6 doenças caninas de outono

janeiro 10, 2019
Devido à chegada de ventos frios é normal que a mudança de estação cause doenças nos cães durante o outono.

Muitas pessoas adoram essa estação, embora existam muitas doenças caninas de outono. Durante o outono, as folhas coloridas caem e os ventos frios que precedem o inverno começam a soprar. Finalmente então temos uma pausa do calor implacável do verão.

Infelizmente, o outono também implica uma série de riscos para nossos cães, e esse frio faz com que os cães corram um maior risco de desenvolver doenças.

Aqui estão algumas das doenças caninas de outono mais comuns:

Doenças caninas de outono

  1. Baixa imunidade

Como todos os animais, os cães sofrem de um declínio repentino nas defesas durante o outono.

As menores quantidades de vitamina D, possibilitadas pelo sol durante o verão, tornam nosso sistema imunológico mais fraco. Assim, os cães podem ficar doentes mais facilmente do que em outras épocas do ano.

Uma baixa imunidade causada pela mudança de temperatura pode ser facilmente compensada com uma dieta adequada.

Uma maior ingestão de nutrientes pode impedir o enfraquecimento do sistema imunológico do seu pet.

  1. Leishmaniose

Como o sistema imunológico dos cães se enfraquece no outono, o risco de contaminação por bactérias e vírus é maior.

leishmaniose é transmitida por um mosquito geralmente no final do verão e, então, demora algumas semanas para apresentar seus sinais.

Por esta razão, os proprietários devem estar muito atentos aos sintomas: lembre-se de que esta doença deve ser tratada por um veterinário.

Cachorro no veterinário

  1. Tosse dos canis

A tosse dos canis é o nome coloquial da traqueobronquite, uma das doenças mais frequentes durante o outono.

O risco de infecção é muito alto em lugares onde há muito contato entre cães: parques para cães e canis são fontes muito comuns de infecção.

A tosse dos canis é uma doença infecciosa semelhante à gripe, que causa tosse e espirros e pode até causar febre. Às vezes a tosse dos canis se cura sozinha em poucos dias.

No entanto, recomenda-se que os cães sejam levados ao veterinário para receber atendimento médico adequado.

  1. Parasitas

Adquirir parasitas é bastante comum durante todo o ano, mas o risco aumenta no outono.

Pulgas e carrapatos são transmitidos de um cachorro para outro durante os passeios, porque o frio ainda não é forte o suficiente para eliminá-los.

Eliminar completamente uma infestação de pulgas ou carrapatos é desconfortável, e além disso carregam consigo outros perigos.

Muitas doenças são transmitidas de um cão para outro através de picadas de carrapatos. Pergunte ao seu veterinário qual é a melhor opção preventiva para o seu cão.

  1. Osteoartrite

Infelizmente, a osteoartrite é uma das doenças caninas de outono que mais comumente afeta cães mais velhos.

É uma condição dolorosa que não tem cura, já que o dono de um cão com osteoartrite só pode tentar aliviar os sintomas. Durante o outono, as temperaturas diminuem e, por isso, as dores aumentam.

Para evitar a dor da osteoartrite, os cães devem permanecer aquecidos: cobertores grossos e almofadas confortáveis ​​aliviarão a dor causada por essa condição.

Ao sair para passear, é necessário que o cão use uma roupinha macia e, sobre a roupa, uma capa de chuva, para não se molhar.

Cachorro sobre folhas de outono

  1. Mudança de pelos

Embora não seja uma das doenças caninas de outono, a muda de pelos é um fenômeno que pode afetar a saúde de nossos cães.

Os cães mudam de pelos ao longo do ano. No entanto, esse processo é enfatizado com mudanças sazonais, particularmente do verão ao outono.

Isso ocorre porque, durante o verão, os pelos dos cães ficam finos e leves. Mesmo assim, as altas temperaturas fazem com que desejem se refrescar.

Quando o outono chega, a pelagem fina do verão se torna inútil. Os ventos frios fazem com que os pelos dos nossos cães mudem, para se tornarem mais espessos.

Durante a queda de pelos, é muito necessário que os proprietários escovem a pelagem de seus cães. Desta forma, os pelos mortos serão removidos e a pelagem ficará mais saudável.

Se a antiga pelagem não for removida, o nosso cão poderá começar a sofrer de doenças de pele devido a um excesso de ácaros. Isto poderá causar brotoejas e alergias bastante desconfortáveis.

No outono, o mais importante é manter seu cão aquecido e evitar mudanças bruscas de temperatura. Além disso, tente adaptar a dieta de seu pet para ele obter uma quantidade maior de vitaminas B, C e D.

Dessa forma, evitaremos deficiências que podem afetar seu sistema imunológico. Não tenha medo se o seu cão adoecer durante o outono, pois isso é bastante comum.

Claro, se o seu cão começar a apresentar sintomas de doenças, leve-o ao veterinário sem demora.