A misteriosa lula gigante

abril 17, 2018

A lula gigante é um dos animais mais curiosos que existem atualmente no planeta. Tem sido objeto de muitas lendas e mitos ao longo da história, por isso, hoje falaremos um pouco sobre esse animal e suas características.

A lula gigante

O architeuthis, mais conhecido como lula gigante, é um cefalópode da ordem teuthida. Chamados assim por seu grande tamanho, habitam os mares de nosso planeta há muito tempo, e já aterrorizaram navegadores de diferentes épocas.

Ainda sabemos pouco sobre eles devido à sua habilidade de se esquivar e às altas profundidades que alcançam. Tudo o que sabemos deles é graças a estudos dos cadáveres que aparecem nas costas pelo mundo, ou ao esforço de cientistas nas últimas décadas.

Fisiologia da lula gigante

O principal atrativo desses animais é seu enorme tamanho, pois alguns machos medem 10 metros de comprimento e as fêmeas podem chegar a até 14 metros. Já foram registrados inclusive exemplares de até 18 e 20 metros. A maior parte de seu tamanho vem de seus oito braços que saem da base de sua cabeça.

Possuem olhos do tamanho de uma bola de basquete, muito sensíveis a mudanças de luz. Curiosamente, têm a mesma estrutura do olho humano (pupila, retina e íris), mesmo tendo se desenvolvido em ambientes diferentes. No entanto, acredita-se que a lula colossal tem olhos até maiores.

Cada um de seus tentáculos possuem duas linhas de ventosas paralelas entre si para pegar as presas. Ao lado de cada ventosa se observam filas de dentes, que ajudam a apertar as vítimas quando são pegas.

A única forma de saber a idade de uma lula gigante se encontra em sua cabeça. Os ossinhos de seu ouvido, chamados de estatocistos, crescem como os troncos das árvores e formam anéis um sobre o outro. A esperança de vida varia entre cada indivíduo, de 5 a 15 anos.

Os cadáveres estudados foram devorados por cachalotes, o único predador natural desta espécie, e dos cadáveres que chegam às costas do mundo. Atualmente tem se feito um grande esforço para estudar esses animais em seu habitat natural e em cativeiro.

Alimentação e reprodução

As lulas gigantes, mesmo sendo um dos maiores animais do planeta, têm um peso bem reduzido em comparação à baleia azul e à lula colossal. A variação entre os sexos é de cerca de 150 ou 170 quilos para os machos e cerca de 250 quilos ou mais para as fêmeas.

De acordo com as observações, alimentam-se de peixes médios e camarões que abundam nas profundidades do oceano, entre 250 e 3000 metros de profundidade. Quando o alimento é escasso, começam a comer outras lulas, menores, e inclusive outras de sua mesma espécie.

lula gigante

Sobre a reprodução, não se sabe muito bem como é o acasalamento desses animais. Alguns argumentam que ele acontece juntando cabeça com cabeça, mas estudos revelam que os machos possuem um tentáculo especializado para a reprodução, que inserem na fêmea para depois desaparecer e talvez até morrer em mar aberto.

Também não se sabe qual é a aparência desses animais ao nascer, além de observações de seus primos lula. Alguns pesquisadores argumentam que eles cavam o solo oceânico, depositando os ovos e os deixando à deriva.

População e comportamento

A lula gigante não é perigosa para os seres humanos, e até hoje não se registrou nenhum ataque intencional ou acidental desses animais em relação a humanos. No entanto, são bem agressivos na hora de enfrentar outras lulas e as cachalotes.

Também não sabemos ao certo sua população atual, pelo tanto que se esquivam. Temos conhecimento de que habitam em todos os mares do planeta, principalmente perto das fossas submarinas, onde têm mais proteção e possibilidades de se alimentar.

Existem organizações dedicadas à luta pelos direitos das lulas gigantes, mas não há países que tenham leis ou condenações para a caça desses animais. No Japão, essas lulas são muito caçadas, porque não têm risco de extinção a curto prazo.

Curiosidades

  • O Kraken, animal mítico da mitologia escandinava, era uma lula de dimensões extraordinárias que atacava os barcos vikings nos mares do norte. Na série de filmes Piratas do Caribe, apresenta-se o kraken como uma criatura enorme a serviço do guardião dos mares, Davy Jones.
  • Julio Verne menciona, em Vinte Mil Léguas Submarinas, uma lula gigante que aterroriza os tripulantes do Nautilus. Eles também são mencionados na história Moby Dick de Hernan Melville.
  • Existe um instituto dedicado às lulas gigantes na Espanha chamado Centro da Lula Gigante em Astúrias. Atualmente, encontra-se fechado, sem previsão de reinauguração, graças a um desastre natural.