O melhor alimento para cães com osteoartrite

· junho 19, 2018
Esta doença é degenerativa e não tem cura, embora uma dieta específica possa ajudar a atenuar os sintomas para que o animal tenha mais qualidade de vida. Os componentes desta dieta são cuidadosamente escolhidos para reforçar a cartilagem que serve como um elo entre os ossos do cão.

Dizem que somos o que comemos, e é por isso que muitos sintomas causados ​​por doenças podem ser aliviados através da alimentação. No caso dos nossos animais de estimação, esta questão também é aplicável. Portanto, hoje falaremos sobre o melhor alimento para cães com osteoartrite (artrose).

O que é osteoartrite?

Assim como as pessoas, os cães também podem sofrer dessa condição que afeta as articulações. Seus sintomas são mais pronunciados no inverno, quando tudo parece ficar mais duro.

As articulações são uma união entre os ossos do corpo, que se movem graças à cartilagem articular que cobre essas articulações e permite a mobilidade desses ossos para o uso da articulação.

osteoartrite

Bem, essa cartilagem envelhece e com o tempo começa a falhar, a perder a lubrificação e a desnutrir-se, com o consequente fato de que a dor começa quando se quer mover as articulações. A doença é degenerativa e não tem cura, mas há muitas coisas que podem ser feitas para atenuar um pouco os sintomas.

Como saber se o seu cão tem osteoartrite

Mesmo que seu cão não tenha sido diagnosticado com osteoartrite, há muitos sinais que permitem que você perceba que ele poderá começar a tê-la ou, ainda, que já a tem em um estado mais avançado. Estes são alguns deles:

  • Não quer subir escadas. Este ato pode ser um dos mais dolorosos para o seu cão, porque os joelhos são as articulações que mais sofrem por carregar todo o peso. Subir escadas exigirá grande esforço e, na tentativa de se proteger, o animal se recusará a fazê-lo.
  • Levantar-se. Se seu animal de estimação acha difícil ficar de pé ou deitar na cama, é possível que ele esteja começando a ter problemas nas articulações.
  • Mancar. Pode não acontecer sempre, mas se o seu cão ocasionalmente manca, e você percebe que cada vez mais isso ocorre com maior frequência, ele pode estar começando a ter osteoartrite.
  • Perder o apetiteComo acontece em qualquer outra doença, se o seu cão tiver osteoartrite, ele também perderá o apetite, pois a dor não permitirá que ele coma.
osteoartrite artrose canina

O melhor alimento para cães com osteoartrite

É realmente possível aliviar a osteoartrite com comida? Sim. Existem alimentos especiais para tratar os problemas que isso gera, assim como alguns com ingredientes proibidos para um cão nesta condição.

Quais são esses alimentos que podem ajudar cães com osteoartrite? Vamos ver:

  • Eles contêm ingredientes essenciais para a melhoria das articulações. Lembre-se de que uma cartilagem desnutrida e envelhecida é o que causa a osteoartrite e a consequente dor que isso acarreta. Portanto, o importante é mantê-lo jovem e nutrido por mais tempo. Isto é obtido graças a suplementos como ácido hialurônico, glucosamina e sulfato de coldrotina.
  • O cálcio também é um componente essencial na luta contra a osteoartrite, uma vez que irá fortalecer os ossos e, portanto, as articulações.
  • Baixo teor de gordura. Estar acima do peso não ajuda um cão com artrite, por isso, se você acha que seu animal de estimação começa a sofrer, ou que já sofre dela, você deverá alimentá-lo com uma dieta baixa em gordura para não agravar o problema.
  • Vitamina K2. Este componente ajudará a proteger os ossos e as cartilagens do seu animal. O magnésio é um complemento ideal para cães com osteoartrite.

Se seu cão tem artrite, o veterinário é quem melhor lhe dará conselhos sobre sua dieta, mas estes componentes que citamos acima, devem estar presentes nos tipos de alimentos que você escolher, assim como aqueles que irão ajudar a aliviar a dor e os sintomas da osteoartrite.

Lembre-se que, além disso, você poderá fazer algumas outras coisas em casa, para fazer com que seu animal se sinta melhor, como colocar bolsas de água quente ou fazer massagens leves para aliviá-lo. E, acima de tudo, dar-lhe muito carinho.