na região dos pampas.

É chamado de “pato” porque no início eram utilizados exemplares vivos dessa ave dentro de uma bolsa de couro com laços.

Posteriormente (e felizmente), as regras foram modificadas e hoje em dia são utilizadas bolas de couro. Os cavalos crioulos são muito utilizados nas competições.

7 – Jogo de piqueta

Esse esporte de cavalaria possui origens muito antigas e é reconhecido pela Federação Equestre Internacional.

Entre as regras, podemos destacar que os cavaleiros levam espadas ou lanças para recolher alguns objetos, como anéis ou uma fatia de limão colocada no chão.

Esporte com cavalo

8 – Atrelagem

Consiste em conduzir um grupo de cavalos presos a uma carruagem através de diferentes obstáculos.

Existem três tipos de pontuação: treinamento (harmonia e cadência dos cavalos), resistência (o percurso é de 22 km) e obstáculos (20 km no total).

9 – Enduro

raid ou enduro é uma prova que leva em conta a habilidade, a velocidade e a resistência, tanto do cavalo como do cavaleiro.

Consiste em percorrer longas distâncias em um único dia por etapas, além de saltar obstáculos naturais e andar por vários tipos de solo.

Os veterinários examinam os animais ao fim de cada etapa e decidem se estão em condições de continuar.

10 – Rédeas

A doma vaqueira, ao contrário da “tradicional”, não utiliza cavalos mansos. O cavaleiro deve mostrar que pode controlar o equino e fazê-lo obedecer às suas ordens.

São avaliadas a habilidade, velocidade e manobras (círculos, mudanças de direção, recuo, piruetas e parada) usadas durante a competição. Esse esporte equestre surgiu no oeste dos EUA e é praticado em 40 países.