10 sinais de que um cachorro vai morrer

A morte, infelizmente, é tão essencial quanto a vida para a Terra. Dizer adeus a um companheiro canino é uma das tarefas mais difíceis que se pode imaginar. Portanto, devemos estar preparados.
10 sinais de que um cachorro vai morrer

Última atualização: 23 Agosto, 2021

Infelizmente, nada nessa vida é permanente. A matéria viva se degrada, porque um dos requisitos para se considerar que algo está “vivo” é a perda das faculdades e a morte fisiológica que se alcança com o tempo. Os cães de companhia não fogem a essa regra e, por isso, vamos apresentar hoje 10 sinais que indicam que um cão vai morrer.

Em muitas ocasiões, o tutor nunca perceberá esses comportamentos em seu cão, pois ele já pode estar internado em uma clínica veterinária. Se a morte estiver se aproximando, o profissional responsável pelo cuidado do animal avisará o responsável para que ambos se despeçam em paz e tranquilidade. Por mais dolorosa que seja, a morte faz parte da vida.

Quais são os sinais de que um cachorro vai morrer?

A morte é um efeito terminal que resulta da extinção do processo homeostático do organismo de qualquer ser vivo. Esse evento pode ocorrer por causas naturais, como velhice, doença ou predação, ou induzidas, como mortes por acidentes de trânsito, desastres ambientais, eutanásia e homicídio.

No caso dos cães, a maioria morre de causas naturais, apesar de que a hora pode chegar mais cedo do que o esperado por causa de um câncer ou uma doença autoimune. Sem mais delongas, vamos apresentar os 10 sinais que indicam que um cachorro vai morrer em breve.

 

1. Letargia prolongada e desinteresse

Um cão dorme em média 12 ou 14 horas por dia, por isso não é incomum vê-lo descansado por muito tempo. No entanto, se o animal não responde aos estímulos que antes o faziam pular de alegria, algo pode realmente estar errado fisiologicamente. Outra indicação clara de morte próxima é o cão repousar em um lugar onde antes não ficava.

2. Perda de apetite

A perda de apetite em cães é frequentemente causada por ansiedade, depressão, estresse de separação e algumas doenças. Essa anorexia pode ser parcial ou total, o que determina em grande parte a gravidade do quadro clínico. Uma prolongada falta de vontade de comer pode ser um sinal de falência de vários órgãos no animal, o que pode levar à morte.

3. Incontinência

A incontinência urinária em cães idosos é muito comum e pode ser causada por vários fatores. Com o tempo, os músculos ao redor do sistema urinário do animal enfraquecem e seu controle nervoso sobre certas partes do corpo pode diminuir. Portanto, é normal que ele urine fora de suas caminhadas ou em locais onde antes não fazia isso.

A incontinência em si não é um sinal clínico de que um cão vai morrer. De qualquer modo, se surgir repentinamente com algum dos sintomas acima mencionados, pode indicar que o cão não tem muito tempo de vida.

4. Respiração atípica

A respiração atípica e a tosse contínua podem ser uma indicação de que o cão está morrendo. Em alguns casos, esses comportamentos indicam que o equilíbrio homeostático do corpo foi interrompido, fazendo com que os alvéolos pulmonares fiquem inundados de líquido. Nesse ponto, se o animal for idoso, o prognóstico é muito ruim.

5. Vômito

Quando um animal está perto de morrer, geralmente ele fica incapaz de digerir os alimentos adequadamente. Isso fará com que vomite, o que, por sua vez, promoverá a fraqueza e a desidratação típicas de uma doença grave. Se um cão vomitar repetidamente e não for capaz de manter o bolo alimentar em seu estômago, ele pode não viver por muito mais tempo.

6. Comportamentos dependentes

Por mais devastador que possa parecer, um cão que está perto de morrer pode exigir carinho e atenção de seu tutor. Afinal, ele é a figura em que o animal mais confia e, por isso, irá procurar o seu referencial humano para poder deixar esse mundo com tranquilidade e em paz. A morte causa medo em todos os seres vivos: é preciso ser forte e cuidar do animal.

7. Convulsões

As convulsões focais são causadas por atividade elétrica anormal no cérebro, que pode ser precedida por um traumatismo grave, intoxicações, consumo de fármacos, tumores cerebrais, baixo teor de sódio no sangue e outros desequilíbrios fisiológicos. Infelizmente, algumas dessas patologias levam à morte do animal.

8. Mudanças na cor das gengivas

Uma cor esbranquiçada ou cinza nas gengivas de um cão é um sinal de doença grave. Por alguma razão, o sangue não está chegando aos órgãos corretamente, fato que fica evidente no tecido bucal do animal. Algumas das causas comuns são anemia, sangramento interno, pressão arterial baixa e outras condições.

9. Perda de coordenação

Esse é mais um dos sinais de que o cachorro vai morrer. Quando o sistema nervoso do animal falha, ele pode ter problemas para se levantar, bater contra as paredes e se mover de maneira descoordenada. Isso geralmente é indicativo de uma condição séria.

10. Irritabilidade

Os cães não deixam de ser animais e, portanto, em seus últimos momentos de vida, o instinto pode assumir o controle. Se um cão apresenta algum dos sintomas acima mencionados e não permite que se aproximem dele, pode ser porque sente que a sua vida está ameaçada e não deseja que ninguém o machuque em seus últimos momentos.

 

Um cachorro triste em preto e branco.

O fim da estrada

A morte de um cachorro é o fim do caminho do animal, mas não o seu. Diga adeus ao seu animal de estimação. Não tenha pressa, chore e sofra o quanto for necessário: o luto faz parte da recuperação. Portanto, não há nada de errado em ficar vulnerável após a perda de um ente querido.

Com o tempo, você verá como a dor se transforma em memória, saudade e bons sentimentos. No final, o que resta são as experiências positivas, por isso o seu cão irá sempre acompanhá-lo na memória apesar de ter desaparecido no plano físico.

Pode interessar a você...
Os cães são conscientes da morte?
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Os cães são conscientes da morte?

Os cães, à sua maneira, também são capazes de mostrar sua dor diante de situações difíceis, mas será que eles são conscientes da morte?