5 belas aves urbanas: conheça-as aqui!

· outubro 23, 2018

Perfeitamente adaptadas à cidade, estas 5 belas aves urbanas possuem variados traços físicos. Além disso, algumas delas se destacam por seu melódico canto.

Você as vê e ouve de sua janela. Elas estão presentes no parque enquanto você se exercita ou no jardim da sua casa. As aves urbanas são acostumadas a estar rodeadas de pessoas e a construir seus ninhos entre árvores e postes de luz. Conheça as mais comuns a seguir.

Quais são as mais belas aves urbanas?

Elas se caracterizam por seu pequeno e robusto corpo. Além disso, seus belos cantos se destacam no cotidiano, principalmente nas manhãs ensolaradas. As aves urbanas não têm medo de pessoas, inclusive podemos alimentá-las se vamos assiduamente ao parque. Algumas das mais belas que encontramos são:

1. Alvéola-branca

Segundo a tradição popular, a alvéola-branca – foto que abre este artigo – aparece para anunciar a chegada do inverno. Ela é conhecida por sua linda plumagem em tons brancos, cinzas e negros. 

Sua cauda está sempre em movimento. Mede 20 centímetros e se alimenta de insetos em vários locais, sendo mais comum vê-la em estacionamentos.

Essas aves urbanas constroem seus ninhos entre as árvores, rachaduras de paredes rochosas, saliências de edifícios e qualquer outro lugar vazio que encontrarem. Até o momento, são conhecidas oito subespécies de alvéola, que se diferenciam pelo desenho de suas plumas.

2. Pardal

O pardal é a ave mais adaptada à vida urbana, podendo ser vista tanto na Europa quanto na América e na África. Ele pode medir até 15 centímetros e pesar ao redor de 30 gramas. Seu bico é forte, grosso e cônico, para poder se alimentar de grãos.

Pardal: a ave urbana mais comum

Há diferenças notáveis entre machos e fêmeas. Não apenas os primeiros são maiores, mas também sua plumagem é diferente. Os espécimes masculinos possuem plumas cinzas e manchas negras no peito, além de um dorso marrom e negro. Por outro lado, as fêmeas são completamente marrons, em diversos tons.

3. Pintassilgo

Outra das aves urbanas que seguramente você conhecerá e distinguirá por sua bela plumagem. Ele tem a cabeça vermelha, asas negras e o ventre branco. O pintassilgo vive na América, Eurásia e, sobretudo, ao sul do Mar Mediterrâneo.

Pintassilgo

Ele se alimenta de todo tipo de sementes – principalmente de girassol e trigo – e de alguns insetos. É famoso por seu canto alegre e composto por pios, similar ao canário.

Dentro do gênero dos Carduelis, a qual essa ave pertence, podemos encontrar outras espécies que também habitam as cidades. Por exemplo, o pintarroxo, o verdilhão e o pintassilgo de cabeça preta.

4. Melro-preto

Seu nome científico é Turdus merula e ele chama a atenção por ser completamente preto, com exceção do seu bico, que é amarelo. Esses são os machos. As fêmeas, por outro lado, são marrons.

Melro-preto macho

O Melro-preto é nativo da Europa, África do Norte e Ásia, embora tenha sido introduzido na América do Sul e Oceania. Os casais são monogâmicos, muito territoriais e se alimentam de vermes, anfíbios, bagas e drupas.

5. Pombo

A última das aves urbanas deste artigo é o famoso pombo. Podemos vê-lo nos parques, telhados e árvores em todas as cidades, apesar de ser nativo da África e Eurásia.

Pombos: muito comuns nas grandes cidades

Sua cor é cinza com manchas negras nas bordas das asas. Além disso, seu bico é todo branco, os olhos são vermelhos e seu pescoço é colorido, com tons verdes e rosas. Ele pode medir 40 centímetros de comprimento e alcança uma envergadura de 70 centímetros quando voa.

O pombo pode ser visto em pares durante a época de reprodução, mas no resto do ano se juntam em grupos. Ele come do chão e, quando são incomodados, saem voando. Os filhotes são amarelados quando nascem e seus pais os alimentam através da regurgitação.

Na idade adulta, come cereais, grãos, sementes e plantas, embora também adicionem insetos e frutos à sua dieta. Além disso, ele bebe muita água e adora se banhar em tanques e fontes de água.